DEU NO JORNAL

EM DÓLARES DOS ZISTADOS ZUNIDOS

Os organizadores do Foro de São Paulo, que dizem combater o “imperialismo estadunidense”, estão cobrando uma taxa de inscrição de 50 dólares para cada participante do evento e de 250 dólares de cada partido.

A reunião do grupo de legendas e organizações de esquerda ocorrerá em Brasília entre 29 de junho e 2 de julho.

O encontro no Brasil foi motivado pela eleição de Lula.

* * *

Num intendi: uma reunião de revolucionários comuno-socialistas cobrar a taxa de inscrição em dólar, a moeda dos imperalistas ianques.

Eu esperava que a taxa fosse cobrada no Peso cubano.

Ou, então, no Bolívar venezuelano.

Fiquei confuso e peço ajuda aos leitores fubânicos, especialistas em moedas e economia:

Por que a assembléia revolucionária do Foro de São Paulo, que será realizada em Brasília com a participação do ex-presidiário Lula, está cobrando taxa em dólar?

Hein?

Me ixpriquem, please.

Thank you.

DEU NO JORNAL

A “DEMOCRACIA” SOCIALEIRA

O professor de economia Elias Jabbour, que recentemente se afastou da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) para assessorar Dilma Rousseff na presidência do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), defende a pena de morte para quem discorda do socialismo.

Durante entrevista ao podcast Inteligência Ltda, do humorista Rogério Vilela, o professor afirmou que a pena de morte deve ser aplicada àqueles que estiverem “a serviço de potências estrangeiras”.

Jabbour diz que Estados revolucionários não devem permitir “subversão ao sistema”, porque podem ver a experiência socialista “ir para o buraco”.

A PALAVRA DO EDITOR

UMA LINDA CANÇÃO PARA EMBELEZAR O NOSSO DIA

Hoje cedo, depois que deixei o João no colégio, voltei pra casa com o rádio do carro sintonizado na Rádio Clube, aqui do Recife.

Na ida, vou ouvindo as músicas que meu filho curte.

Pois a apresentadora do programa botou pra tocar uma música romântica, comovente, enternecedora, interpretada pela cantora Raphaela Santos.

Uma canção que faço questão de compartilhar com os leitores fubânicos.

No vídeo a seguir, Raphaela interpreta a obra-prima intitulada Seu Mentiroso“, numa apresentação ao vivo, realizada no Clube Português aqui no Recife.

Vejam que coisa linda e comovente:

DEU NO X

ANTES E HOJE

LAUDEIR ÂNGELO - A CACETADA DO DIA

VÃO PRENDER MAIS UM POLÍTICO

Não têm mais valor a honestidade, a honra, e a coragem.

Ainda mais quando a provável vítima é um conservador que aparenta ter hombridade. Alguém que poderia esboçar alguma resistência e inspirar outros inconformados.

“Não virão os americanos. Não virão os anjos” disse Alexandre Garcia.

Tomara que venha o Batman.

BERNARDO - AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RLIPPI CARTOONS

DEU NO X

ALEXANDRE GARCIA

SERÁ QUE O DINHEIRO EUROPEU PARA PROTEGER A AMAZÔNIA VAI ACABAR NO BOLSO DAS ONGS?

lula von der leyen

Lula cumprimenta a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, durante reunião no Palácio do Planalto

A presidente da União Europeia está em Brasília, encontrou-se com o presidente da República, e prometeu 20 milhões de euros para o fundo amazônico. Dá mais ou menos R$ 100 milhões. Eu fico me perguntando para onde vai esse dinheiro. Será que vai para ONGs? As ONGs estão impedindo o desenvolvimento, a qualidade de vida dos amazônidas. Impedem a construção de uma estrada, Porto Velho – Manaus, a construção da Ferro Grão, de Sinope ao porto no Tapajós. Impedem a dragagem de rios para facilitar a navegação. Quer dizer, as pessoas estão perdidas lá dentro da Amazônia. Não são vistas por satélites, estão longe de assistência médica, de escolas para os filhos, de sair para comprar rapidamente em algum lugar. Será que vão resolver esse abandono? Estou contando isso porque ONGs, Ministério Público e partidos políticos se juntam nisso. Parece um sadismo. É como se dissessem: “não, o Brasil não pode se desenvolver”.

A cidade de Lavras do Sul, por exemplo, têm jazidas que garantem 300 mil toneladas de fosfato por ano, para a agricultura brasileira, para as plantas crescerem mais rápido. O Brasil importa um milhão seiscentos e setenta mil toneladas por ano. Olha a quantidade de grãos que é preciso exportar para poder importar isso. No entanto, ONGs e Ministério Público se juntam para impedir. Ontem, em Lavras, houve uma reunião importante na Prefeitura Municipal entre Poder Executivo, Poder Legislativo e as forças econômicas e sociais do município, para botar a boca no mundo. Querem puxar o país pra baixo, quem não for masoquista – que gosta de sofrer – não pode ficar passivo diante disso. A Amazônia é a mesma coisa.

* * *

Dinossauro

Vejam só, a Alemanha devolveu agora, estava lá em Karlsruhe, um dinossauro de 110 milhões de anos, cujos fósseis foram encontrados – são duas peças pequenas – no Ceará. Está desde 1995 lá no Museu de História Natural da Alemanha. Foi devolvido e agora e vai pra Universidade do Cariri. Aí eu fico pensando, quanto já se levou da Amazônia para a Europa? Quanto de riqueza biológica, de riqueza mineral, vegetal, medicinal? Então a Europa doar 20 milhões de euros é quase uma esmola se a gente pensar naquilo que nós deixamos que saísse. Nós não impedimos. Não me perguntem por quê. Eu não sei. O fato é que saiu, saiu da Amazônia. Então, fica aqui o registro.

* * *

Argentina pede dinheiro

E nós somos muito bonzinhos com os outros, né? O presidente da Argentina vem à Brasília pela quarta vez, assim que Lula voltar de Paris. O Lula vai pela décima primeira vez para uma viagem internacional, e vai à Paris, depois vai à Roma, depois volta, e aí recebe o presidente da Argentina, que vai chegar cantando “me dá um dinheiro aí”, porque eles não têm mais divisas, reservas, para importar. E precisa de 500 pesos para comprar um dólar. Então é a falência, que mostra a todos nós brasileiros qual é o resultado de um desgoverno demagógico, populista, gastador, que vai gastando, vai fazendo esmola, acha que tem almoço de graça, até que acaba o dinheiro do contribuinte.

E depois o contribuinte não tem mais estímulo para produzir e pagar imposto, é assim que se acabam esses engodos por aí. E aí vem para cá e vai querer a fiança, o aval do BNDES. Só que o BNDES tem esse “N” aí, que não é “I”. É um banco nacional, não “internacional de desenvolvimento econômico”. E vai fazer aval, como se não tivesse aprendido com os avais que deu em negócios na Venezuela, por exemplo. Maduro veio aí pedindo um ajuste para pagar o quê? Está devendo, né? Não sei o que vai acontecer. Cuba está pagando com charuto.

BERNARDO - AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS