VAGABUNDAGEM DESTRUIDORA

Em Brasília, cancelaram aulas para que mais de 80.000 professores e alunos de escolas públicas e da Universidade de Brasília protestassem contra Bolsonaro.

Mataram aulas e trabalho, mas só 1.500 apareceram.

Há quinze dias, a oposição levou 10 mil às ruas de Brasília contra o governo e no domingo 20 mil pessoas o defenderam.

* * *

Enquanto isto, em Fortaleza, uma multidão composta por três maloqueiros desocupados, em pleno dia útil, saiu às ruas pra matar aula.

E deram uma criminosa lição de arte zisquerdal pichando o patrimônio alheio.

Na lataria do ônibus um deles pintou um tosco “Lula Livre“, enquanto na camiseta ostentava o lema de trabalho terrorista de um autêntico militante petralha: “Gasolina Neles” 

1 pensou em “VAGABUNDAGEM DESTRUIDORA

Deixe uma resposta