PEDRO MALTA - A HORA DA POESIA

AVE, MARIA! – Padre Antônio Tomás de Sales

Ave, Maria! Ó cândida donzela,
Toda cheia de graça e formosura,
Deus é contigo, excelsa criatura,
E o seu poder imenso em ti revela.

Bendita és tu, mimosa flor singela,
Preservada por Deus da culpa escura
Entre todas as virgens a mais pura,
Entre as mulheres todas a mais bela.

Jesus o doce fruto originado
Do teu seio é bendito e celebrado
Por céus e terra em místico transporte.

Santa Maria, ó Mãe de Deus querida,
Pede por nós durante a nossa vida,
Dá-nos o céu depois da nossa morte.

Padre Antônio Tomás de Sales, Acaraú-CE (1868-1941)

DEU NO TWITTER

BERNARDO - DIRETO DO PINGO NOS Is

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

VIOLANTE PIMENTEL – NATAL-RN

Querido Editor Luiz Berto,

bom dia!

Segue o comprovante da doação, para o nosso querido JBF.

Uma ótima semana!

Muita saúde e paz!

R. Queria amiga e colunista do JBF, sua generosa doação já está na conta desta gazeta escrota.

Gratíssimo do fundo do coração.

Teve muitos sorrisos, relinchos e latidos aqui no nosso recinto. 

Chupicleide, Polodoro e Xolinha ficaram na maior alegria.

Foi uma festa danada!!!

Aproveito para também agradecer as doações dos leitores José Claudino e Mario Salles.

Vocês são a força que mantém este jornaleco avuando pelos ares do mundo.

Uma quarta-feira arretada pra toda a comunidade fubânica!!!

J.R. GUZZO

SOBRENATURAL DA SILVA

O ex-presidente Lula armou em torno de sua imagem internacional o que pode estar sendo o maior embuste da história política deste País. Aqui dentro, onde a população tem a oportunidade de saber melhor quem ele é, principalmente porque experimentou na própria pele as consequências de suas passagens pelo governo, sua vida não é tão fácil – entre outras coisas, no momento, precisa ganhar uma eleição para presidente da República.

Lá fora, porém, vive em estado de graça. Graças à lavagem cerebral operada pela mídia do Primeiro Mundo, as elites “globalistas” e a militância mundial de esquerda, Lula se transformou numa pessoa que não existe. Virou um mártir das “causas progressistas”, um resumo de tudo o que há de mais sublime no ser humano – e, segundo a imprensa, “está de volta do exílio”, para reassumir o governo e livrar os 200 milhões de brasileiros do “pesadelo” que estariam vivendo hoje.

Lula nunca esteve no exílio. Esteve na cadeia, pela prática dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, condenado em terceira e última instância por nove juízes diferentes. É mentira, também, que tenha sido absolvido e que a “Justiça brasileira” tenha reconhecido “erros judiciais” ao condená-lo. Lula não foi inocentado de nada. O que houve foi uma decisão demente do STF, que anulou as quatro ações penais existentes contra ele com uma justificativa reconhecidamente fútil, sem dizer uma sílaba sobre culpa ou inocência.

Pior ainda é a ficção de que foi “absolvido pela ONU” – uma vigarice que Lula está usando como prova mundial de sua inocência. Um desses comitês controlados pela esquerda e que aprova qualquer coisa declarou, há pouco, que Lula foi “injustiçado” – mas e daí? O comitê central do PT, a CUT e a associação dos bispos também disseram. Fazem de conta, aí, que “a ONU” pode, de fato, absolver alguém; não pode, assim como não poderiam a Fifa ou o júri do Miss Universo, porque não é um tribunal de Justiça. A “absolvição da ONU”, porém, está aí; é um dos argumentos-chave do seu marketing internacional.

O curioso, nisso tudo, é que Lula parece acreditar, realmente, que é a entidade sobrenatural criada na mídia estrangeira; fala cada vez mais, aqui no Brasil, com a arrogância de quem vive uma paixão incontrolável por si mesmo. Já disse que, por causa da inocência que lhe foi conferida “pela ONU”, o Brasil teria de anular as eleições de 2018 e que ele, Lula, deveria ser nomeado presidente da República. Recusa-se a revelar seu programa para a economia; diz que o eleitor tem de votar nele sem saber disso. Garante que resolveria a guerra da Ucrânia com “uma cerveja”. Não dá sinais de que vá parar.

BERNARDO - DIRETO DO PINGO NOS Is

DEU NO JORNAL

INSTITUTOS PESQUISADEIROS

Bolsonaro subiu 4 pontos e Lula caiu 1,6, de acordo com pesquisa CNT/MDA.

Esses números levaram apreensão ao PT e explicam o comportamento nervoso do candidato, radicalizando o discurso.

* * *

Essas pesquisas de institutos vários, indicando subida de Bolsonaro e queda de Lula, não chegam nem perto da realidade.

Aquela realidade retratada pelo Data Povo.

Esse instituto, o Data Povo, este sim, mostra com exatidão os números corretos.

É só olhar o gado que muge cercando Bolsonaro, em lugares abertos, e a tropa de jegues que rincha atrás de Lula, em lugares fechados.

Contagem-MG, ato de apoio a Lula: tem mais cadeiras sem bundas do que cadeiras com bundas

Bolsonaro desembarca em São Raimundo Nonato (PI)

Bolsonaro no Piauí, amontado num militante vermêio

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

A. C. NOGUEIRA – SÃO PAULO-SP

Documentário 2000 MULES, de Dinesh D’Souza

Com informações de rastreamento de celulares, vídeos e depoimentos, o documentário mostra como a votação pelos correios foi utilizada para fraudar as eleições presidenciais dos Estados Unidos em 2020.

Texto final do documentário:

“Sem eleições livres e justas, não somos uma democracia. Somos uma nação dirigida por um cartel criminoso disfarçado de democracia. Nunca, na história dos EUA, uma eleição presidencial foi tão completamente corrompida por fraude coordenada em todo o país, em vários estados, sabemos agora, como em 2020. Hoje, os regimes totalitários camuflam suas eleições falsas com aparência de democracia. Mas não são democracias reais. Não queremos nos juntar a eles. Nossas eleições devem representar a vontade dos cidadãos americanos. Nós, que acreditamos na democracia constitucional, devemos ser diligentes. Na verdade, se muitos de nós desistirmos, eles não precisarão enganar mais. Não fique em casa. Envolva-se. Saia e vote. Faça o que for necessário para salvar este grande país. A América que nós amamos precisa de nós agora mais do que nunca.”

Há uma versão legendada do documentário no Telegram.

Para acessar, clique aqui.

DALINHA CATUNDA - EU ACHO É POUCO!

CONVERSA DE CALÇADA VIRTUAL

Um beijo dado na testa
É fácil de ir ao chão
Porém o beijo na boca,
Vai direto ao coração.

Quadrinha colhida nas conversas de calçada

Já beijei tanto na vida
Sem me cansar de beijar
Pensei em fazer as contas
Mas não deu para contar.

Dalinha Catunda

O beijo é muito bom
Em todos eles me encaixo
Mas o que dá mais tesão
É mesmo o que esquenta em baixo.

Bastinha Job

Beijei Bete e margarida,
A Janete e Irismar
Mais quem mais amei na vida
Eu não consegui beijar

Jairo Vasconcelos

Araquém Vasconcelos
Soltei um beijo no ar
Pra chegar no meu amor
Foi cair em outro alvo
No bico de um beija flor

Araquem Vasconcelos

Beijo é bom quando arrepia
E acende o fogo da gente
A língua escreve poesia
Que os lábios embaixo sente.

Lindicassia Nascimento

Continue lendo

BERNARDO - DIRETO DO PINGO NOS Is