DEU NO JORNAL

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

VALÉRIA FERNANDES – GOVERNADOR VALADARES-MG

Caro Editor,

Minha contribuição para a melhor gazeta do Brasil.

Parabéns pelo excelente trabalho!

Bom dia

“Você transformou a casa do meu pai em uma caverna de ladrões. Recebeu até o condenado Lula. Isto é um absurdo!!!”

J.R.GUZZO

NINGUÉM CONCENTRA MAIS RENDA NESSE PAÍS DO QUE A NOBRE CASTA DOS “PARASITAS”

Em poucos países do mundo se faz tanto barulho e se fala com tanta indignação contra a concentração de renda como no Brasil. Ao mesmo tempo não existe, possivelmente, nenhum outro onde os concentradores de renda sejam tão protegidos como aqui. Mais que isso: são considerados vítimas, e estão sempre no primeiro lugar da fila dos que vivem pedindo dinheiro ao Tesouro Nacional.

Não são os ricos propriamente ditos – uma parte desses concentra renda até dormindo, pois as suas atividades não podem ser exercidas, nem que eles queiram, sem sugar os recursos da maioria. Ponha aí a turma que vive dos juros da dívida pública, os fornecedores do governo, os operadores de monopólios e cartéis.

Os concentradores de renda de que se trata aqui são os que ficam com a maior parte dos recursos do Estado por força das leis que fazem aprovar em seu favor. Descrevem a si próprios como “povo”. Acusam as “elites”. Mas na hora de dividir a riqueza nacional ficam com quase tudo para si próprios.

Os mais falados, no momento, são os 12 milhões de funcionários públicos federais, estaduais e municipais – um número que não tem nenhum nexo para um país com os níveis de pobreza do Brasil. Pois bem: eles estão entre os que mais exigem da sociedade – mais aumentos salariais, mais benefícios, mais aposentadorias – e são os que têm mais defensores no mundo político.

Mas são justamente esses que consomem, acredite se quiser, 90% de tudo o que a população paga de impostos – pelo menos é o que disse o ministro da Economia, Paulo Guedes, no dia em que comparou servidores a “parasitas”. Ficamos assim, então: de um lado, 12 milhões de funcionários que levam 9 em cada 10 reais arrecadados pelo fisco, e de outro 200 milhões que pagam tudo e ficam com aquele 1 real que sobrou dos 10. Se isso não é concentração de renda direto na veia, o que seria?

O pior da história é que a imensa maioria paga muito; cada real que sai do seu bolso, e vai para o bolso do funcionalismo, é um real a menos no seu patrimônio e no orçamento que tem para viver. Até o presente momento, e não chegamos nem na metade do mês de fevereiro, a população já tinha pago R$ 350 bilhões em impostos para os três níveis da administração. Nessa toada, estima-se que o total arrecadado em 2020 vai superar, de longe, os R$ 3 trilhões. Está bom assim – ou é preciso ainda mais dinheiro para dar ao funcionalismo, principalmente para as suas castas mais ricas, mais influentes e mais poderosas para arrancar dinheiro do cofre público?

O Bolsa Família, que atende 13,5 milhões de famílias no Brasil inteiro, vai receber, em 2020, um total de R$ 30 bilhões. Todo o orçamento federal para a educação, este ano, está em R$ 100 bilhões. O da saúde não passará muito dos R$ 130 bi. Faça as contas e veja, aí, quem é que está concentrando renda nesse país.

A PALAVRA DO EDITOR

O MUNDO VAI ACABAR ! ! !

O militante esquerdista argentino Jorge Mario Bergoglio, mundialmente conhecido como Papa Francisco, aparece em quatro tempos em imagens que estão no final desta postagem.

Quatro momentos de horror diabólico e de negação total do credo cristão, em que Chiquinho foi fotografado abençoando e palestrando, amistosa e amigavelmente, com criminosos, assassinos, corruptos, condenados, tiranos e pecadores de altíssimo calibre.

E, absurdo dos absurdos, ele aparece recebendo, com a cara mais lisa e cínica deste mundo, a figura de Jesus Cristo crucificado no símbolo comunista da foice e do martelo.

É o fim das eras!!!!

Cenas de um horror infernal, de um fedor satânico.

Muito em breve, os anjos surgirão nas nuvens tocando trombetas e anunciado o Fim do Mundo.

Vamos rezar, minha gente!!!!

* * *

ALEXANDRE GARCIA

DEU NO TWITTER

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

LUIZ PEIXOTO – FORTALEZA-CE

Prezado editor,

Esta cidade, Lima Campos-CE, fica a mais de 300 kms de Fortaleza.

Esta obra era aguardada pela população há muitos anos.

Com a administração do Presidente Bolsonaro, está sendo finalmente tocada.

A PALAVRA DO EDITOR

O INSTITUTO DATA BESTA INFORMA

O Instituto Data Besta informa que a enquete fubânica que está no ar será fechada hoje, sexta-feira.

Se você ainda não deu a sua peruada, vá aí do lado direito e cumpra seu dever cívico-fubânico.

Vá logo, seja feliz e ganhe o dia.

Um excelente final de semana pra todos os viciados nesta gazeta escrota!!!

DEU NO JORNAL

IGREJA CATÓLICA DÁ TIRO NO PÉ COM ENCONTRO ENTRE O PAPA E LULA

Rodrigo Constantino

A Igreja Católica vem perdendo fiéis em termos relativos aos evangélicos no Brasil. Em parte isso se deve à mensagem mais otimista e, convenhamos, materialista das denominações evangélicas, que em alguns casos se assimilam a um culto de autoajuda e prosperidade individual. Os católicos tendem a enaltecer mais a pobreza, o que dificulta o trabalho de “marketing”.

Além disso, a ligação entre a Igreja Católica brasileira e a esquerda vem de longa data, e a CNBB mais parece a Conferência Nacional dos Bispos Bolivarianos. Isso para não falar da Teologia da Libertação, um casamento forçado entre Cristo e Marx, sendo que este ofusca totalmente aquele.

Nesse ambiente, os católicos precisam se adaptar, mudar. Alguns querem uma “modernização” da Igreja, como aceitar ordenamento de padre casado ou uma mensagem mais “progressista”. Rogo para que a Igreja resista a tais tentações e não se torne “descolada”, uma vez que seu grande valor, creio, está justamente no peso da tradição. Nesse sentido, só posso aplaudir o Papa Francisco por resistir à pressão no Sínodo e não aceitar “padres” casados, e também por ter criticado a ideologia de gênero em seu novo livro.

Mas acho que o Papa errou feio ao dar esse palco todo ao condenado Lula. É verdade que, como Papa, Francisco deve receber seus fiéis, não importa seus pecados. O perdão, aliás, é um dos grandes ensinamentos do cristianismo. Mas para haver perdão é preciso haver, antes, arrependimento. O Padre Brown, de Chesterton, sempre batia nessa tecla, e suas histórias eram belas pelo poder de recuperação do indivíduo.

Lula, porém, não demonstra qualquer sinal de arrependimento. Ao contrário: disse, esses dias mesmo, que não tinha que fazer autocrítica coisa alguma. Segue um psicopata, incapaz de ter consciência pesada. E foi se encontrar com o Papa para montar um circo político, para alimentar sua narrativa tosca, e de olho no eleitorado. Ele mesmo confessou recentemente que o PT tinha de atrair novamente os crentes.

Ou seja, o Papa Francisco aceitou participar de um teatro asqueroso, e fez isso sorridente! “Memes” circulam pelas redes sociais mostrando um Papa bem mais sério e até sisudo em encontros com governantes mais à direita, como Trump e Macri, e cheio de amor para dar a esquerdistas radicais como Kirchner, Maduro e até o falecido tirano Fidel Castro. O Papa é pop, e também “progressista”. O argentino Bergoglio parece predominar nessas horas, o que é uma lástima.

Se Lula fosse em busca de perdão, portanto, eu seria o primeiro a reconhecer o direito ou mesmo o dever de Papa Francisco recebê-lo. Mas Lula foi atrás de holofotes e votos, foi blindar sua imagem podre usando a santidade do Papa, e demonstrou asqueroso cinismo ao receber a bênção, ele que usou até o enterro da própria esposa como palanque político!

O que Lula tem a dizer sobre “justiça social” ou sobre juventude? Não é possível passar pano aqui, nem mesmo o mais católico de todos: o Papa Francisco errou, e o Vaticano deu um tiro no pé. Se a ideia era atrair novos fiéis, resgatar parte do rebanho perdido, então a estratégia foi mesmo a pior possível. Todo católico sério está um tanto envergonhado hoje, e com razão…

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

GONZAGA – JOINVILLE-SC

Grande editor da mais renomada e escrota gazeta internética do planeta e, como diria Dilma, porque não da galáxia.

Gostaria de saber se este tal Pio IX receberia nosso Lapa de Corrupto como fez o argentino.

Se publicar, fica o alerta aos católicos.

R. Meu caro, eu gostaria que os argutos leitores fubânicos me informassem se esse papa aí da ilustração falou isto mesmo.

O lulista Ceguinho Teimoso, PhD em feiquinius, bem que poderia me ajudar nesta dúvida.

Bom, de qualquer forma, o fato é que se Sua Santidade Pio IX falou isto, acertou em cheio.

Se não falou, acertou do mesmo jeito!!!