STAND-UP COM POESIA

LOUCURA

A poesia
É essa coisa
Meio louca
Feita por
Um louco
Meio poeta.

LIVRE

Sou livre
Sem paquera
Me amarrar
Deus me livre
Com você
Ai quem dera
Se eu demorar
Me espera
Que seja aqui
Ou noutra esfera
Caso contrário, amor
Já era.

DOS SEIOS

Dos seios
O que sei:
Os poetas tiram
A poesia.
Os pintores tiram
a imagem
Os bebês tiram
Alimentação
Eu só tiro
O pecado
Indício de perdição

MULHER

Por mais
Que eu chore
Não será
Por ti
É por
Tuas curvas
Onde me perdi.

A ordem dos fatores,
altera sim, o resultado

Nem sempre todo final
Tem o mesmo resultado
Com os fatores alterados
Na verdade, afinal
Mau também não é mal
E na soma influencia
Nem todo verso é poesia
Pode testar se quiser
Durma com Maria José
Depois com José Maria

Depois você me conta!

4 comentários em “STAND-UP COM POESIA

  1. Caro poeta, a poesia faz aqui o contra-balanço com a rispidez da apresentação de muitas idéias. As vezes lendo algo certo escrito com duras palavras , a poesia lida a seguir acalma. Poesia ainda é um dos melhores remédio.

  2. Parabéns pela beleza dos versos, querido poeta Itaerço Bezerra! O seu “STAND-UP COM POESIA” enriquece o JBF., Adorei os trocadilhos de “LOUCURA” e de “MULHER”. ´

    Um grande abraço!

    Violante Pimentel

  3. Minha querida amiga Violante Pimentel, estava sentido a sua falta, finalmente você chegou para matar minha saudade, obrigado minha contista preferida.

    Um forte abraço
    Itaerço Bezerra
    Imperatriz-ma

Deixe uma resposta