NUNCA ANTES

J.R. Guzzo

A última demonstração concreta desse mundo em mutação radical foi a moagem, desmembramento e morte política de Renan Calheiros

Quando o que era impossível começa a acontecer cada vez com mais frequência, é bom prestar atenção — pode acontecer de novo. A última demonstração concreta desse mundo em mutação radical foi a moagem, desmembramento e morte política de Renan Calheiros, tido como invencível (até cair morto) por 101% das pessoas que “entendem de política” neste país. E agora: alguém tem algum fato para sustentar que as surpresas, enfim, pararam aí — que este foi o último episódio de intocável que de repente vira farinha de rosca?

Renan foi liquidado pelas redes sociais, simplesmente — tenta-se desesperadamente demonstrar que não é “bem assim”, ou “nada assim”, mas não adianta nada, porque é isso mesmo. Ainda há pouco, em outro episódio de primeiríssima grandeza, Jair Bolsonaro foi eleito pelas redes sociais, com zero de ajuda da televisão, milhões de reais, jatinhos ou mídia; ocorreu o exato contrário do que diziam quase todos os comentaristas políticos e os “institutos de pesquisa”. Lembram-se? Os Ibopes e Datafolhas garantiam até o dia da eleição que Bolsonaro perderia para “qualquer adversário” no segundo turno. É difícil errar mais do que isso.

Continue lendo

7 Comentários!

A DEZENA DO CÃO

O site de Lula soltou a seguinte nota:

“O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado nesta quarta-feira a mais 12 anos e 1 mês de prisão em um processo sem provas e com uma sentença tão controversa quanto a que o prendeu seis meses antes das eleições presidenciais.

Repleta de erros, a sentença da juíza substituta Gabriela Hardt, que ocupa temporariamente o lugar do agora ex-juiz e ministro de Bolsonaro, Sérgio Moro, é mais um episódio da trama de perseguição judicial que tem como fim inviabilizar a liderança política de Lula.”

* * *

Eu chega se mijei-me todinho de tanto se rir-se-me com esta expressão “repleta de erros”, se referindo à sentença da dotôra juíza.

Repleta de erros um caralho, bando de idiotas!!!

Erro mesmo foi colocar nesta nota safada que a condenação foi de “12 anos e 1 mês“.

A condenação foi de 12 anos e 11 meses de cana.

Nem redigindo errado vocês vão conseguir diminuir a pena do vagabundo.

Só não chegou a 13 anos porque esta dezena é a imagem do Cão!

2 Comentários!

A SOMBRINHA

Violante Pimentel

Rosilda e Josimar eram casados há bastante tempo e já caminhavam para as Bodas de Ouro. As duas filhas já estavam casadas e haviam lhes dado dois netos.

Certa vez, Rosilda tinha saído de casa para assistir a Missa das 6:30 h, como costumava fazer todas as manhãs. Deixara o marido dormindo e todo coberto. A Igreja não ficava muito longe e dava para ir a pé.

Quando já tinha percorrido mais da metade do caminho, o tempo fechou e, como ainda era cedo, Rosilda resolveu voltar ligeiro, para buscar a sombrinha. Ao chegar em casa, abriu o portão da garagem e entrou. Qual não foi sua surpresa, ao encontrar Josimar e a empregada da vizinha deitados no chão da garagem, transando loucamente. Ao vê-la, Josimar, nervoso, disse a célebre frase:

– Não é nada disso do que você está pensando!!!

Revoltada, Rosilda foi para a calçada, gritando para quem quisesse ouvir:

– Venham ver a cena que encontrei na minha própria casa! Olhem que tipo de marido eu tenho há 45 anos e não sabia!!! Ele é indigno de ter uma esposa como eu!!! Canalha!!! Bandido!!!

A empregada da vizinha saiu na carreira, antes que levasse uns bofetões de Rosilda.

Desesperada, a mulher telefonou para as duas filhas casadas, contando o que o pai delas tinha aprontado. Desde quando ele vinha fazendo isso, ela não podia imaginar!

Dentro de pouco tempo, as filhas chegaram e encontraram a mãe em estado de choque, dizendo que tinha vontade de matar “esse cabra safado”!!! Enquanto isso, o gostosão, safenado e beirando os setenta anos, chorava de vergonha, trancado no escritório.

As filhas tentaram acalmar a mãe, dando-lhe uma garapa e até uma dose de “Coramina”.

Josimar era tão sonso, que, nem de banda, olhava para outra mulher, por mais bonita que fosse. Dizia sempre que, para ele, só existia Rosilda. Os dois eram considerados um casal exemplar.

Depois dessa decepção, Rosilda, dona de um gênio muito forte, separou-se de Josimar, que chegou a lhe pedir perdão de joelhos. As filhas imploraram à mãe que o perdoasse, mas não houve jeito.

9 Comentários!

ANTÔNIO LINALDO – UBERLÂNDIA-MG

Caro Berto,

A propaganda eleitoral do PT dizia que Lula ia fazer o Brasil feliz de novo.

Condenado mais uma vez pela juíza Gabriela Hardt, Lula realmente fez o Brasil ficar feliz de novo.

Uma felicidade que vai durar muitos e muitos anos!

Abraços para todos os leitores deste maravilhoso blog.

2 Comentários!

BEM NO OLHO DO FURICO

Condenado já a 25 anos de prisão, o ex-presidente Lula poderia pretender regime semiaberto quando cumprisse um sexto da pena (50 meses ou 4 anos e dois meses).

Mas o problema do presidiário é que há Sérgio Moro no caminho.

O pacote de combate à corrupção do ministro da Justiça acaba a progressão do regime automática.

O juiz decidirá o tamanho do regime fechado. Pode decidir, por exemplo, que serão cumpridos em regime fechado 10 dos 12 anos do total da pena.

* * *

Esse Dotô Sérgio Moro tá merecendo um Prêmio Nobel.

O Prêmio Nobel de Atochação de Bimba no Furico de Corruptos.

Só o fato de Moro fazer Gleisi Amante Hoffmann espumar de raiva e mijar ódio pela priquita, já faz dele um grande benemérito da cidadania e da ética neste país.

Arroche mermo, seu dotô!!!

“Puta qui pariu. Essi dotô tá botando no meu furico cum muita força. Num vai sobrá prega ninhuma”

Deixe o seu comentário