PEDRO MALTA - A HORA DA POESIA

NASCEMOS PARA AMAR – Bocage

Nascemos para amar; a Humanidade
Vai, tarde ou cedo, aos laços da ternura.
Tu és doce atractivo, ó Formosura,
Que encanta, que seduz, que persuade.

Enleia-se por gosto a liberdade;
E depois que a paixão na alma se apura,
Alguns então lhe chamam desventura,
Chamam-lhe alguns então felicidade.

Qual se abisma nas lôbregas tristezas,
Qual em suaves júbilos discorre,
Com esperanças mil na ideia acesas.

Amor ou desfalece, ou pára, ou corre:
E, segundo as diversas naturezas,
Um porfia, este esquece, aquele morre.

DEU NO JORNAL

A PALAVRA DO EDITOR

LANÇAMENTO EM PALMARES

Hoje eu vou pegar o rumo de Palmares, minha terra de nascença.

Palmares é o recanto de mundo adonde a Besta Fubana pintou e bordou quando por lá esteve nos anos 50.

Tô indo pro lançamento do livro de um grande amigo, Reginaldo José de Oliveira, que está lançando o volume de crônicas “Assim Vejo o Mundo“, publicado pela Bagaço, nossa editora comum.

Fiquei ancho que só a peste porque sou uma das pessoas a quem ele dedica este livro.

Reginaldo é Coronel da reserva da PM de Pernambuco, homem de bem, sujeito de palavra e de caráter, e é por isso que o tenho em alta conta.

Sendo um excelente piloto, foi Reginaldo quem criou o serviço de aviação da nossa polícia. Foi também professor da Academia de Formação de Oficiais.

Muito sucesso, meu querido amigo!!!

De noite a gente se encontra aí na nossa terra, neste grande e festivo evento, entre os nossos inúmeros amigos que estarão presentes.

Me aguarde pra gente botar os fuxicos em dia.

DEU NO TWITTER

CHARGE DO SPONHOLZ

DEU NO JORNAL

ASSINA NÓS, BOLSONARO!

A Presidência da República decidiu deixar de comprar jornais e revistas impressos.

O contrato de fornecimento de periódicos, que se encerraria no fim deste ano, não será renovado.

Agora, o governo de Jair Bolsonaro deverá manter apenas assinaturas de veículos digitais no próximo ano.

* * *

“Veículos digitais”…

Será que esta gazeta escrota se enquadra nesta denominação???

Hein???

Já mandei uma mensagem pro presidente fazendo esta pergunta.

Estamos às ordens da Presidência pra publicar reclames o dia todo.

E o preço a ser cobrado pelo Complexo Midiático Besta Fubana será 100 vezes menor do que o governo pagava pra assinar a Folha.

E tem mais: essa gazeta escrota é lida no Brasil inteiro.

Até no Engenho Ucudará, zona rural de Palmares, tem gente acessando.

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

PENINHA – TUPI PAULISTA-SP

Berto,

este é o Enrico, chegou ontem, quarta-feira, por volta das 9 horas pesando 3.440 kg e medindo 47 cm.

Na foto estão mamãe Tábata, minha filha, e papai Carlos, meu genro.

Ontem de manhã já fui vê-lo na maternidade e me emocionei com com este pequeno grande milagre da vida.

Babão com razão!!

R. Eîta vovô babão danado!!!

E, como você diz, com toda razão: pode babar mesmo, seu cabra.

É muito fofo esse seu netinho Enrico.

Transmita a Tábata e a Carlos nossos sinceros parabéns, meus e de toda a comunidade fubânica.

DEU NO TWITTER

VOCÊ CONHECE?

DEU NO JORNAL

POPULARIDADE À LA CARTE

Guilherme Fiuza

As pesquisas de opinião estão cada vez mais precisas na captação do sentimento popular. Os resultados sobre a popularidade do presidente da República, por exemplo, são eloquentes. Os números estão aí e são inquestionáveis: o presidente Haddad termina seu primeiro ano de governo com 171% de aprovação (entre bom, ótimo, magnífico e lindo de morrer).

Os números não mentem. Quem mente são os adestradores dos números – mas isso não é assunto seu, então fica na sua. Voltando às pesquisas: a maioria da população aprovou a ação implacável da ministra Manuela D’Ávila em favor da bisbilhotice contra autoridades – prática fundamental para a democracia que andava totalmente abandonada. A ministra da Arapongagem fez em 2019 um trabalho sem precedentes na promoção de hackers que ganham a vida roubando honestamente conversas dos homens da lei e vendendo para a bandidagem amiga.

Outro avanço reconhecido pela população nas pesquisas foi obtido pelo ministro Lulinha no Ministério da Família, dos Amigos e dos Sócios. Exatos 132 milhões, ou melhor, 132% dos brasileiros aprovaram a venda de favores para empresa de telefonia em troca de um pouco de paz em Atibaia – e todos acharam a antena particular da Oi no sítio “um luxo”.

Como se vê, as pesquisas estão captando tudo. Tudo mesmo. Uma das áreas mais populares do governo Haddad em 2019, segundo os levantamentos feitos com a totalidade da população a bordo do jatinho do amigo do Lula, foi a do Ministério da Censura Democrática. Os brasileiros expressaram índices de satisfação extraterrenos com a legalização das fake news de grife – que operaram o milagre de transformar um ex-suplente de presidiário em presidente imaginário dos tolos. O ministro Sombra, da Censura Democrática, festejou o resultado da pesquisa e prometeu continuar tentando esconder de todas as formas as ações de recuperação do Brasil, esse insolente.

A maioria da população também achou acertada a nomeação pelo novíssimo governo petista de Ciro Gomes para o Ministério da Mitomania. O detalhamento da pesquisa mostra que os brasileiros estavam profundamente entediados com uma economia baseada em números reais – considerando um grande avanço institucional a transformação das contas públicas em literatura de cordel. Contra a aridez dos números, o semiárido do Leblon.

Para 2020, as pesquisas preveem novos números catastróficos para o fascismo chato, bobo e feio, e estatísticas deslumbrantes para o presépio do bom ladrão & sua casta de bajuladores letrados.

DEU NO JORNAL

EXTREMA IMPRENSA BANÂNICA

Nesta quarta-feira (18), a jornalista Vera Magalhães publicou um texto no Estadão com a seguinte manchete:

“Impopular, mas favorito”.

O conteúdo, que faz menção ao presidente Jair Bolsonaro, recebeu uma titulação ainda mais específica no perfil do Estadão no Twitter:

“Bolsonaro fecha 2019 impopular, mas também como favorito para 2022”.

* * *

A gente só acredita porque tá escrito.

Escrito e assinado.

É pra arrombar a tabaca de Xolinha!!!

Leia mais sobre o assunto clicando aqui