DEU NO JORNAL

DEU NO TWITTER

MOVIMENTO DOS SEM CÉREBROS SE MANIFESTA

* * *

Só a redação deste bilhete canalha já merece uma boa relinchada.

Uma relinchada e uma pajaraca jumentícia no olho do furico.

Vamos botar Polodorro pra rinchar em homenagem a estes criminosos analfabetos descerebrados.

Rincha, Polodoro!!!

DEU NO TWITTER

A PALAVRA DO EDITOR

CELEBREMOS!!!

Nesta quinta-feira, dia 7 de novembro de 2019, faz um ano e 7 meses que Lapa de Demagogo está preso.

Cumprindo pena por corrupção e lavagem de dinheiro.

Condenado em todas as instâncias, com vigorosas sentenças enfiadas no olho do furico.

Vamos botar uma musiquinha pra celebrar esta data querida.

JESSIER QUIRINO - DE CUMPADE PRA CUMPADE

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

JOÃO FRANCISCO – RIBEIRÃO PRETO-SP

Boa tarde Berto!

Na Jovem Pan, programa Pânico, o Emílio colocou lado-a-lado o nosso colaborador Augusto Nunes e o picareta do Verdevaldo.

Augusto falava que não fez denúncia contra o casal Verdevaldo com relação aos filhos adotivos e sim, fez uma ironia sob quem cuida das crianças, uma vez que os pais não param em casa.

Neste Instante Verdevaldo começou a chamar o nosso Augusto de covarde insistentemente.

Augusto, como não tem sangue de barata deu um sopapo no Verdevaldo ao vivo, quando os dois foram separados.

Coloque esta cena aqui no nosso espaço para que possamos comentar.

Abraço

R. Meu caro, sou obrigado a confessar que não aprovei esta atitude de Augusto Nunes.

Nosso estimado colunista fubânico não agiu corretamente.

De modo algum ele fez a coisa certa.

Isto não é tabefe que se dê num baitola safado feito este Verdevaldo!!!

A cacetada tinha que ter sido bem mais vigorosa.

Augusto tinha que ter dado uma porrada no fucinho desse escroto que provocasse uma chuva de incisivos, caninos e molares capaz de encher o estúdio da rádio.

DEU NO JORNAL

COMEDORAS DE CÉREBROS VERMÊIOS

Médicos chineses removeram algo assustador da cabeça de um paciente: uma tênia de 12 cm que comia o cérebro dele há 15 anos.

Wang Lei, o paciente, fora diagnosticado com tumor cerebral, mas descobriu que era o predador que causava os sintomas sinistros que lentamente devorava suas
células cerebrais.

* * *

Aqui no Brasil as tênias vivem comendo os cérebros do lulo-petistas há décadas.

E não aparece um único médico pra tomar uma providência.

Ganharia o Nobel de Medicina!!!

DEU NO JORNAL

O DESMANCHE CONTINUA

O apartamento do ex-presidente do STJ Cesar Asfor Rocha em Fortaleza é alvo de buscas da Lava Jato de São Paulo.

Antonio Palocci acusou-o de ter recebido 5 milhões de reais do esquema da Camargo Corrêa que conseguiu anular a Castelo de Areia.

* * *

Que absurdo!

Como disse o colunista fubânico Goiano, isto é uma “tentativa de desmanche do Poder Judiciário“.

Vasculhar o apartamento de um magistrado impoluto é uma coisa horrorosa.

É um tremendo desmanche.

DEU NO JORNAL

“ERRO” PROPOSITAL

O senador petista Humberto Costa (PE) perguntou em enquete no seu Twitter se “o nordestino concorda” com a afirmação do presidente Bolsonaro de que seu governo é um dos mais democráticos dos últimos anos.

O sim venceu com 83% dos quase 86 mil votos.

* * *

Esta notícia fala em 83%.

Quando entrei no Twitter de Humcerto Bosta, o número era 82%, conforme “print” abaixo:

Mais um “erro”proposital da grande mídia só pra sacanear um parlamentar petista.

Humcerto Bosta não tomou no furico mais uma vez. É mentira!!!

O número é apenas 82%.

E não esse exagero de 83%.

JOSÉ PAULO CAVALCANTI - PENSO, LOGO INSISTO

QUANTOS TRAFICANTES?, MINISTRO

O Supremo vai realizar, finalmente, velho sonho de ministros bem nossos conhecidos. O de soltar Lula. Sem se preocupar que, além dele, ganharão as ruas um caminhão de condenados. Quantos? Segundo Gleisi, “outros 148 mil criminosos também serão libertados”. Mas ninguém assina embaixo do que diz esta senhora. O Banco Nacional de Monitoramento de Prisões (BNMP), do CNJ, informou serem “190 mil”. E, contraditoriamente, o presidente do mesmo CNJ, Tofolli, reduziu esse número a “só” 4.895. “Só”? Acha pouco?, ministro. Sem que se explique a razão dessa diferença nos números. Antes, 190 mil. Depois, “só” 4.895. Será mesmo?

O ministro Toffoli dispõe dos dados, no CNJ. E tem o dever de completar a informação. Sabemos só de alguns, na Lavajato: Lula, José Dirceu, seu irmão Luiz Eduardo; um timaço com Delúbio, Vaccari, Bumlai, Genu, por aí; altos funcionários da Petrobrás nomeados, pelo governo da época, para distribuir propinas entre os companheiros; e alguns ricaços, donos da Engevix, da Mendes Júnior, da Corretora Bônus Banval. Mas falta saber quais serão os milhares de outros criminosos a serem beneficiados. Quantos traficantes?, senhor ministro. Fernandinho Beira Mar e Marcola estarão nesta ação entre amigos? E quantos pedófilos? E quantos estupradores? E quantos assassinos? Os brasileiros têm direito de saber. Que tudo ocorre em sombras. Para que um único condenado por corrupção seja solto. Não é justo.

Desalentador é também ver entendidos se exibindo, em falas e textos lamentáveis, cheios de lugares comuns. Tentando emprestar alguma dignidade a essa decisão pífia. Lembro meu pai, num Discurso de Paraninfo que fez em 1964. No duro ano que inaugurou os duros anos da Redentora. Disse ele, sobre os que interpretam a lei para ferir a democracia: “Quando o despotismo se instaura há, quase sempre, um jurista que não lhe falta com seus serviços. Como se o direito fosse matéria informe sobre a qual se pudesse operar livremente e não devesse ter substancial conteúdo de expressão da consciência coletiva”. Após o que citou Tocqueville: “Ao lado de um déspota que comanda, se encontra quase sempre um jurista”. E concluiu dizendo que “traía sua ciência o jurista que legalizava a tirania”. O velho chamava essa gente de “juristas da ditadura”. Se aqui ainda estivesse, no Brasil de hoje, talvez usasse a expressão “juristas da impunidade”. Advogados e juízes (inclusive ministros!), leves e felizes, devotados “só” a soltar os seus.