DEU NO TWITTER

DEU NO TWITTER

PEDRO MALTA - A HORA DA POESIA

VANDALISMO – Augusto dos Anjos

Meu coração tem catedrais imensas,
Templos de priscas e longínquas datas,
Onde um nume de amor, em serenatas,
Canta a aleluia virginal das crenças.

Na ogiva fúlgida e nas colunatas
Vertem lustrais irradiações intensas
Cintilações de lâmpadas suspensas
E as ametistas e os florões e as pratas.

Como os velhos Templários medievais
Entrei um dia nessas catedrais
E nesses templos claros e risonhos …

E erguendo os gládios e brandindo as hastas,
No desespero dos iconoclastas
Quebrei a imagem dos meus próprios sonhos!

Augusto de Carvalho Rodrigues dos Anjos, Cruz do Espírito Santo, Paraíba (1884-1914)

AUGUSTO NUNES

O COVIDÃO RONDA A CPI

Em 25 de maio de 2005, uma sessão conjunta do Congresso Nacional instaurou a Comissão Mista Parlamentar de Inquérito concebida para devassar uma rede de pagamento de propinas localizada nas catacumbas dos Correios. Num vídeo gravado clandestinamente, divulgado dias antes, um diretor da estatal, Maurício Marinho, aparecera embolsando um punhado de cédulas enquanto descrevia a dois empresários o funcionamento da patifaria supostamente gerida pelo deputado federal Roberto Jefferson.

Presidente do PTB e aliado do governo Lula, Jefferson Irritou-se com o apoio de parlamentares do PT à criação da CPI, e consumou em 6 de junho o prometido contragolpe. Numa entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, revelou que os parceiros da base governista recebiam mesadas patrocinadas pelo PT. Foi assim que a CPI dos Correios entrou para a história rebatizada de CPI do Mensalão – o maior caso de corrupção da primeira década do século.

No momento, a CPI da Covid tem feito barulho concentrada nas denúncias de pecados e irregularidades atribuídos ao governo Bolsonaro. Minoritários na CPI, aliados do Planalto resolveram mudar o alvo do bombardeio – e vêm ampliando rapidamente o acervo de crimes cometidos por governadores e prefeitos contemplados com gordas verbas destinadas ao combate à pandemia de coronavírus.

O plano é tornar inevitável a investigação de bandalheiras bilionárias que envolvem desvios de dinheiro destinado à saúde, gastanças com hospitais de emergência que nem foram inaugurados e compras superfaturadas sem licitação. Nessa hipótese, o que Renan Calheiros chama de CPI da Covid se transformará na CPI do Covidão. E o país ainda convalescendo do Mensalão e do Petrolão será confrontado com o terceiro grande escândalo do terceiro milênio.

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

COLUNA DO BERNARDO

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

MAURÍCIO ASSUERO – RECIFE-PE

Prezado Editodos,

o Cabaré, mambembe, do Berto, vai sair de terras potiguares para passear pelas bandas do Ceará.

Com a intervenção providencial do fuxiqueiro Neto Feitos, vamos contar nesta quarta feira, 26/05, com o poeta cearense Marlon Torres.

O cabra é pra lá de bom e vai fazer desse cabaré uma noite festiva.

Marlon vai falar do que quiser, até da vida de Neto de Feitosa!

Avise aos fubânicos para não perder essa oportunidade de rir e se informar.

Para participar basta clicar aqui.

Das 19h30 às 20h30.

Segue um vídeo de Marlon onde a gente percebe a sensibilidade e o talento do poeta.

Maurino, como o prefeito de Paulo Afonso proibiu sair nas ruas depois das 18h, chegue mais cedo para limpar o cabaré.

Traga a trena para medir o palmo dos chegantes e abunde-se numa cadeira confortável porque semana passada você sentou naquele carvalho sem vê….

Até lá….

R. Convocação feita, meu caro gerente do Cabaré mais badalado deste país.

Você é um administrador de grande competência.

Parabéns!

Às sete e meia da noite toda a patota fubânica vai se encontrar por lá.

Até mais tarde.

E vamos ao vídeo que você nos mandou, com o poeta cearense Marlon Torres:

FALA, BÁRBARA !

DEU NO TWITTER

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

HEBER – JABOATÃO DOS GUARARAPES-PE

Até que tentou imitar a motociata!

R. Caro leitor, gostei muito da cor azul deste monte de viaturas policiais.

Pela quantidade delas aí neste foto, acho que dá pra levar algemados todos os integrantes que compõem a gerência do estabelecimento de propriedade do Lula.

Este armazém chamado PT.

E, em falando de Lula, a figura principal da imagem que você nos mandou, eu me lembrei de outra coisa.

Veja só este comentário que está abaixo transcrito.

Um comentário antológico e digno de registro.

Ele foi postado por um militante petista num vídeo gravado por Lula.

Um vídeo que teve uma audiência tão baixa que chega faz vergonha até pra quem não tem vergonha feito Lula.

Veja só a apreciação feita pelo petralhinha: