STAND-UP COM POESIA

AMORES NOTURNO

Beijei a boca da noite
Namorei a madrugada
As duas me jogaram fora
Há males que veem pro bem
Estou pegando a aurora.

LOUCO DE AMOR

Se o amor é uma loucura
Do que me serve a sanidade
Prefiro-me louco de amor
Que são com necessidade

CONFISSÃO

Eu bebo
Eu jogo
Eu minto
Pitar
Eu não pito
Vontade
Eu não sinto.
Roubar
Já roubei
Somente
Uma vez.
Tenho dois corações
Um obsoleto
Já quis devolver
A dona não quis
Doar não posso
Muito menos vender
Coração não é meu
Só tenho a posse
Doutor, o que faço?
Eu quero saber.

A PROCURA

Andei pelas estrelas
Feito um átomo humano
Tinha comigo um plano
Queria te encontrar
Destruí muros aos murros
Os que não consegui pular
Seu quarto estava vazio
Cansei de te procurar.

COITADO

SÓ PRA NÃO DIZER
QUE ESQUECI VOCÊ

Selaram o Lula na cela
Não sei como ele se sente
Coitado, ele é inocente
Quem come merda se mela
Nem que seja presidente
Ele caiu na esparrela
Moro disse que ele mente…
Aqui do sitio de Atibaia
Eu vou é cair na gandaia
Pois não tenho concorrente

2 pensou em “STAND-UP COM POESIA

  1. Meu caro joaquimfrancisco, pensei que o preconceito com esse verbo era um privilégio somente meu, não é, tem problema não já somos dois. Um forte abraço meu querido amigo. Obrigado.

    Itaerço
    Imperatriz-ma

Deixe uma resposta