DEU NO TWITTER

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

NACINHA – CUIABÁ-MT

Caro editor e leitores,

O dólar tem a menor cotação, Bolsa bate recorde, o PIB do trimestre é o maior, Caixa e BB tem o maior lucro da história, o Agro alimenta 1/5 do mundo, estradas, ferrovias, obras, o governo não para.

Sem roubo, sem corrupção.

Fora Bolsonaro, o resto é ladrão.

O Brasil administrado pelo meu Presidente Bolsonaro fervilha de progresso.

Nunca estivemos em situação tão boa. 🇧🇷

Enquanto isto, lá na França, Macron quis imitar Bolsonaro e se deu mal.

Ele tentou fazer como o nosso Mito, se misturar com o povo e ser carregado nos braços das pessoas, e levou um lindo tapa na cara.

Adorei!!!

Foi lindo, lindo, lindo!!!

PEDRO MALTA - A HORA DA POESIA

BARCOS DE PAPEL – Guilherme de Almeida

Quando a chuva cessava e um vento fino
Franzia a tarde tímida e lavada,
Eu saía a brincar, pela calçada,
Nos meus tempos felizes de menino

Fazia, de papel, toda uma armada;
E, estendendo o meu braço pequenino,
Eu soltava os barquinhos, sem destino,
Ao longo das sarjetas, na enxurrada…

Fiquei moço. E hoje sei, pensando neles,
Que não são barcos de ouro os meus ideais:
São feitos de papel, são como aqueles,

Perfeitamente, exatamente iguais…
– Que os meus barquinhos, lá se foram eles!
Foram-se embora e não voltaram mais!

Guilherme de Andrade de Almeida, Campinas-SP, (1890-1969)

DEU NO TWITTER

A PALAVRA DO EDITOR

BADALAÇÃO NACIONAL

O fato assucedeu-se ontem, terça-feira, dia 8.

Foi no programa Alerta Nacional, transmitido pela Rede TV e comandado pelo meu conterrâneo Sikêra Jr., um cabra caceteiro, irreverente, destemido e sem papas na língua.

Vejam só o que ele falou:

Sikêra esta se referindo a um poema de autoria da talentosa palmarense Elis Alves, intitulado O Engenho, no qual ela conta a vida dele, desde o nascimento até os dias de hoje.

Poema que foi gravado por Jessier, naquele seu estilo peculiar de fazer declamações, e que já remeti pra Sikêra.

Foi por conta dessa declamação de Jessier que ele diz que chegou às lágrimas.

A gravação será oportunamente divulgada aqui nesta gazeta escrota.

Já é a segunda vez neste mês de junho que este cabra fala do meu nome no programa dele.

Eu ficho ancho que só a peste!!!

E me amostrando, feito estou fazendo agora nessa postagem pros leitores fubânicos.

Agora vou passar a andar de nariz empinado no elevador pra me amostrar pros meus vizinhos.

DEU NO TWITTER

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

MAURÍCIO ASSUERO – RECIFE-PE

Prezado Editodos,

o Cabaré do Berto vai receber uma pessoa fantástica. Nascida no Rio Grande do Norte, radicada em Recife, Colly Holanda é o retrato da alegria incorporada.

Talentosa escritora com diversos livros didáticos publicados.

Geógrafa, trabalhou na Sudene por 30 anos e vai falar para os cabarelistas bertianos mais do O Pinto Pelado.

O encontro, mais pontual do relógio suiço, será das 19h30 às 20h30, nesta quarta-feira, 09/06.

Para participar basta clicar aqui.

Por favor, faça o fuxico por aí e que venham todos participar.

Abraços

R. Fuxico feito, meu caro amigo.

Teremos hoje mais um prazeroso encontro semanal reunindo a nossa buliçosa patota, presidido e comandado por você.

Isto graças ao seu talento como criador da plataforma onde o encontro das quartas-feiras se realiza.

Sete e meia da noite estaremos reunidos pra apreciar, ao vivo e a cores, a palestra da talentosa Colly Holanda, com a participação de fubânicos de todas as partes do Brasil

Até lá!!!

* * *

COLLY HOLANDA, Geógrafa, Escritora, Promotora Cultural e Intérprete. É associada à União Brasileira de Escritores – UBE; Rede de Associados Letras & Artes – LETRART; Academia Internacional de Literatura e Artes – AILA; Associação Literária e Artística de Mulheres Potiguares – ALAMP; Sócia correspondente da ALGV – Academia Literária de Goiás Velho; Academia Palmarense de Letras – APLE; Academia de Letras, Música e Artes de Salvador – ALMAS; Academia de Artes, Letras e Ciências de Olinda- AALCO; Sociedade dos Poetas Vivos de Olinda – SPVO; Academie Luminescense de France; Núcleo Acadêmico de Letras e Artes de Portugal – NALAP. Participou da Oficina de Cordel de Madalena Castro. Seu primeiro livro publicado foi aos 70 anos “Reflexos da Memória“ , publicou 7 livros, infanto juvenil para os leitores do Ensino Fundamental. Participa de 21 Antologias com diversos escritores. Recebeu vários troféus, medalhas e Certificados pelo seu desempenho na Cultura Nordestina Brasileira. Ama escrever para os leitores mirins e seu maior orgulho é saber que alguns de seus livros estão nas Escolas Brasil afora.

COLUNA DO BERNARDO

DEU NO TWITTER

MALABARISMO REDACIONAL

 * * *

Essa babaquice aí de cima foi publicada hoje, dia 9 de junho.

Tão vendo a que ponto chegou a degradação da grande mídia oposicionista e funerária???!!!

O zisquerdista descerebrado que dá expediente na redação da Faia escreveu que a economia “despiora”, ao invés de dizer que ela “melhora”.

A cretinice atingiu o máximo nesse malabarismo escrivinhatório do caralho.

Dólar baixando, bolsa batendo recordes, PIB nas alturas e a economia bombando.

Mas pra esses felas-das-putas, a economia apenas “despiorou”.

E ainda complementam a notícia dizendo que as vendas no comércio cresceram “além do esperado”.

Na certa, as vendas cresceram bem mais, muito mais, do que estes babacas esperavam.

Eles torciam pra que as vendas caíssem e pra que houvesse falência no comércio de todo o Brasil.

Pra botar a culpa no governo federal, claro.

O jumento Polodoro já está com a pajaraca toda embebida em vaselina.

Ele está só esperando cruzar com esses tabacudos das redações da mídia mentirosa e funéria pra enrabar um por um.

Não vai ficar uma só prega inteira no furico de todos eles!!!

“Os rabos de vocês  vão des-piorar muito quando eu enfiar a minha pica”

FALA, BÁRBARA !