DEU NO JORNAL

CRISTINA DERROTOU LULA

A Câmara Federal confirmou ontem abertura de novo processo contra Cristina Kirchner, vice-presidente eleita. Ela é acusada de suborno e cartelização de obras públicas, num esquema que envolve uma centena de pessoas.

Cristina é acusada de ter comandado, enquanto governava o país, um esquema ilícito de arrecadação.

Era, assim como Lula, chefe da Organização Criminosa.

Ela já é alvo de dez processos de corrupção e tem cinco pedidos de prisão preventiva pendentes.

Como detém foro especial, só poderá ser presa caso seu mandato seja cassado pelo Senado.

* * *

O Brasil perde mais uma vez pra Argentina.

A seleção de lá tá batendo na nossa de goleada.

Dez processos de corrupção e cinco pedidos de prisão nos calcanhares de Cristina Mijona Kirchner.

Pelo que me consta, são números mais significativos que os de Lula.

Se eu estiver errado, peço que vocês me corrijam, por favor.

O fato é que os eleitores dela são tão babacas quanto os eleitores dele.

“Issé sacanaje, Kixiné: tu passô na minha frente”

DEU NO TWITTER

É PRA GENTE SE MIJAR-SE DE TANTO SE RIR-SE

 

DEU NO TWITTER

DEU NO JORNAL

AUGUSTO NUNES

A VERDADE ASSASSINADA

O presidente Juscelino Kubitscheck gostava de dizer que não tinha compromisso com o erro. Quando cometia algum, corrigia o equívoco, pedia desculpas e vida que segue.

Se tivesse assimilado essa lição, a Globo estamparia na tela, ao longo desta quarta-feira, a informação em letras maiúsculas:: “Falso testemunho de porteiro tentou envolver Bolsonaro no assassinato de Marielle”. Só assim a emissora reduziria as desastrosas dimensões do erro cometido na véspera: baseada no depoimento de um funcionário do condomínio onde mora Jair Bolsonaro, a emissora anexou o presidente da República ao elenco de bandidos envolvidos na execução da vereadora carioca, ocorrida em março de 2018.

Se agisse com menos açodamento e mais cautela, a Globo teria constatado em poucos minutos que, no dia do encontro relatado pelo depoente, Bolsonaro estava em Brasília. Neste momento, a “notícia” perdeu o sentido. Mais algum tempo de apuração permitiria descobrir que o assassino em visita ao condomínio não telefonou da portaria para a casa de Bolsonaro. Estava lá para falar com seu parceiro de crime, consumado naquele mesmo dia.

Em agosto de 1954, a imprensa só associou Getúlio Vargas ao atentado contra Carlos Lacerda quando ficou provado, dias depois do ataque, que o mandante havia sido Gregório Fortunato, chefe da guarda pessoal do presidente. Aquilo era um fato. Passados 66 anos, Bolsonaro viveu seu dia de Getúlio. O que houve no século passado foi um drama, e acabou em suicídio. Destas vez aconteceu um fiasco jornalístico a que o presidente revidou com um destampatório no meio da madrugada. Melhor assim.

Pior para a Globo.

Globo deveria reconhecer o erro após envolver Bolsonaro com assassinato de Marielle

DEU NO TWITTER

TOFFOLI TEM QUE PROCESSAR ESTES BADERNEIROS

CHARGE DO SPONHOLZ

DEU NO TWITTER

DEU NO JORNAL

DEU NO JORNAL

EDITOR IGNORANTE

1) O Copom anunciou nesta quarta-feira, em decisão unânime, a redução da taxa básica de juros (Selic) de 5,5% para 5% ao ano.

Trata-se do menor patamar histórico desde que começou o regime de metas para a inflação, em 1999.

É a terceira redução da taxa básica de juros durante o governo de Jair Bolsonaro.

*

2) Risco-país do Brasil atinge menor patamar em mais de 6 anos.

Após oito quedas consecutivas, o Credit Default Swap brasileiro se estabilizou em 117,15 pontos, menor valor desde maio de 2013

* * *

Li ontem estas duas notícias.

Como sou totalmente analfabeto nestes assuntos econômicos, quero pedir ajuda aos doutos fubânicos.

Isso é bom ou ruim?

Se é ruim, foi mais uma merda de Bolsonaro?

O fubânico Ceguinho Teimoso, PhD em todos os temas existentes em cima da redondura da Terra, bem que poderia me dar um pouco de luz.