DEU NO TWITTER

MACHISTA E MISÓGINO

DEU NO TWITTER

DEU NO JORNAL

AUGUSTO NUNES

FALTOU ESPAÇO PARA AS BOAS NOTÍCIAS

Com o fracasso da tentativa de ligá-lo ao caso Marielle, o presidente Jair Bolsonaro imaginou que, pela primeira vez desde o dia da posse, voltaria de uma viagem internacional liberado para comentar apenas as boas notícias acumuladas entre a partida e o regresso.

Algumas trazia na bagagem, como os acordos comerciais com a Arábia Saudita ou promissoras parcerias com investidores chineses. A elas poderia juntar a redução do risco Brasil, a taxa de inflação perto de zero, o recuo do desemprego, a queda consistente dos juros e outras ocorrências animadoras.

Desta vez, coube ao filho caçula do presidente impedir que o pai enfrentasse a crônica má vontade da imprensa com novidades capazes de impressionar até profissionais do pessimismo. Já no começo da coletiva de imprensa que se segue ao desembarque, Bolsonaro foi confrontado com o surto nostálgico do deputado Eduardo Bolsonaro.

Se ocorrerem no Brasil manifestações semelhantes às registradas no Chile, ameaçou o 003, o governo pode exumar o Ato Institucional n° 5. Esse é o codinome da ditadura militar imposta ao país entre 1968 e 1978. Previsivelmente, entraram em campo os oportunistas de sempre.

Políticos do PT e do PSOL — todos apaixonados por tiranias esquerdistas — vestiram a fantasia de democrata desde criancinha, declamaram poemas ao Estado de Direito e louvaram a liberdade que sumiu de Cuba e da Venezuela. Bolsonaro avisou que quem pensa em AI-5 está sonhando. Em seguida, ordenou a Eduardo que pedisse desculpas.

Tomara que o presidente encontre tempo para mostrar que o ano vai terminar bem melhor do que começou.

PEDRO MALTA - A HORA DA POESIA

RESPOSTA A UM AMIGO COM NOVIDADES DE LISBOA EM 1658 – Gregório de Matos

França está mui doente das ilhargas,
Inglaterra tem dores de cabeça;
Purga-se Holanda, e temo lhe aconteça
Ficar debilitada com descargas.

Alemanha lhe aplica ervas amargas,
Botões de fogo com que convalesça;
Espanha não lhe dá que este mal cresça;
Portugal tem saúde e forças largas.

Morre Constantinopla, está ungida;
Veneza engorda e toma forças dobres;
Roma está bem, e toda a Igreja boa.

Europa anda de humores mal regida;
Na América arribaram muitos pobres:
estas as novas são que há de Lisboa.

Colaboração de Pedro Malta

CHARGE DO SPONHOLZ

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

CÍCERO TAVARES – RECIFE-PE

Caro editor Luiz Berto:

O competente advogado e jornalista Caio Coppolla anuncia sua saída do Morning Show da Joven Pan ao vivo, depois de estar lá como comentarista por mais de um ano.

Vai fazer muita falta ao programa por ser independente, imparcial e honesto, numa área onde existem tantos profissionais canalhas.

Assistimos ao vídeo e atentamos para sua honestidade quando comenta sobre o ministro da Justiça e Segurança Nacional, Sergio Moro.

DEU NO JORNAL

DEU NO JORNAL

DEU NO TWITTER