SANDRO COELHO – CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM-ES

Berto, bom dia.

Achei isso num fórum que participo.

É incrivelmente interessante para estes dias, que se RE-memora os “dias de chumbo”:

CONVERSA ENTRE UM *RUSSO* E UM *BRASILEIRO*:

*Russo* – Como eu amo a liberdade

*Brasileiro* – É. Não há nada pior que a ditadura.

*Russo* – Mmmm? Vocês também tiveram ditadura no Brasil?

*Brasileiro* – Ô! E como tivemos! Os militares deram um golpe e tomaram o poder.

*Russo* – Mas como? Fuzilaram o congresso todo?

*Brasileiro* – Não exatamente. Foi o próprio congresso que instituiu.

*Russo* – Mas você não disse que foi um golpe?

*Brasileiro* – Sim.

*Russo* – Não entendi. Mas enfim …. Quantos morreram pelo menos?

*Brasileiro* – 357 pessoas!!!!

*Russo* – É … Para um dia só é bastante.

*Brasileiro* – Não, 357 no total.

*Russo* – No total do que?

*Brasileiro* – Da ditadura!

*Russo* – Peraí, mas foi só uma coisa de uns dias e depois acabou?

*Brasileiro* – Que uns dias que nada ! foram 21 anos de opressão!

*Russo* – E quem foi esse ditador “genocida” que matou 357 pessoas em 20 anos.

*Brasileiro* – Foram 5 ditadores.

*Russo* – De uma vez só?

*Brasileiro* – Não, um depois do outro.

*Russo* – Um depondo o outro?

*Brasileiro* – Claro que não ! Terminava o mandato e vinha outro.

*Russo* – Tipo presidente?

*Brasileiro* – É … Mas só que não. A gente não podia votar!

*Russo* – Então ao invés de um ditador, vocês tiveram 5 representantes com mandato temporário e que matavam 17 pessoas por ano?

*Brasileiro* – Sim. Mas o povo se levantou e tirou eles de lá!

*Russo* – Ah no fim depuseram os militares?

*Brasileiro* – Pode se dizer que sim. Eles saíram do poder.

*Russo* – Mas tá estranho isso. Eles não controlavam o exército? Como o povo conseguiu isso? Ou eles se armaram também, ou atacaram em grande número. De uma forma ou de outra deve ter sido a maior carnificina!

*Brasileiro* – Até que não. Os militares anunciaram eleições democráticas e deixaram o poder.

*Russo* – Deixaram ??? como assim? tipo por conta própria?

*Brasileiro* – É que o povo, no fim, já tava meio contra também …

*Russo* – No fim??? Mas péra! Para sair assim, na boa, só podem ter levado uma fortuna antes! Devem estar tudo ricos hoje!

É certo que ditadores deixam os países minguados, sem infraestrutura, as pessoas passando fome, a economia falida, aumento da criminalidade …. e fogem.

*Brasileiro* – Hummm … Não exatamente. Pelo contrário, foi o melhor período econômico do nosso País. Para se ter uma ideia, em 21 anos de ditadura crescemos cerca de 3 (três) vezes mais do que os 21 anos seguintes de democracia.

As infraestruturas criadas na época são as principais até os dias de hoje, algumas delas são as únicas do setor, da região.

As pessoas não passavam fome, pois viviam com dignidade.

Os índices de criminalidade eram insignificantes, comparados com os dos dias atuais.

Não fugiram, as famílias vivem até hoje com os recursos que eles receberam trabalhando, de forma simples.

*Russo* – Cara, eu respeito sua historia e tal, mas tá meio difícil de acreditar que vocês tiveram uma ditadura.

*Brasileiro* – Como assim? A opressão era real! Morreram muitos heróis lutando pela nossa liberdade!

*Russo* – Então havia até mesmo uma oposição?

*Brasileiro* – Ah se havia ! Eles matavam soldados, sequestravam gente importante, roubavam bancos, plantavam bomba em quartéis.

*Russo* – Que horror ! E os revolucionários, como combatiam isso?

*Brasileiro* – Não, caramba! Tô falando dos heróis, os revolucionários! Presta atenção!

*Russo* – Tá bom, entendi. Mas esse lance de matar soldado, explodir bomba… hoje em dia isso não seria terrorismo?

*Brasileiro* – Talvez. Não sei. Mas na época era justificado. Tinha que derrubar aquele governo cruel.

*Russo* – Mas e roubo a banco e sequestro… não é crime isso dai também?

*Brasileiro* – É …Talvez …. mas eles tinham que tirar dinheiro de algum lugar para manter o movimento , né?

*Russo* – Sim, mas do povo? …

*Brasileiro* – Não tinha alternativa! A União Soviética não estava mais sustentando a revolução como antes…

*Russo* – Opa! Um momento! A gente que estava financiando vocês contra os militares?

*Brasileiro* – Sim. Os comunistas soviéticos estavam nos ajudando a derrubar a ditadura e instaurar a democracia no Brasil.

*Russo* – E você acreditou? Pois a nossa ditadura foi comunista! Matou 21 milhões, durou 74 anos e deixou o país afundado!

Você nunca conheceu opressão, e por isso mesmo não entende o que é liberdade!

(Autor desconhecido)

6 pensou em “SANDRO COELHO – CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM-ES

  1. Para explicar melhor o “a gente não podia votar”: a gente podia votar para deputado e senador, e eles escolhiam o presidente, junto de alguns “biônicos”. A gente também votava para prefeito (menos as capitais) e para vereador.

    Quer dizer, eu não, que eu era criança.

  2. O IMPÉRIO DA BURRICE FALACIOSA:
    Pelo diálogo dá para compreender que para haja ditadura:
    1) é preciso que o ditador seja um só todo o tempo, logo não houve ditador nem na Rússia, nem na China, nem em Cuba, nem em lugar nenhum desses mundos véis comunistas.
    2) tem de matar mais de 357 pessoas.
    3) o Congresso todo precisa ter sido fuzilado.
    4) o fim da ditadura tem de ser sangrento.
    5) precisa durar mais de vinte e um anos.
    6) não pode haver crescimento econômico como teve na Rússia, na China e no Brasil, porque em ditaduras o crescimento econômico é impossível.
    7) a opressão tem de ser maior do que censura à imprensa, proibição de expressar idéias e ameaça de prisão, tortura e morte.
    8) a implantação da ditadura não pode ter motivações consideradas justificáveis.

    • Eu tinha esquecido. Em Cuba, de fato, não existiu ditadura nem ditadores. As eleições eram periódicas, e os eleitos tomavam posse, era corriqueiro. Na verdade o que existia e ainda existe em Cuba é democracia demais. E os eleitos, que ganhavam as eleições com mais de 98%, levaram o país a ser uma pujante democracia, um exemplo para o mundo. Isso é inegável. Após mais de 60 anos, essa exemplar nação teve incríveis 3 presidentes!!! Não é mesmo um espanto?

  3. realmente o goiano nao gosta de historia , mesmo que seja em verso e prosa , talvez para ele historia seja as estorias de lula , o pt , e seus cumplices e seus corrruptos , mas nada demais , pois afinal para quem tem genocidas como che guevara e os irmaos castro , e chavez e maduro como herois estarao sempre prontos a aceitar a democracia comunista , , e a prova disto e que aceitam que lula pagou a divida externa , quando na realidade simplesmente trocou uma divida com o fmi , com juros de tres por cento ao ano , por uma divida com as instituiçoes financeiras nacionais que pegaram estes emprestimos a tres por cento ao ano , e emprestaram ao governo com juros de doze por cento ao ano ,, estorias serao sempre agradaveis aos ouvidos dos incautos .

Deixe uma resposta