DEU NO TWITTER

DEU NO TWITTER

LADRÃO CARA-DE-PAU

* * *

Este cabra safado, este cara-de-pau sem limites, este bandido de alto escalão, este ladrão com mandato, certamente deu ordens pra um seu assessor comprar o “presente”.

Com o dinheiro da rachadinha.

O próprio assessor tirou a foto.

E o canalha botou no Twitter hoje de tarde.

Não tem um pingo de vergonha no fucinho, um mínimo de senso do ridículo.

É phoda!!!

Aí eu aproveitei e já mandei pro e-mail dele (sen.omaraziz@senado.leg.br), uma foto do jegue Polodoro.

Informei que a pica do nosso jumento será o presente desta gazeta escrota pra enfiar no furico deste corrupto descarado.

No furico dele e no de todos os eleitores que votaram nele, para os quais o nosso mascote, o jegue Polodoro, vai rinchar agora.

Rincha, Polodoro!!!

PEDRO MALTA - A HORA DA POESIA

SONETO MATINAL – Bocage

Eram seis da manhã; eu acordava
Ao som de mão, que à porta me batia;
“Ora vejamos quem será”… dizia,
E assentado na cama me zangava.

Brando rugir da seda se escutava,
E sapato a ranger também se ouvia…
Salto fora da cama… Oh! que alegria
Não tive, olhando Armia, que arreitava!

Temendo venha alguém, a porta fecho:
Co’um chupão lhe saudei a rósea boca,
E na rompente mama alegre mexo:

O caralho estouvado o cono aboca;
Bate a gostosa greta o rubro queixo,
E a matinas de amor a porra toca.

Manuel Maria Barbosa du Bocage, Setúbal, Portugal (1765-1805)

J.R. GUZZO

A DITADURA DO BEM

Manifestantes exibem bandeiras de Getúlio Vargas

As manifestações de rua contra o presidente Jair Bolsonaro e a favor de valores democráticos têm sido, também, uma oportunidade para a prática impune da violência, a exibição de ignorância em volumes industriais e a pregação de propostas que defendem exatamente o contrário do que pode pretender um manifestante bem intencionado – como, por exemplo, a louvação em cartazes, bandeiras e palavrório, da pior ditadura que o Brasil já teve. Para espanto geral, a última concentração de rua ressuscitou, como herói do povo brasileiro e do “campo progressista”, ninguém menos que Getúlio Vargas.

Boa parte dos manifestantes nem sabe quem foi Getúlio; no máximo, é mais uma figura chata que os professores elogiam nas salas de aula, quando há aulas. Mas eis aí o homem outra vez, encarnando de novo uma das mentiras mais grosseiras da história do Brasil – a de que foi um herói da democracia, dos pobres e do progresso. Getúlio chegou ao poder por um golpe de Estado, em 1930; em 1937 criou uma ditadura, mais agressiva e descarada que a do Ato Institucional nº 5, que durou até ser derrubado em 1945. (Hoje, defender o AI-5 é considerado crime “contra a democracia”; defender o golpe de Getúlio é um gesto de “progressismo.”)

Em seu governo, uma ditadura primitiva chamada “Estado Novo”, Getúlio comandou uma repressão política feroz, mandou sua polícia secreta torturar, matar e exilar gente, censurou a imprensa como nenhum outro regime (no caso de O Estado de S. Paulo, simplesmente expropriou o jornal e nomeou interventores para dirigir suas operações), apoiou o nazifascismo e não realizou uma única eleição. Como pode aparecer em manifestações de rua, agora, transformado em santo padroeiro das lutas populares, da “esquerda” e dos que querem salvar o Brasil dos regimes totalitários?

Não houve uma única cobrança a respeito. O ministro Alexandre Moares e seus inquéritos contra “atos antidemocráticos” não deram um pio. Os comunicadores houveram por bem não comunicar nada de útil a respeito. É o Brasil de hoje. Cartaz a favor do regime militar de 1964 é crime. Cartaz a favor da ditadura de Getúlio e do seu Estado Novo é apenas uma homenagem à uma “figura histórica”, como o Duque de Caxias ou o Regente Feijó. Está valendo tudo, cada vez mais.

DEU NO TWITTER

VAI VOLTAR A PROPINAGEM

* * *

Marcelo Odebrecht, condenado a quase duas décadas de cadeia por grossa ladroagem durante os governos petralhas, celebrou com muita alegria esta declaração do ex-presidiário Lula.

Segundo apurou o Departamento de Fuxicos do JBF, a primeira coisa a ser revisada por Lula seria o percentual de propinas, atualmente estabelecido em 0%.

GUSTAVO GAYER

DEU NO TWITTER

COLUNA DO BERNARDO

DEU NO TWITTER

DEU NO TWITTER