POEMAS SOBRE OBVIEDADES

UM DIA DE CADA VEZ

Viver sempre o tempo presente
Não ter foco no passado
Nem ansiar pelo futuro
Evita ser atropelado
Pelo trem do pensamento
Que está desgovernado.

*

PRIMEIRO, AS PRIMEIRAS COISAS

Assuntos devem ser ordenados
Utilizando prioridade
Pode sonhar com o ideal
Tenha foco na realidade
Assim vai superar desafios
A vida ganha qualidade.

*

VIVA E DEIXE VIVER

A gente tem um grande defeito
Querer o máximo poder
E na vida do próximo
Acha que pode se intrometer
Quem possui sabedoria
Segue o lema: Viva e deixe viver!

*

VÁ COM CALMA

Uma postura de bom senso
É agir sempre com calma
Constitui muita importância
Pra o equilíbrio da alma
O corpo não vai adoecer
Pois bloqueia todo trauma.

*

PENSAR

Quem quer ser distinguido
Ser humano racional
Evita agir por impulso
Através do instinto animal
Pensar é a frequência
De quem usa a consciência
Sintonize esse canal!

*

AUTOESTIMA

Gostar de alguém é fácil
Difícil é se valorizar
Erra quem procura no outro
Felicidade encontrar
O afeto vai poder fluir
Nada consegue obstruir:
Ame-se em primeiro lugar.

8 pensou em “POEMAS SOBRE OBVIEDADES

    • Orlando Silveira,

      É com alegria que leio o comentário de quem tem o dom da síntese. Sou fã da capacidade de sintetizar do poeta Mario Quintana (1906-1994), então aproveito a oportunidade para compartilhar um poema desse grande vate gaúcho com o amigo:

      Envelhecer

      Antes, todos os caminhos iam.
      Agora, todos os caminhos vêm.
      A casa é acolhedora, os livros poucos.
      E eu mesmo preparo o chá para os fantasmas.

      Saudações fraternas,

      Aristeu

    • Carmen,

      Agradeço seu comentário com a informação correta sobre a reflexão. Certa vez, assisti a uma palestra sobre a diferença entre progredir e evoluir. Fique refletindo sobre como exprimir essa diferença de forma poética. Compartilho meus versos com a prezada leitora fubânica:

      EVOLUIR É PRECISO

      Progredir não é evoluir
      Deve-se valorizar o ser
      Conhecer os seus traços
      Tirando o foco do ter
      A lei do Cosmo é estável
      A evolução interminável
      Você não vai se arrepender!

      Saudações fraternas,

      Aristeu

    • Marcos Ribeiro,

      Agradeço seu ótimo comentário. É muito importante viver o presente, pois o passado não se tem como mudar e o futuro é só uma perspectiva de ser alcançado. Gosto demais da conta de um poema de Mario Quintana (1906-1994) que aborda viver o dia de hoje. Compartilho-o com o prezado amigo o poema, conhecido popularmente como “O Tempo”, ele tem como título original “Seiscentos e Sessenta e Seis”:

      SEISCENTOS E SESSENTA E SEIS

      A vida é uns deveres que nós trouxemos para fazer em casa.

      Quando se vê, já são 6 horas: há tempo…
      Quando se vê, já é 6ª-feira…
      Quando se vê, passaram 60 anos!
      Agora, é tarde demais para ser reprovado…
      E se me dessem – um dia – uma outra oportunidade,
      eu nem olhava o relógio
      seguia sempre em frente…

      E iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas.

      Saudações fraternas,

      Aristeu

  1. Ótima postagem, prezado Aristeu Bezerra! Como grande pensador, você acertou em cheio no que eu precisava ouvir. Gostei imensamente de todos os seus poemas sobre obviedades, porém destaco o primeiro:

    UM DIA DE CADA VEZ

    Viver sempre o tempo presente
    Não ter foco no passado
    Nem ansiar pelo futuro
    Evita ser atropelado
    Pelo trem do pensamento
    Que está desgovernado.

    Esses poemas valeram o dia!!! Parabéns, amigo Aristeu!

    Um grande abraço e uma excelente semana!

    Violante Pimentel Natal (RN)

  2. Violante,

    Muito obrigado por seu excelente comentário. Viver um dia de cada vez foi uma lição que aprendi na prática, então transformei em versos simples para ajudar outras pessoas com essa expressão que não se pode refutar. Certa vez, vi uma discussão acalorada sobre religião quando ouvi uma frase de uma pessoa envolvida que dizia o seguinte frase: “Deus é bom o tempo todo”. Foi essa frase a inspiração para o seguinte poema que compartilho com a amiga:

    DEUS É BOM O TEMPO TODO

    Respeito quem não acredite
    Num poder superior.
    Há pra tudo um criador.
    A fé não se transmite.
    Crer ou não, ele permite;
    Pois não precisa de engodo
    Pra atrair fiéis a rodo.
    Foi um sofrimento eventual
    Que tive auxílio pontual.
    Deus é bom o tempo todo.

    Saudações fraternas,

    Aristeu

Deixe uma resposta