DEU NO TWITTER

GUSTAVO GAYER

DEU NO TWITTER

PEDRO MALTA - A HORA DA POESIA

DESENCANTO – Padre Antonio Tomás

Muitas vezes cantei, nos tempos idos,
Acalentando sonhos de ventura;
Então da lira a voz suave e pura
Era-me um gozo d’alma e dos sentidos.

Hoje vejo esses sonhos convertidos
Num acervo de penas e amargura,
E percorro da vida a estrada escura
Recalcando no peito os meus gemidos.

E, se tento cantar como remédio
Às minhas mágoas, ao sombrio tédio
Que lentamente as forças me quebranta,

Os sons que arranco à pobre lira agora
Mais parecem soluços de quem chora
Do que a doce toada de quem canta.

Padre Antônio Tomás de Sales, Acaraú-CE (1868-1941)

DEU NO JORNAL

DEU NO TWITTER

BERNARDO - DIRETO DO PINGO NOS Is

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

PENINHA – TUPI PAULISTA-SP

Esta é a mais uma pequena homenagem a este grande amigo, José Batista Patuto.

Um irmão que nos deixa um legado de força, fé, esperança e acima de tudo e de todos a bela amizade que nos une.

Patuto faleceu no último dia 9.

A apresentação é feita por outro grande amigo, Antonio Luiz Pioltine.

José Batista Patuto é mais uma estrela que brilha no céu!

DEU NO TWITTER

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

HEBER CRUZ – MANAUS-AM

Condenado em três instâncias judiciais e descondenado pela Lei do CEP.

O Fachin, depois de 4 anos, descobriu que os Processos não deveriam ser julgados em Curitiba e sim em Brasília.

Mudou o CEP.