CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

XICO COM X, BIZERRA COM I

A INCÔMODA ZOADA DO SILÊNCIO

Que diabo tão zoadento é o silêncio! Será apenas o descanso do barulho ou a cama vazia do filho que não se vê, há um bom tempo? Talvez o abraço não dado no neto que mora longe seja sinônimo do silêncio. Assim como o grito confinado na garganta, a quarentena da voz. É a saudade gritando tão alto que nem o mais atento dos monges consegue ouvir. Quem sabe, um verso quebrado, uma rima torta, uma nota musical sem companhia ou um poema inconcluso?

POUCO TUDO E MUITO NADA

O silêncio é a ausência do tudo, a abundância do nada, a tristeza líquida escorrendo dos olhos, o isolamento do beijo, a impossibilidade do abraço. É a canção calada, a mudez da festa, o não-cantar de um passarinho sem ter um arrebol em que pousar. É o ‘eu te amo’ guardado nas gavetas do esquecimento ou nos armários empoeirados do adeus. Silêncio é tudo que não quero.

* * *

Todos os Livros e a maioria dos Discos de autoria de XICO BIZERRA estão à disposição para compra através do email xicobizerra@forroboxote.com.br. Quem preferir, grande parte dos CDs está disponível nas plataformas digitais. Visite nosso site: www.forroboxote.com.br

Nossos CDs estão nas plataformas virtuais e, em formato físico, na Loja Passadisco do Recife

DEU NO X

PENINHA - DICA MUSICAL