DEU NO X

DEU NO X

SEVERINO SOUTO - SE SOU SERTÃO

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

BOAVENTURA BONFIM- FORTALEZA-CE

Caro editor Berto,

Ontem fui ao lançamento, aqui em Fortaleza, do CD do Materson Silva, irmão do festejado colunista fubânico Marcos Mairton, que teceu rasgados elogios ao papa Berto.

A festa resultou em grande espetáculo, haja vista a qualidade do cantor e compositor de sambas de belíssimas letras, acolitado por talentosos músicos.

Ressalte-se que as dez músicas do CD são de autoria do próprio Materson, com exceção de duas. Uma, composta pelos dois irmãos, e a outra somente pelo Marcos Mairton, que assomou ao palco e a cantou juntamente com o artista.

Além de cantor e compositor, Materson é antigo professor de Odontologia da Universidade Federal do Ceará.

Apesar de eu ter ido sozinho ao evento, pois minha esposa não pôde comparecer, em nenhum momento me senti só, dada a lhaneza dos anfitriões Materson, Marcos Mairton e sua dileta esposa Natália, que, também, fez magistral apresentação do artista.

Aproveitei o ensejo e colhi autógrafo do Marcos Mairton em seu livro “Histórias para REFLETIR, REPENSAR e REPASSAR”, adquirido por mim em junho de 2021.

Envio-lhe algumas fotos sacadas ao longo do memorável show.

Dada a exiguidade do espaço cibernético, remeter-lhe-ei, posteriormente, vídeos ali produzidos.

Um forte abraço,

R. Excelente relato, meu caro Boaventura!

Estes dois irmãos formam uma dupla talentosa.

É um privilégio editar uma página que tem um colaborador do quilate do meu estimado amigo Marcos Mairton, excelente cronista, compositor, poeta e magistrado exemplar, um Juiz Federal de currículo notável.

Que eles continuem fazendo muito sucesso!

DEU NO X

ALEXANDRE GARCIA

DEU NO JORNAL

NÃO DÁ PRA “INTERAGIR CONSTRUTIVAMENTE” COM ESSA TURMA

O relatório técnico apresentado em conjunto pelo PL e o Instituto Voto Legal foi uma bomba na narrativa de confiabilidade absoluta nas urnas, repetida à exaustão pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Só 40% dos equipamentos, cerca de 193 mil urnas do modelo UE2020, funcionaram perfeitamente e os registros podem ser relacionados ao equipamento que coletou os votos.

A maior parte das urnas, de 2009 até 2015, têm números inválidos, o que impossibilita fazer a correlação dos dados.

Segundo o engenheiro formado no ITA Carlos Rocha, que comandou o estudo, esse número inválido “é um indício muito forte indício de falha”.

Dados mostram que Bolsonaro venceu nas urnas “auditáveis”, modelo UE2020 com 51%. Nas antigas, “inauditáveis”, Lula venceu com 52%.

Rocha também se diz preocupado com os travamentos de urnas, que levaram à exposição de dados pessoais e até violação do sigilo do voto.

O engenheiro explicou que quer “interagir construtivamente com o TSE” para verificação extraordinária, como prevê resolução da própria corte.

* * *

Só tem um jeito de “interagir construtivamente” com o PTSE, conforme deseja o engenheiro formado no ITA, o Instituto Tecnológico da Aeronáutica:

É agir destrutivamente, desmascarando e desmoralizando esse bando de urubus togados.

Um órgão comandado por Xandão já está dizendo o que é.

Não é necessário se falar mais nada.

DEU NO X

DEU NO X

DEU NO JORNAL

O GAMO SALTITANTE

Chefe da equipe de holofotes do governo paralelo do PT, Randolfe Rodrigues retomou sua especialidade de fazer declarações irrelevantes.

Mas, apesar disso, garantir espaço nos veículos de comunicação.

* * *

Esse desmunhecado tá no lugar certinho: no bando luleiro.

Foi escolhido a dedo (êpa!)

Irresponsável e ridículo: é a cara do governo que vai fuder o país a partir de janeiro.

Adora aparecer na mídia desmunhecando e cagando tolôtes orais.

E ele só faz declarações saltitando no palco.