1 pensou em “O ESTADO POLICIAL DE LULA

  1. Como estou comentando com base no vídeo do Nêummmanne, ignoro os termos completos do “despacho” da juíza Denisse Frossard no Facebook, mas observo que aqui a suspeição procurou resumir-se às relações entre juízes, promotores e as partes, Na verdade, a suspeição pode decorrer quando o juiz for interessado no processo em favor de qualquer das partes, o que amplia ad infinitum o leque, pois o interesse é difuso, pode decorrer de inúmeras situações, inclusive, é claro, algum tipo de partidarismo.
    Pois, é justamente o que o The Intercept revela: um partidarismo que, dentre outras circunstâncias psicológicas suspeitas e insuspeitas, se prende, contraditoriamente, ao excepcional interesse de fazer justiça.
    Ocorre que os diálogos que vieram à tona confirmam a empreitada de juízes e procuradores no combate à corrupção que os envolveu de tal forma a chegarem ao ponto de forçarem a busca de determinados resultados em favor da cruzada em que se envolveram.
    Ainda no que tange aos chamados despachos entre o juiz e as partes, como advogado tive a oportunidade de fazê-los e, ao contrário do que se quer fazer acreditar, e, como deve ficar claro nas próprias declarações da Juíza mencionada, certamente dela não estaria convencidonada deve ali passar além de informalidades, de modo que o juiz jamais irá recomendar ao advogado a adoção de estratégias, ou de adiantar decisões, ou coisas que tais. Se o advogado tentar pescar algo do juiz, colher verdes ou coisa que o valha, o juiz invariavelmente ordenará à parte: – Venha nos autos!
    O que os diálogos revelam, cujo teor não foi tempestivamente contestado, é a disposição justiceira, algo que extrapola a competência e atividade de juízes e procuradores, que devem estar jungidos aos autos e à aplicação das leis, desinteressadamente.
    O advogado que defende a inocuidade ou desimportância dos diálogos revelados delas não estaria convencido se fosse patrono de parte envolvida, não por casuísmo, mas por interesse na correção do julgamento.

Deixe uma resposta