STAND-UP COM POESIA

PROBLEMA CONJUGAL

Estou com um problema
Por favor, me ajude
Os ratos invadiram
A despensa lá de casa
Fátima inconsequente
Resolveu criar um gato
Eu, por mim, prefiro os ratos
Não aceito a concorrência

TEUS OLHOS

Quase não vejo
O Céu distante
Quando estou diante
Dos teus olhos azuis
Penso depois:
O Céu é só um
Teus olhos são dois

CUMPLICIDADE

A cadeira que me sento
Para escrever poesia
Nem desconfia
Da cumplicidade
Que me propicia

TRISTEZA

Teu corpo coberto
Como tantos outros
Guarda o rebanho
Dos meus desejos
Não os outros.

SÓ AMOR

Abri a caixa preta do teu peito
Só encontrei amor,
Um tantão assim
Ousei acreditar
Que é por mim

2 comentários em “STAND-UP COM POESIA

  1. Meu caro joaquimfrancisco o poeta há de correr risco nessa vida maledita, Eu que não sou tão poeta assim arrisco-me a correr risco. Que o J. Levy leia meus Riscos e Rabiscos, o apoio de todos vocês leitores e colunistas dessa Gazeta escrota é o que me basta.

    Um abraço
    Itaerço
    Imperatriz-ma

Deixe uma resposta