CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

SPOCK LEE – NEW CASTLE, DELAWARE – USA

Extra! Extra!

“Casseta Banânica Proficional vai receber apoio em US$ do FoiceBook!”

Agora atocharam na ximbica da Xôlinha, sem dó nem piedade!

Ô Editor!!!

Num vejo a hora de profissionalizar essa gazeta escrôta.

Já pensou a Chupicleide recebendo o “da semana” em dólar?

Junto com o Bosticler, ôxe!

Vão ficar ‘fedorentos de chique”.

Extra! Extra!

“Professional Banana Cassette will receive US$ SickleBook support!”

Now they hit Xôlinha’s ximbica, without pity or pity!

Ô Editor!!!

I can’t wait to professionalize this scrotum gazette.

Have you ever thought about Chupicleide getting the ‘give a week’ in dollars?

Along with the Bosticler, oxe!

They’re going to be ‘smelly chic’.

R. Meu caro, você quase mata de sufocação a dupla Chupicleide e Bosticler.

Os dois ficaram aqui entalados com essa sua sugestão desta gazeta escrota fazer parceria com o feicibuqui e faturar milhões em dólares.

E pagar os salários da dupla na moeda americana.

Até eu se entalei-se-me todinho com sua sugestão arretada, em inglês e em português.

Num sei nem o que diga.

Vôte!

Vou tomar um copo d’água.

DEU NO JORNAL

A RAPARIGAGEM VAI CRESCER EM QUALIDADE

Paolla Oliveira diz que a prostituição será a única forma de sobrevivência das atrizes da Globo caso Bolsonaro seja reeleito.

* * *

Pelo que tenho visto, sentido e pressentido nas ruas, nos becos, nas esquinas, nos botecos e em tudo quanto é canto e recanto desse país, a reeleição de Bozo é coisa certa e acabada.

Não tem pra mais ninguém.

De modo que o ramo profissional putárico, segundo a previsão de Paolla, vai ter um incremento qualitativo ano que vem, haja vista os lindos e volumosos pés-de-rabo que a Globo costuma botar na tela.

Nunca ouvi falar nela e não conhecia quem era Paolla.

Procurei uma imagem dela e cheguei à conclusão que, a se cumprir a profecia que fez de boca própria, ela tem todas as condições de faturar bem e fazer um bom pecúlio, dando duro e levando duro no ofício rapariguístico.

Sucesso, dona moça!!!

JESSIER QUIRINO - DE CUMPADE PRA CUMPADE

DEU NO TWITTER

RODRIGO CONSTANTINO

AS INSTITUIÇÕES ESTÃO FUNCIONANDO PERFEITAMENTE…

O Brasil vive numa distopia surrealista, em que, por meio de uma manobra na Câmara, juízes, policiais e procuradores podem ficar em quarentena de cinco anos sem disputar eleição, mas ladrões corruptos podem ser candidatos com o apoio da imprensa. Tudo está invertido em nosso país: os marginais tomaram conta de vez e dobraram a aposta, ignorando o clamor popular do lado de fora da bolha.

O Senado, sob mensalão, aprovou imediatamente Dias Toffoli, o advogado de Dirceu que fracassou em duas tentativas de ser juiz. André Mendonça tem bom trânsito no Congresso, é um nome neutro, que nem agradou muito as bases bolsonaristas, e mesmo assim está sendo boicotado. E a imprensa trata com naturalidade as chantagens de Alcolumbre e companhia. Nunca antes na história deste país…

Os donos do poder não dão a mínima para o povo! Aliás, fazem o contrário: perseguem quem ousa criticar tanto descalabro. O corregedor do TSE, por exemplo, quer investigar “quem pagou” pelos atos patrióticos do dia 7 de setembro, cujo bordão mais repetido era “eu vim de graça”. O jornalista Alexandre Garcia comentou: Tem gente que é prostituto da intelectualidade. Que pensa que os outros se vendem, ou vendem sua opinião. Inclusive acusam outros disso, porque na hora que acusam, estão confessando: “eu sou assim”.

Soltura de Lula e, em seguida, sua elegibilidade por meio de aberrações jurídicas do Supremo; soltura de bandidos perigosos como André do RAP, do PCC; decisões bizarras para afastar policiais da eleição, pois sabem que se trata de uma base importante da direita bolsonarista; conchavos nos “bastidores” para impedir a escolha do presidente para o STF; censura aos conservadores nas redes sociais, com derrubada de MP do governo Bolsonaro que impediria tal perseguição; prisão de jornalista, deputado com imunidade parlamentar e presidente de partido bolsonaristas pelo “crime de opinião”; tudo isso e muito mais com aplausos da imprensa!

E nossos militantes disfarçados de jornalistas ainda repetem que nossas instituições estão funcionando perfeitamente. O editorial do Estadão diz que a “suspensão da abusiva medida provisória que alterava o Marco Civil da Internet é manifestação de que a Constituição está funcionando na proteção dos cidadãos”. Oi? Enquanto isso, tanto Ron DeSantis como Greg Abbott, governadores da Flórida e do Texas, aprovaram medidas para impedir a censura nas redes sociais.

As nossas instituições estão funcionando sim… para manter o povo de fora e preservar esquemas podres e privilégios da casta corrupta no andar de cima. Só se for isso!

Para piorar, o ex-ministro supremo Ayres Britto, em entrevista no Roda Viva, solta uma pérola que ilustra bem a mentalidade dessa turma: ele disse que, ao contrário da iniciativa privada, que vê quanto arrecada para saber quanto pode gastar, o setor público observa quanto precisa (ou deseja) gastar e aí parte para a arrecadação. É a típica mentalidade de abundância de recursos de quem fugiu da primeira aula de economia sobre escassez. É como se os recursos públicos brotassem do solo ou caíssem do céu.

Em linguagem clara e direta, o povo que trabalhe para bancar as lagostas supremas! E não ouse reclamar, pois poderá acabar preso! É ou não uma distopia de causar inveja em Orwell e Huxley?

GUSTAVO GAYER

A PALAVRA DO EDITOR

UM SAUDOSO E QUERIDO AMIGO

Na postagem que está imediatamente abaixo desta, na seção Correspondência Recebida, o fubânico João Araújo, mostra um vídeo muito interessante.

Um vídeo que integra uma campanha pra que a prefeitura do Recife escolha o compositor pernambucano Bráulio de Castro, nascido em Bom Jardim e autor de inúmeros sucessos, como o homenageado do carnaval do ano que vem, aqui da capital pernambucana.

O talentosíssimo Bráulio era um amigo muito querido que morava na minha estima e que encantou-se em junho passado.

Faz uma falta danada.

Bráulio de Castro, de boné vermelho, ao lado deste Editor, participando do programa Mesa de Bar, Rádio Jornal, em agosto de 2015

Ele e sua esposa Fátima costumavam vir aqui em casa, onde passávamos o dia inteiro curtindo músicas, conversando sobre tudo e sobre todos, e cimentando nossa grande amizade.

No carnaval de 2013, Bráulio de Castro compôs um frevo intitulado “Rincha Polodoro”, que foi gravado por Ivanildo Silva.

Bráulio utilizou o nosso jumento Polodoro, mascote desta gazeta escrota, como tema da composição.

No final, o Bráulio participa da gravação com sua voz.

Vejam no vídeo a seguir.

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

JOÃO ARAÚJO – MUNIQUE – ALEMANHA

Caros Amigos,

Quanto artista reunido!

Arretado!

Neste vídeo, eu trago uma mensagem rápida e dinâmica de dezenas de Artistas que fazem uma Campanha para a escolha do Homenageado do Carnaval de 2022.

Curta, compartilhe com os seus amigos e grupos e comente para fomentar a cultura popular.

Muita saúde a todos e até a próxima,

COLUNA DO BERNARDO

A PALAVRA DO EDITOR

UM MÊS BONITO E COLORIDO

Hoje, quinta-feira, 16, começa a segunda quinzena deste lindo e colorido mês de setembro.

Já se passaram 259 dias do ano de 2021 e faltam apenas 106 dias para o seu término

Um agradecimento e uma saudação especial para a leitora Valéria Szuster, e seu marido Joel, residentes em Maringá, no Paraná, leitores fiéis desta gazeta escrota.

Gratíssimo pela generosa doação que vocês fizeram pra ajudar na manutenção deste jornaleco imundo.

Aproveito a ocasião para também agradecer as doações feitas pela colunista Violante Pimentel e pelos leitores Marco A. Lins, Isabel Ribeiro e Lenilson Ayres. 

Chupicleide está aqui relinchando de alegria e felicidade, sabendo que, graças à generosidade de vocês, vai poder fazer seu vale semanal pra encher o rabo de aguardente.

Vocês são a força que mantém esta gazeta escrota nos ares e que cobrem as despesas com hospedagem e manutenção técnica feita pela empresa Bartolomeu Silva.

Vai voltar tudo em dobro na forma de paz, saúde, tranquilidade, harmonia e longa vida!!!

“Um beijo pra todos vocês, meus amores!!!”