DEU NO TWITTER

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

SONIA REGINA – SANTOS – SP

Sr. Editor.

Alguns veículos da imprensa, comentaram hoje que talvez o voto da Ministra Rosa Weber seja decisivo para o julgamento no STF sobre prisões dos condenados pelos juízes de 2º instância.

Coincidência ou não, no vídeo anexo, após o 7,40 min., também é citado o nome da mesma Ministra.

Será que foi uma previsão do futuro?

DEU NO TWITTER

A PALAVRA DO EDITOR

AMOR DE CACHACISTA

Esta foto foi feita domingo passado, no aeroporto de Brasília, quando eu embarcava de volta pro Recife.

Uma loja com o nome de “Eu Amo Cachaça“.

Que coisa linda!!!!

Este é um amor que trago dentro do peito e que não morre nunca.

O divórcio que o meu cardiologista decretou, me separando da cachaça, foi um ato em benefício da saúde que eu cumpro religiosamente, como paciente disciplinado que sou.

Todavia, declaro de público que acho uma tremenda sacanagem da natureza o fato de cachaça fazer mal.

Para o corpo, pelo menos.

Pro espírito faz um bem danado!

Todos os meus livros foram escritos enquanto eu bebericava uma lapada.

Acho que é por isso que ainda não consegui terminar o último romance que estava escrevendo quando tive o piripaque no coração…

Eu acho que não convém
Falar de quem bebe porre
Porque se quem bebe morre
Sem beber morre também
Apenas quem bebe tem
Suas artérias normais
Trata das fossas nasais
Controla o metabolismo
Cachaça no organismo
É necessário demais.

Manoel Filó, poeta pernambucano

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

VIOLANTE PIMENTEL – NATAL-RN

Prezado Editor Luiz Berto:

Segue o comprovante da doação do mês de outubro.

Um grande abraço!

R. Gratíssimo pelo depósito, minha cara colunista fubânica.

O pagamento da mensalidade de hospedagem desta gazeta escrota, a ser feito no próximo dia 1º de novembro, já está garantido.

Graças à soma de todas as generosas doações de vocês leitores e colunistas!

Um grande abraço.

DEU NO JORNAL

AS OFENSAS COMETIDAS POR BOCA-DE-BACURINHA

A União foi condenada a pagar R$ 20 mil em danos morais por ofensas feitas pelo ministro Gilmar Mendes ao juiz Marcos Josegrei da Silva, juiz da Operação Carne Fraca.

O valor deverá ser corrigido pelo IPCA com juros moratórios de 1% ao mês, desde 14 de agosto de 2018.

Em duas oportunidades, Gilmar atacou Josegrei, o delegado Maurício Moscardi e o procurador Alexandre Nardes, todos envolvidos na investigação.

Eles foram chamados de estrupícios, troika de ignorantes, gente desqualificada e irresponsável.

* * *

Gilmar fez as ofensas e a União é que foi “condenada a pagar“???

Num intendi…

Como sou analfabeto nesses profundíssimos assuntos do juridiquês, peço ajuda aos doutos leitores fubânicos.

Quem quiser ler a notícia completa n’O Antagonista, basta clicar aqui.

Agora, aqui vai minha modesta opinião:

Eu acho que uma pena excelente pra Gilmar seria enfiar uma mão de pilão de grosso calibre no furico dele, ao mesmo que seriam filmadas as contorções que ele faria com sua boca-de-buceta.

Daria um filme arretado!!!

FRANCISCO ITAERÇO - MEUS RISCOS E RABISCOS

MEUS DIAS

Tem dias:
Que os quero curtos
Porque estou triste
Hoje eu o quero longo
Porque você existe

Tem dias:
Que eu tenho dúvida
Como será meu porvir
Quando estou com você
Meu futuro me sorrir

Tem dias:
Que eu os quero frios
Pra que você me aqueça
Nesses dias de estios
Espero que não me esqueça

Tem dias:
Que é mais um
Especial no calendário
Nesse dia especial
É o seu aniversário

24/10/2019 esse é o dia!

DEU NO JORNAL

UMA NOTÁVEL EXCEÇÃO

Utilizando-se de números e estatísticas, o ministro Luís Roberto Barroso demoliu os argumentos repetidos inclusive por ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), contra prisão após condenação em segunda instância.

Mostrou que mentem os que afirmam haver aumentado a população carcerária após segunda instância: ao contrário, até diminuiu.

E apenas 0,035% dos réus condenados acabaram absolvidos, após condenação em segunda instância.

Dos mais de 25 mil recursos extraordinários apresentados em sete anos, apenas nove casos renderam absolvições dos réus.

Para o ministro Barroso, não há razoabilidade em “subordinar todo o sistema jurídico a esses números irrisórios”.

Para Barroso, não há mais dúvida sobre “autoria e materialidade” após o segundo grau e o cumprimento da pena é questão de “ordem pública”.

* * *

Ontem, quarta-feira, o Ministro Luíis Roberto Barroso deu uma aula de Direito, de cidadania, de dignidade, de hombridade e de vergonha na cara.

O Ministro Barroso é uma exceção que traz um pouco de alento e esperança à banda decente deste país.

É um alívio saber que neste covil de depravados, nesse puteiro (sem qualquer ofensa às putas..), nesse ajuntamento de delinquentes, nesse antro de soltadores de bandidos, nesse amontoado de canalhas chamado Supremo Tribunal Federal – presidido por um militante petista que foi reprovado duas vezes em concursos para juiz de primeira instância (Putz!!!) -, exista uma figura do porte de Luís Roberto Barroso.

JOSÉ PAULO CAVALCANTI - PENSO, LOGO INSISTO

FERNANDO PESSOA E O BRASIL (II DE II)

Lisboa. Continua coluna indicando frases de Pessoa que valem para nosso Brasil, hoje. Com pequenos comentários que me permiti fazer, em seguida:

HOMEM: “O esforço é grande e o homem é pequeno” (Mensagem – Padrão). Quando o homem é pequeno, por dentro, nem todo esforço vale a pena.

HONESTIDADE: “Mas é tão difícil ser honesto ou superior!” (Apostila). Difícil e raro.

ILUSÃO: “A ilusão é mãe da vida” (Primeiro Fausto). E a vida é mãe de todas as ilusões.

INJÚRIA: “Os homens são sempre mais prontos em retribuir injúrias do que favores, porque retribuir um favor é uma obrigação e retribuir uma injúria é um prazer” (Os preceitos práticos em geral e os de Henry Ford em particular). Melhores são aqueles capazes de não fazer favores impróprios nem retribuir injúrias.

INVEJA: “Invejo a todas as pessoas o não serem eu” (Livro do desassossego). Todas as pessoas invejam quem gostariam de ser.

LENDA: “Assim a lenda se escorre/ A entrar na realidade” (Mensagem, Os Castelos). Nos palácios e nas prisões, pobres lendas.

LUCIDEZ: “Estou hoje lúcido, como se estivesse para morrer” (Tabacaria). E me sinto morrendo, por estar lúcido.

MÁRTIR: “Onde alguém vê um mártir, outrem verá um louco” (Ideias estéticas). Por trás de um louco, outrem verá um mártir.

MITO: “O mito é o nada que é tudo” (Mensagem, Ulisses). O mito é o tudo que é nada.

MORAL: “Para que um homem seja distintivamente e absolutamente moral, tem que ser um pouco estúpido” (Nota solta, sem data). Pena que haja tão poucos homens estúpidos hoje, na praça.

PASSADO: “O passado não é senão um sonho…” (O marinheiro). Mas, por vezes, é também pesadelo.

PÁTRIA: “A minha Pátria é onde não estou” (Opiário). Você é que se perdeu. A pátria está onde sempre esteve.

PERDÃO: “Não haverá, enfim,/ Para as coisas que são/ Qualquer coisa assim/ Como um perdão?” (Sem título, sem data). Algumas coisas não merecem perdão.

PRAZER: “Todo prazer é um vício” (Passagem das horas). Há outros. Piores.

PÚBLICO: “O público não quer a verdade, mas a mentira que mais lhe agrade” (Nota). Sobretudo em véspera de eleição.

RICOS: “Respira-se melhor quando se é rico” (Livro do desassossego). Principalmente quando a grana veio fácil, em malas ou contas no estrangeiro.

SILÊNCIO: “O silêncio é dos Deuses” (Sem título, 10/8/1916). E dos sábios.

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

ADAIL AUGUSTO AGOSTINI – ALEGRETE-RS

Dom Luiz Berto:

Se for do interesse do JBF, poderia nele publicar o excelente artigo abaixo?

Um baita abraço,

Desde o Alegrete

R. Todas as colaborações mandadas por nossos leitores são muito bem vindas, meu caro.

Para ler o excelente artigo enviado por Adail, da autoria de Renato Sant’Ana e que foi publicado no blog do jornalista Políbio Braga, basta clicar no título abaixo:

Desmascarando mentira de segunda

Mande sempre as ordens e receba um grande abraço!