DEU NO TWITTER

PEDRO MALTA - A HORA DA POESIA

A E I O U – Alphonsus de Guimaraens

À memória de Artur Rimbaud

Manhã de primavera. Quem não pensa
Em doce amor, e quem não amará?
Começa a vida. A luz do céu é imensa…
A adolescência é toda sonhos. A.

O luar erra nas almas. Continua
O mesmo sonho de oiro, a mesma fé,
Olhos que vemos sob a luz da lua…
A mocidade é toda lírios. E.

Descamba o sol nas púrpuras de ocaso.
As rosas morrem. Como é triste aqui!
O fado incerto, os vendavais do acaso…
Marulha o pranto pelas faces. I.

A noite tomba. O outono chega. As flores
Penderam murchas. Tudo, tudo é pó.
Não mais beijos de amor, não mais amores…
Ó sons de sinos a finados! O.

Abre-se a cova. Lutulenta e lenta,
A morte vem. Consoladora és tu!
Sudários rotos da mansão poeirenta…
Crânios e tíbias de defunto. U.

Alphonsus de Guimaraens, Ouro Preto-MG (1870-1921)

DEU NO TWITTER

AUGUSTO NUNES

NEURÔNIO ESTATIZADO

Dilma explica por que acha ruim o que é bom para o Brasil

“Esta riqueza será entregue a empresas privadas, inclusive estrangeiras. Um crime contra a soberania e o povo brasileiro. Ação criminosa e perversa, pois a água está sendo essencial no enfrentamento do (sic) covid-19, e será fundamental contra qualquer vírus que no futuro ameace a gente. A água não pode ter dono”.

Dilma Rousseff, em entrevista ao site do PT, explicando que o saneamento básico deve continuar nas mãos do Estado para que o Estado continue sem fazer nada pelo saneamento básico, como aconteceu durante os 13 anos em que o Brasil foi governado por Lula e Dilma Rousseff.

* * *

POSTE SABIDO

Haddad promove a instrumento de defesa da democracia o que foi rebaixado a “golpe” quando aplicado a Dilma Rousseff

“Esse senhor que ocupa a presidência da República, ele ofende a saúde pública, ofende as instituições democráticas de uma forma tal que está completamente tipificado (sic) como crime de responsabilidade, previsto na Constituição (…). Nesse momento ele se encontra acuado, Queiroz está preso e ameaça delatar todo o clã Bolsonaro. Mas se essa figura se recupera, não tenham dúvida de que ele não poupará esforços no sentido de afrontar a democracia brasileira”.

Fernando Haddad, sem ocupação conhecida desde o fiasco das urnas de 2018, explicando que o mesmíssimo impeachment que foi “golpe” quando aplicado a Dilma é apenas um instrumento de defesa da democracia se o alvo for Jair Bolsonaro.

CHARGE DO SPONHOLZ

COLUNA DO BERNARDO

DEU NO JORNAL

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CÍCERO TAVARES – RECIFE-PE

Mestre Berto

Segue um vídeo do genial Falcão cantando uma pérola musical de sua autoria dançante e contagiante, ao lado de crianças alegres, para espantar o horror da pandemia do coronavírus, que está afetando mente sã e corpo são do povo, e tocando o terror.

Como o Jornal da Besta Fubana comporta tudo que é escrotidão política (olha a redundância!), serviços e desserviços de utilidade pública, comerciais de óleo de peroba sem fins lucrativos, “debatebocas” entre os pares dos tribunais judiciais e não judiciais, como nas sessões espirituais de descarregos do Supremo Tribunal Federal, o mais aético e acanalhado puteiro do Brasil, nada mais saudável do ouvir mais essa pérola do genial filho de Pereiro (Ceará), uma ode ao otimismo que há de vir, após passar essa pandemia que está trancando o povo em casa e assustado como se fosse gado no curral, a espera do abate.

Segue o clipe de “Vai dar Certo” para alegrar nosso espírito.

DEU NO JORNAL

UM MINISTRO QUE OBRA MUITO

* * *

Essa manchete aí de cima é de fevereiro de 2017. 

Trata-se de uma matéria da Folha de São Paulo, informando que um livro de direito da autoria do atual supremado Alexandre de Moraes continha trechos idênticos à obra de um jurista espanhol.

Ele copiou e botou os trechos na sua obra sem citar a fonte.

Alexandre de Moraes, como vocês já sabem, é aquele juiz implacável que condena com rigor quem comete ilícitos gravíssimos.

Condena, por exemplo, o fato de alguém ser jornalista. Um crime de alta periculosidade nos dias de hoje.

Pois isso aí de cima, repito, deu na Folha.

A Folha é aquele jornal que atualmente…

Bom deixa pra lá. Vocês já sabem.

Quem quiser ler a matéria completa, é só clicar aqui.

Vamos voltar ao que eu queria dizer.

Quando li na manchete a frase “obra de Alexandre de Moraes”, me lembrei do sentido nordestino que é dado à palavra “obra”.

Obra é o mesmo que merda.

Se alguém obrou, é o mesmo que dizer que este alguém cagou.

Quando o sujeito diz “Vou ali obrar”, ele está querendo dizer que está indo cagar. 

E já sai peidando!

Quem for no Dicionário de Sinônimos Online, vai encontrar estes significados para a palavra “obrar”:

De modo que uma manchete que fale da “Obra de Alexandre de Moraes“, ela está se referindo à “merda de Alexandre de Moraes”.

Uma coisa que, tendo em vista os acontecimentos dos últimos dias, é perfeitamente coerente, lúcida, válida e inserida no contexto!

Não se esqueçam-se-vos:

Esta gazeta escrota também é cultura.

Temos até mesmo cultura jurídico-indígena!!!

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

JOÃO ARAÚJO – MUNIQUE – ALEMANHA

Salve meu Caro Berto,

Bom dia com Poesia!

Compartilho o primeiro episódio sobre o poeta nordestino Aderaldo Ferreira de Araújo (o famoso Cego Aderaldo) e conto aqui a resposta certeira que ele deu, quando perguntaram para ele o porquê dele não ter se casado.

E para os leitores que quiserem acessar o link de inscrição no meu canal é só clicar aqui

Obrigado, muita saúde, um forte abraço a todos e até a próxima declamação.