PEDRO MALTA - A HORA DA POESIA

OS VERSOS QUE TE DOU – J. G. de Araújo Jorge

Ouve estes versos que te dou, eu
os fiz hoje que sinto o coração contente
enquanto teu amor for meu somente,
eu farei versos…e serei feliz…

E hei de fazê-los pela vida afora,
versos de sonho e de amor, e hei depois
relembrar o passado de nós dois…
esse passado que começa agora…

Estes versos repletos de ternura são
versos meus, mas que são teus, também…
Sozinha, hás de escutá-los sem ninguém que
possa perturbar vossa ventura…

Quando o tempo branquear os teus cabelos
hás de um dia mais tarde, revivê-los nas
lembranças que a vida não desfez…

E ao lê-los…com saudade em tua dor…
hás de rever, chorando, o nosso amor,
hás de lembrar, também, de quem os fez…

Se nesse tempo eu já tiver partido e
outros versos quiseres, teu pedido deixa
ao lado da cruz para onde eu vou…

Quando lá novamente, então tu fores,
pode colher do chão todas as flores, pois
são os versos de amor que ainda te dou.

DEU NO TWITTER

FALA, BÁRBARA !

A PALAVRA DO EDITOR

DEU NO JORNAL

TAXA DE ASSASSINATOS

Em 2019, primeiro ano do governo Bolsonaro, o Brasil registrou o menor número de assassinatos desde o início da série histórica, em 2007, segundo dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

* * *

Eu acho que tem uma taxa de assassinatos que deveria crescer.

Aquela que registra cancelamentos de CPF entre os próprios bandidos.

As famosas guerras de quadrilha.

Matai-vos uns aos outros!!!

CHARGE DO SPONHOLZ

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CÍCERO TAVARES – RECIFE-PE

Caro editor Luiz Berto:

Segue o clipe oficial do frevo fuleiragem dois mil e vinte “A Humanidade Dos Animais”, cantada por Falcão e Tom Cavalcante, onde os cachorros e os macacos comem suas parceiras em plena luz do dia, despudoradamente.

Tem a cara do Jornal da Besta Fubana, que dá (êpa!) publicidade aos salamaleques do papa Chiquinho Cara de Bundão e o condenado Luiz Inácio Lula da Silva, o maior chefe de quadrilha da história da humanidade.

AUGUSTO NUNES

DEU NO JORNAL

DEU LADRÃO NO VATICANO

Guilherme Fiuza

Querido diário, você não vai acreditar. Sabe de onde eu tô saindo? Do Vaticano, camarada! Abençoado pelo Papa! Quer dizer: muito mais que isso. Abençoar, ele abençoa uma porrada de gente. Eu tô saindo de uma REUNIÃO com o Papa, querido diário. Reunião contra as injustiças sociais! Não é lindo?

Porra, fala sério: quem tinha razão era o Obama. Eu sou o cara! Vou te confessar: até hoje eu ainda tinha um pouquinho de dúvida. Mas agora acabou: roubei um país inteiro, enchi de grana os meus filhos, os meus amigos, os meus correligionários e os meus donos (e os meus bolsos, que não sou otário) e tô aqui, no Vaticano, abençoado pelo Papa! Sou ou não sou o cara?

E esse Papa, que tem até filme dizendo que ele é bonzinho mesmo, tá rindo do meu lado na foto que o mundo todo tá vendo agora. Chupa, Moro! Tu achou que eu só tinha o STF, a OAB, a MPB e a PQP? Perdeu, fascista! O Papa é meu! Ahahaha. Vou ligar agora pro Marcelo Odebrecht e avisar que vocês vão tudo pro inferno. De repente arrumo até uma obra pra Odebrecht aqui no Vaticano. Vou falar pro companheiro Francisco botar um estádio que nem o do Corinthians ali naquela praça, que não tem porra nenhuma lá. O Papa é argentino, mas é gente boa. Se eu mandar fazer um Itaquerão aqui ele vai querer me canonizar na hora.

Mas eu não quero isso, não. Canonizar pra quê? Eu já sou santo na Folha, na ONU, no Oscar… Tá mais que bom. Prefiro que ele bote o meu nome no estádio. O Monumental do Lula. Basta isso, não quero muita coisa, não. Quer dizer: vou falar pro Marcelo botar uma estátua minha na entrada. É o mínimo. Talvez eu nem precise pedir. Lá no sítio foi assim, um dia eu cheguei e tava lá os pedalinhos com o meu nome. Você vê o que é a sensibilidade de um empreiteiro sério.

O problema aqui é que o Francisco é orgulhoso pra cacete e vai querer estátua também. Vou ter que falar pro Marcelo aumentar o orçamento. Estátua de Papa é caro. Quero ver os menudos lá do Moro reclamarem. Mando logo excomungar. Agora o papo é outro, fascistada. Fica aí com as leizinhas de vocês que agora eu tô com a lei divina. Ajoelha pra falar comigo, seus ratos. Para de graça pro meu lado que eu arrumo ingresso pra vocês quando o Corinthians vier jogar aqui no Vaticano. Se vocês arquivarem meus dez processos arranjo passagem e hotel também.

Mas vou logo avisando que aqui é tradição, não é essa zona daí, não. Quando passar pela minha estátua tem que parar, juntar as mãos e agradecer. Logo depois da minha vai ter a do Papa. Pode agradecer também. Se se distrair não tem problema, porque quem mandou fazer o estádio fui eu. O Marcelo ajudou, mas tu acha que ele ia arrumar essa obra se eu não fosse abençoado pelo homem?

Acho até que vou voltar lá agora e falar logo com o companheiro Francisco sobre o Itaquerão da Santa Sé. A gente perdeu muito tempo falando de injustiça social, fome, ódio… Vou te falar que pra mim, aqui na minha maneira de ver, foi até uma pauta meio equivocada pra um momento de tanta felicidade. Aqui é tudo assim meio pra baixo, com todo o respeito.

Sua Santidade tinha que ver como era o Palácio do Planalto na minha época. Tá aí, vou trazer um pouco dessa alegria pra cá. Dilma, Gleisi, Erenice, Rosemary… Vou dar uma sacudida nisso aqui. Na minha opinião o Francisco tá de saco cheio. Não viu ele distribuindo tabefe por aí? Conheço o ser humano, tá precisando de uma tumultuada. Vou botar logo Maria do Rosário na comissão de frente. Aí vem MST, CUT, aquele fanfarrão do PSOL que não é ex-BBB mas tem muito mais presença que o Wyllys, que só cuspia. Enfim, uma rapaziada alegre pra fazer o esquenta, depois vai todo mundo encher a cara no Itaquerão. Duvido que depois disso o Francisco não pare de dar tapa nos outros.

Vou quebrar essa pra ele porque esse cara também sempre me ajudou. Foi ele que começou com aquela história de que o impeachment da Dilma era golpe. Foi emocionante ver um Papa cancelando a visita ao Brasil pra reclamar da perseguição que tirou a nossa quadrilha do palácio. Na época ele declarou que tava “triste”! Ahaha. É gênio.

Ah, não posso esquecer de falar pro Marcelo construir uma passarela direto do palácio do Papa pro Monumental do Lula. Já pensou? Eu e o Francisco andando por cima da multidão toda espremida – ele acenando para os fiéis e eu acenando para a Fiel? Dois Papas! Aí sim a gente leva a estatueta. Vou ligar pra Petra.

DEU NO TWITTER