DEU NO TWITTER

PEDRO MALTA - A HORA DA POESIA

NADA SE PODE COMPARAR CONTIGO – Bocage

O ledo passarinho, que gorjeia
D’alma exprimindo a cândida ternura;
O rio transparente, que murmura,
E por entre pedrinhas serpenteia;

O Sol, que o céu diáfano passeia,
A Lua, que lhe deve a formosura,
O sorriso da Aurora, alegre e pura,
A rosa, que entre os Zéfiros ondeia;

A serena, amorosa Primavera,
O doce autor das glórias que consigo,
A Deusa das paixões e de Citera;

Quanto digo, meu bem, quanto não digo,
Tudo em tua presença degenera.
Nada se pode comparar contigo.

Colaboração de Pedro Malta

A PALAVRA DO EDITOR

ANIVERSÁRIO DE NOEL ROSA

No dia 11 de dezembro de 1910 nascia Noel de Medeiros Rosa, um carioca da gema.

Um dos mais autênticos cariocas de todos os tempos.

Noel Rosa é um dos meus ídolos.

Na verdade, em matéria de música ele é o meu maior ídolo.

A obra “Noel Rosa, Uma Biografia“, de João Máximo e Carlos Didier, publicada em 1990, é um dos meus livros de cabeceira.

Recomendo a leitura pra quem gosta do assunto.

E aviso logo: é um texto fascinante, que prende o leitor do começo até o final.

Na página Estante Virtual este livro poder ser encontrado.

Considero a letra da música Conversa de Botequim uma verdadeira obra-prima.

No vídeo abaixo, ele mesmo interpreta esta composição.

Na verdade, eu acho que tudo que Noel compôs são obras primas.

DEU NO JORNAL

BOTAFOGO NOS ARES

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, é o recordista absoluto de uso dos jatos da Força Aérea Brasileira (FAB), este ano, no total de 229 viagens e inacreditáveis 2.131 passageiros transportados. na nossa conta, claro.

Maia não é o único a aproveitar a regalia. O uso dos aviões da FAB é restrito ao vice-presidente da República, ministros de Estado e aos presidentes do Supremo, da Câmara e do Senado.

Os presidentes Dias Toffoli (STF) e Davi Alcolumbre (Senado) também aproveitam, mas números de Maia fazem o uso deles parecer irrisório.

* * *

Fui informado que Rodrigo Botafogo Maia, além de recordista em número de viagens, é também o recordista em consumo de combustível dos aviões da FAB.

Pelo tamanho de sua bunda e do seu bucho, que fazem o seu peso ficar em mais de 15 arrobas, Botafogo obriga as aeronaves oficiais a gastarem bem mais combustível com ele do que com outros passageiros.

Como os custos são sigilosos, por envolverem aeronaves militares, os políticos deitam, peidam e rolam, sem prestar conta do gasto a quem paga: nós outros, os contribuintes

DEU NO JORNAL

DEU NO JORNAL

O CORRUPTO FILHOTE DO CORRUPTO E O CHIFRUDO

Fábio Luís Lula da Silva não bebeu só da fonte da Oi.

A Movile Internet Móvel injetou milhões na fracassada “Nuvem de Livros”, espécie de biblioteca virtual da Gol Mobile, de Jonas Suassuna – sócio de Lulinha.

A novidade é que a Operação Mapa da Mina descobriu que o grosso desse dinheiro saiu dos cofres públicos.

Precisamente da Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep), do qual o então ministro das Telecomunicações, Paulo Bernardo Silva, era conselheiro de administração.

Assinado em maio de 2014, o contrato de financiamento a fundo perdido estava vinculado à criação de aplicativos de conteúdo nacional.

Um ano antes, o mesmo Paulo Bernardo havia emitido portaria nº 87 que eliminava PIS/Pasep e Cofins sobre a receita da venda de smartphones que apresentassem, vejam só, um pacote mínimo de aplicativos desenvolvidos no Brasil.

O MPF descobriu que, após a medida, os repasses da Movile para a Gol Mobile saltaram de pouco mais de R$ 150 mil para R$ 1,5 milhão – mesmo com um volume de acessos inexpressivo à tal Nuvem de Livros.

Os investigadores também descobriram que Fabrício Bloise Rocha, sócio-fundador da Movile, se reuniu com Suassuna na sede do grupo Gol um dia após a primeira liberação do contrato da Finep.

Na quebra de sigilo da Gol, apurou-se que a empresa de Suassuna recebeu da empresa de aplicações móveis um total de R$ 40 milhões, entre 2014 e 2016.

* * *

Paulo Bernardo…

Vocês se lembram dele, num é?

Pois é. É aquele mesmo: o corno da Gleisi

O chifrudo que foi Ministro do Planejamento de Lula e Ministro das Comunicações de Dilma.

É por conta das gaias que ele levou da mulher que Gleisi tem o codinome de “Amante” na lista de propinas da Odebrecht.

A corrente corrupcional petralha tem elos que se casam admiravelmente.

Eu falei “se casam”???

Vôte!!!

Pelo que apurou esta gazeta escrota, o casal foi desfeito por ordem de Lula.

Velhos tempos: “Um beijinho no meu chifrudinho querido”

DEU NO JORNAL

DEU NO JORNAL

ATÉ A FOLHA…

A soltura de Lula contribuiu para a melhora de Jair Bolsonaro nas pesquisas, segundo os próprios lulistas.

Diz a Folha de S. Paulo:

“A saída de Lula da prisão pode ter sido um dos ingredientes que deram alento a Bolsonaro neste Datafolha. Na visão de um petista, ainda é grande a aversão ao ex-presidente e ao PT.”

* * *

Gostei da palavra “aversão” que está nessa nota aí de cima.

Procurando no dicionário, encontrei os seguintes sinônimos para a palavra “aversão”:

nojo, asco, abominação, horror, repugnância, repulsa, antipatia, execração, ojeriza

Pra gostar de Lula e do PT, só restou mesmo o Goiano.

Como bem diz a sabedoria popular, “errar é humano; permanecer no erro é goiano“.

DALINHA CATUNDA - EU ACHO É POUCO!

BORDANDO VERSOS

Mote e foto da colunista

Mote:

Faço rima com amor
Faço cordel com paixão

Como quem faz um bordado
Vou fiando meu cordel
Procurando ser fiel
Tramo com todo cuidado
Cada ponto do traçado
Faço com dedicação
Trago a metrificação
Pra cada verso compor
Faço rima com amor
Faço cordel com paixão

DEU NO TWITTER

VAI SER DEVIDAMENTE CONSOLADO

* * *

Lapa de Corrupto tá redigindo bem que só a porra.

Que texto primoroso!!!

Ele escreve tão bem quanto discursa.

Vou ver se ele quer ser colaborador dessa gazeta escrota. 

Essa Lava Jato é mesmo muito maldosa e cruel.

Tá perseguindo até o inocente Lulinha, o “Ronaldinho dos Negócios” que, mesmo sendo esforçado e trabalhador, tem um saldo bancário de fazer pena. 

Fiquei com tanta pena do sofrimento de Lapa de Corrupto que me deu a ideia de consolá-lo.

Para isso, vou pedir ajuda a Polodoro.

Botei o nosso jumento pra preparar o “consolo” que ele vai usar no proprietário do falecido PT.

Polodoro já está amolando o “consolo” no furico da sua amada, a égua Carminha.