DEU NO X

RLIPPI CARTOONS

DEU NO X

A PALAVRA DO EDITOR

LIGEIRINHO, LIGEIRINHO

Domingo, 30 de abril.

Um terço do ano já se foi.

Logo, logo, estaremos perto das festas de final de ano.

O tempo é mesmo vapt-vupt: passa nuito rápido.

Esta gazeta escrota fecha o mês de abril com tudo pago, em ordem e em dia.

O competente técnico Bartolomeu Silva, que nos dá assistência, já recebeu seu pagamento.

E Chupicleide está relinchando de alegria com o salário depositado em sua conta.

Isso graças às generosas doações dos nosso leitores neste mês de abril, entre eles  Boaventura Bonfim,  Luiz Leôncio, Marta Bianchi e José Mateus na última semana.

Um excelente feriadão para toda a comunidade fubânica!!!

E para embelezar a nossa tarde de domingo, vamos fechar a postagem com a valsa Contos dos Bosques de Viena, uma comovente homenagem de Johann Strauss II à sua belíssima cidade natal.

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

JOSÉ DOMINGOS BRITO – SÃO PAULO-SP

Uma mulher no Panteão dos Inconfidentes

Os jornais escritos, do rádio e da TV de ontem (29/4/2023) deram destaque a entrada de Hipólita Jacinta no Panteão dos Inconfidentes, em Ouro Preto.

Participaram da cerimônia a ministra do STF Cármen Lúcia, a historiadora da UFMG prof. Heloísa Starliing e as compositoras e cantoras Zélia Duncan e Ana Costa, que falaram sobre o ingresso da primeira mulher no Panteão dos Inconfidentes.

O Jornal da Besta Fubana também participa deste evento: Hipólita Jacinta é o tema da minha coluna Memorial.

Veja sua biografia concisa na minha coluna de hoje.

LAUDEIR ÂNGELO - A CACETADA DO DIA

TÂMARAS

Como aquele Bolsonaro consegue se envolver tanto com essa gente?

DEU NO X

DEU NO X

WELLINGTON VICENTE - GLOSAS AO VENTO

UMA CASA NA CAATINGA

Foto copiada do Facebook de Luzia de Milton

Casa de taipa, esquecida
Entre o sertão e o agreste.
Com certeza, ainda esperas
Quem viajou ao Sudeste
Tentando escapar da seca
Que assolava o Nordeste.

DEU NO JORNAL

O AGRO ESTÁ CORRETO EM RECHAÇAR COMUNISTAS

Leandro Ruschel

A verdade é que o governo comunista trata o Agro como inimigo, o único setor econômico em que o Brasil se destaca no mundo, por ser muito eficiente e competitivo. O Agro está correto em rechaçar os comunistas.

Ao longo da história, eles sempre operaram para destruir os agricultores e tomar suas terras.

Na verdade, creio que deveriam fazer uma oposição muito mais agressiva.

Está aí o MST e suas invasões para deixar claro de que lado os petistas estão.

Na esteira dessa rusga entre o ministro da Agricultura e os organizadores da maior feira Agro do Brasil, fica evidente também como os comunistas enxergam o Estado, é até mesmo empresas estatais, como sua propriedade particular.

A primeira reação dos comunistas, por conta do convite ao ex-presidente Bolsonaro para uma palestra, foi cortar patrocínio do governo federal e do Banco do Brasil ao evento, comentando crime de responsabilidade.

O governo deve apoiar um dos principais setores da economia, e o Banco do Brasil opera fortemente no setor.

Logo, deixar de patrocinar uma feira com seus maiores clientes é um ato que prejudica o banco, ofendendo os princípios de impessoalidade e eficiência da gestão pública, além de prejudicar todos os acionistas da companhia.

É preciso abrir processos e responsabilizar esse governo autoritário pelos crimes cometidos.