QUE PENA: NÃO MORRERAM POLICIAIS

Uma pena que a Rede Globo e seus jornalistas e especialistas não demonstrem a mesma preocupação quando padecem policiais.

É a mais efetiva inversão de valores.

Pelo  menos é o que se depreende do comentário da jornalista Eliane Cantanhede, da Globo News.

O questionamento dela para sustentar a tese de que foi chacina e que não  houve tiroteio, é de que do lado do bem, em proteção à sociedade, não morreu ninguém.

Noutras palavras, se tivesse policial morto, tudo bem.

Independentemente do que ocorreu, a argumentação é insana, mediocre e lamentável.

No twitter, a justificativa foi ainda mais patética, tentando sufocar a repercussão.

Veja abaixo, o vídeo e a inoportuna tuitada

* * *

É phoda!!!!

É pra arrombar a tabaca de Xolinha!!!!

Que coisa babaca e inacreditável a um só tempo!

Ficamos livres de 13 marginais por conta de eficiente ação da Polícia Militar e essa tabacuda caga um tolôte desta magnitude.

Por conta deste tipo de comentário em defesa de bandidos, a isenta e genial jornalista da Globo, vai ser premiada agora com o troféu Merda de Ouro.

Com distinção e louvor!

2 pensou em “QUE PENA: NÃO MORRERAM POLICIAIS

  1. Esta jornalista deve ser parente do amigo do dr Simplício da estória de D. Violante logo aí abaixo , que disse : Esse dr Simplício ficou intrigado com você, porque você não morreu.

  2. Eu não tenho dúvidas de que os jornalistas das grandes mídias com raríssimas exceções, são inimigos do Brasil e dos brasileiros de bem. A jornalista aí acha estranho os policiais terem abatidos todos os marginais, mas garanto que ela não estranharia se fosse o contrário. A mulher fica chocada com marginais eliminados e nós que temos má-fé?

Deixe uma resposta para jm Cancelar resposta