PEDRO MALTA - A HORA DA POESIA

NATAL – Manuel Bandeira

Penso em Natal. No teu Natal. Para a bondade
A minh’alma se volta. Uma grande saudade
Cresce em todo o meu ser magoado pela ausência.
Tudo é saudade… A voz dos sinos… A cadência
Do rio… E esta saudade é boa como um sonho!
E esta saudade é um sonho… Evoco-te… Componho
O ambiente cuja luz os teus cabelos douram.
Figuro os olhos teus, tristes como eles foram
No momento final de nossa despedida…
O teu busto pendeu como um lírio sem vida,
E tu sonhas, na paz divina do Natal…

Ó minha amiga, aceita a carícia filial
De minh’alma a teus pés humilhada de rastos.
Seca o pranto feliz sobre os meus olhos castos…
Ampara a minha fronte, e que a minha ternura
Se torne insexual, mais do que humana, – pura
Como aquela fervente e benfazeja luz
Que Madalena viu nos olhos de Jesus…

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

MAURÍCIO ASSUERO – RECIFE-PE

Ilustre Editodos:

por favor comunique aos leitores e colunistas do JBF que, devido ao Natal, a reunião do Cabaré do Berto acontecerá nesta terça feira, das 19h30 às 20h30.

Teremos a satisfação de ouvir o Papa Berto (veja bem: não é o papa aberto!) deitando falação sobre o grande Orlando Tejo.

Para participar basta clicar aqui e entrar na reunião.

Gostaria de avisar aos presepeiros de sempre que Papai Noel usava rena, e não viados, pra puxar o trenó, então cuidado com a fantasia.

Abraços.

R. Pois é,  meu caro diretor dessa magnífica assembleia semanal: hoje vai ser meu dia de deitar falação.

Vocês me escalaram, e eu cumpro direitinho o que a turma manda.

Como você bem disse, ao invés de ser na quinta-feira, a reunião foi antecipada pra hoje, terça-feira, por conta do Natal.

Será um prazer enorme conversar sobre o meu querido e saudoso amigo Orlando Tejo, um ícone da cultura nordestina, autor do magnífico livro “Zé Limeira, O Poeta do Absurdo”.

Espero contar com a presença e a força de todos os nossos amigos da patota fubânica.

As 7:30 da noite começa o desmantelo.

Até mais tarde!!!

Este Editor ao lado de Orlando Tejo, anos 90, em Brasília

COLUNA DO BERNARDO

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

DEU NO JORNAL

É SÓ REZAR

O Prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), foi preso na manhã desta terça-feira (22).

Trata-se de uma ação conjunta entre a Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro.

* * *

A manchete diz que ele foi “pego de pijamas”.

Ainda bem.

Se estivesse de cuecas, com a pajaraca à mostra, o desmantelo seria bem maior.

Bom, o fato é que a fila fluminense está andando.

Depois da enorme quantidade de governadores enjaulados, agora chegou a vez dos prefeitos.

O eleitorado do Rio de Janeiro adora dar serviço pra polícia.

O fato é que Crivella não precisa apelar pro Gilmar pra ser solto.

Como ele é pastor da Igreja Universal, é só fazer uma reza forte que será liberto ainda hoje.

COLUNA DO BERNARDO

CHARGE DO SPONHOLZ

DEU NO JORNAL

SORRISO AJEGALHADO

Xuxa Meneghel abriu o coração ao falar sobre Junno Andrade, em entrevista ao colunista Leo Dias, do site Metrópoles, na última segunda-feira.

“Eu nunca imaginei alguém que ficaria tão dependente de alguém. Eu não consigo mais me imaginar sem esse cara. Eu quero ele para o resto da minha vida”, disse ela.

E completou: “Estou sendo muito bem comida”.

* * *

Li essa notícia aí de cima pro nosso estimado mascote, o jumento Polodoro.

E ele fez um misterioso ar de riso.

Num entendi mesmo a razão porque ele ficou sorrindo…

JESUS DE RITINHA DE MIÚDO

…E VOCÊ NÃO CHEGA MAIS

Enquanto solto os meus ais
Sua chegada aguardando
Sinto o meu peito apertar
Sinto meus olhos chorando
Sinto que eu estou perdido
Porque não tenho sentido
Que você está chegando.

Enquanto fico esperando
Chegam dores abissais
Chegam tantos pesadelos
Chegam lágrimas brutais
Pois, dentro desse enredo
A saudade chega cedo
E você não chega mais.

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

ROMILDO – JOÃO PESSOA-PB

Prezado Berto,

Olha só o que um certo Eliabe Castor opinou no site PB-AGORA.

É sobre o novo decreto do Governador da Paraíba para conter o vírus chinês no estado.

Agora lascou!

R. Meu caro, o que eu gostei mesmo, nessa imagem que você nos mandou, foi da testa do colunista Eliabe: ampla, panorâmica, linda!!!

O cabra é muito gracioso.

Agora, veja só: o ponderado e isento jornalista paraibano escreveu que o presidente do Brasil é “um ex-milico desajustado“.

Se um cabra “desajustado” consegue ser eleito com a incrível marca de mais de 57 milhões de votos, isto significa que a legião de doidos, abilolados e desajustados deste país atingiu uma quantidade fantástica.

Tem psicopata que só a porra com título de eleitor neste país macunaímico.

Vôte!!!