DEU NO TWITTER

DONA PEPPA DESPENCOU

Joice Hasselmann acaba de perder a liderança do PSL.

O partido a destituiu pelos ataques ao presidente Bolsonaro onde a maioria não fazia sentindo e por estar se alinhando a movimentos de esquerda como PSol e MBL.

PSL precisa de paz com o Planalto, dizem os deputados do PSL

* * *

DEU NO TWITTER

ALEXANDRE GARCIA

PEDRO MALTA - A HORA DA POESIA

EXORTAÇÃO – Maria Braga Horta

Alma inquieta e sem rumo, sem morada
dentro do próprio ser, que te acontece?
Para onde vais? Que buscarás na estrada
onde o esplendor do sol desaparece?

Que desejas colher nessa encantada
terra de sonhos? Que dourada messe
supões haver na senda extraviada
onde nem mesmo o sonho permanece?

Olha em torno de ti. Volta e procura
em ti mesma o caminho da ventura
que andas buscando sem saber se existe…

Encontrando-te, enfim, terás a glória
de tornar a existência transitória
mais serena, mais terna, e menos triste.

Maria Braga Horta, Muriaé-MG (1913-1980)

Maria Braga Horta é mãe dos colunistas fubânicos Anderson Braga Horta e Goiano Braga Horta.

PERCIVAL PUGGINA

QUEM SABE LEVAMOS ESTE PAÍS A SÉRIO?

Instalou-se no Brasil um estresse político que, mantido, conduzirá a um final infeliz. Ou seja, a tensão está aumentando e arrastando a nação a um estágio cada vez mais crítico. Não haverá solução boa pelo caminho das picuinhas e da crescente violência verbal e comportamental.

O quadro é alarmante. Chega-se ao fim de cada dia abastecido de notícias que amplificam os sentimentos de pânico, medo, revolta, e de uma raiva que arde no peito e clama pelo mau lenitivo chamado… vingança. Na política, passada a régua nessa conta, comprou-se por cem um estresse que talvez não valesse vinte. De outro lado, epidemia de temores é abastecida com dose diária de notícias alarmantes em que recordes são batidos e barreiras ultrapassadas, como se estivéssemos numa olimpíada funesta do obituário internacional.

O povo, que tanto agita os fantasmas mentais de alguns senhores da Suprema Corte, não tem culpa alguma na instabilidade política do país. O povo, o soberano povo, é vítima. É dele o desemprego, o prato magro do pouco alimento, o teto perdido, o lazer impossível, o beco sem saída, a esperança perdida, os longos dias vazios e as ainda maiores noites de insônia. Todos esses apertos passam longe, bem longe dos que exibem a musculatura do respectivo poder enquanto se encaram com aquele olhar gentil com que os boxeadores esquentam hormônios para a luta.

Muitos titulares de poder de Estado talvez se sentissem melhor se o povo se recolhesse em isolamento sanitário horizontal, em isolamento político vertical e num lockdown acústico de onde sequer suas vozes fossem ouvidas. No entanto, as manifestações populares estão salvando a democracia enquanto os poderes se provocam, rixam, e disputam supremacia onde deveria haver independência e harmonia.

Por longos meses, o governo vitorioso nas urnas buscou escorar-se no povo, com o qual Bolsonaro tem conexão incomum. No entanto, à medida que preservava o estilo e os laços com o povão, indispensáveis para manter suas salvaguardas no tabuleiro da política, ele perdia apoiadores naquela parcela da elite que votou nele, mas nunca o acolheu muito bem. Prefeririam, esses, um conservador estilo britânico, tipo Stanley Baldwin, ou seja, um Bolsonaro gentleman, que nunca existiu. Seu apoio perde vigor entre aqueles que, vendo as dificuldades enfrentadas pelo governo esperam dele uma atitude impossível. A atitude possível, perfeitamente possível, é dar o primeiro passo no rumo certo.

Muitas vezes, ao longo dos anos, ouvi dizer que “o Brasil é maior do que a crise”, e tem sido. No entanto, se mais estável, com instituições melhores, seria um país melhor para seus filhos. Este é o país de Bonifácio, de Nabuco, de Caxias, de Pedro II, de Mauá. Não será derrotado num conflito de picuinhas! As urnas falaram alto em 2018 e exigem respeito, principalmente daqueles, tão poderosos e arrogantes, que a ninguém julgam dever respeito. Zele Deus por esta sua nação.

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

MARCOS ANDRÉ – RECIFE-PE

É o que venho alertando há algum tempo.

Se nós, simples palpiteiros mortais, estamos sabendo, é lógico que o serviço de inteligência do gabinete do planalto, sabe.

O plano e derrubar Bolsonaro/Mourão.

A roleta política tá girando. Façam suas apostas, senhores!

É dá um freio de arrumação antes do choque… ou um conserto(contragolpe) logo em seguida…

Eu aposto na ficha verde amarela -17

DEU NO JORNAL

O SANTO BARBUDO SABE DE TUDO

O pé-atrás de Lula em relação ao grupo “pró-democracia”, que usa preto e agride adversários, como os “camisas negras” na Itália fascista, mostra que o “Velho”, como o chamam, não sabia que o grupo é obra do PT.

* * *

Hum… sei não…

Duvido muito, mas muito mesmo, que ocorra qualquer coisa dentro do estabelecimento que é de propriedade do ex-prisioneiro que ele não saiba.

O cabra que redigiu essa nota aí em cima não conhece os rígidos princípios teológico-divinais que regem o bando petêlho, com seus crentes sempre carregando Lapa-de-Corrupto num andor.

O luleiro fubânico Ceguinho Teimoso que o diga.

COLUNA DO BERNARDO

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

LUIZ ANTÔNIO BERTO – BRASÍLIA-DF

Oi Pai,

Tudo beleza?

Segue aí o vídeo e as informações a respeito da Jornada sobre a qual conversamos por telefone.

Espero que os leitores do Jornal da Besta Fubana possam aproveitar.

Tem muita coisa boa e forma gratuita de participação!

Beijo, paizão!!

R. Que bom você estar por aqui, filho amado, filho querido, meu filho zen, dedicado à sua pacífica e envolvente filosofia de vida, aninhado dentro do meu coração com muito amor e ternura.

Você, embora já cinquentão desde março passado, continua sendo meu garotinho, meu fofinho que, desde pequeno, adorava conversar e trocar ideias com esse papai coruja.

A seguir, está transcrito o vídeo e o texto que você nos mandou. 

Vou torcer para que uma boa quantidade dos nossos leitores se cadastrem na sua página e topem participar do projeto Festas que Curam. 

Um beijão do papai e muito sucesso, meu amor!!!

* * *

A humanidade tem sido chamada para um grande despertar.

Aproveitando este momento, o Festas que Curam, (meu projeto… 🙂) lançou uma Jornada de 40 dias com conteúdos e práticas de transformação, resgate pessoal, autoconhecimento, alfabetização emocional e cura das relações.

Tem opção de um *Voo Solo guiado Gratuito*, com conteúdos e indicações valiosas e também oportunidade de uma Jornada com acompanhamento do Coletivo Festas que Curam, inclusive com Rodas Online de trabalhos, onde você poderá participar ao vivo levando seu processo terapêutico pessoal e muito mais.

Será no período de 8 de junho a 17 de julho.

E já está funcionando a fase de preparação, com conteúdos abertos muito bons, como a Medicina/Magia dos 4 Elementos, primeiros passos de EFT (Alfabetização & Harmonização Emocional).

Entre agora para conhecer clicando em Jornada Novos Tempos e garanta a oportunidade de inscrição no Módulo Gratuito que será encerrada em breve.

Está tudo muito bem explicado e intuitivo.

De qualquer forma, se os leitores do JBF tiverem alguma dúvida, podem entrar em contato diretamente comigo:

Luiz Antonio Berto – (61) 9-9961-0877 – Whatsapp

CHARGE DO SPONHOLZ