NO OLHO DO FURICO

“Pode o investigado determinar investigação dos investigadores? Era essa inversão de papéis que o projeto de abuso de autoridade proposto contra a Lava Jato fazia, defendido adivinhem por quem… MP e Executivo devem garantir independência da atuação dos auditores, contra quem for”

Deltan Dallagnol, procurador da República e coordenador da força-tarefa da Lava Jato

* * *

O Dr. Dallagnol acertou bem no olho do furico de Gilmar Boca-de-Buceta.

O patife togado está esperneando porque a Receita Federal deu iniciou a uma investigação de “focos de corrupção” nas falcatruas dele e da esposa.

Falcatruas que, de tão claras e evidentes, nem precisam ser investigadas: estão à vista de todos.

Um pulha e um cidadão decente: os extremos da nossa república

2 pensou em “NO OLHO DO FURICO

  1. como costuma dizer o doutor e reconhecido jurista , carvalhosa , o pior bandido e o bandido de toga , ainda mais se da suprema corte , e pelos atos destes , podemos afirmar que os mesmos estao mais para umplice e ativistas a favor de quadrilheiros que a favor e defesa das leis e da constituiçao , e esta e a visao da enorme maioria da populaçao,

  2. Agora estamos em tempo de patrulhamento judiciário: se o cara processa jornalista, é contra a liberdade de imprensa; se o cabra pede que se investigue quem a seu ver o investiga irregularmente, é antidemocrático.
    Aí é phoda com ph.

Deixe uma resposta