MUITO JUSTO

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta terça-feira (15), em cerimônia no Palácio do Planalto, um decreto que facilita a posse de armas de fogo.

O direito à posse é a autorização para manter uma arma de fogo em casa ou no local de trabalho.

Para andar com a arma na rua, é preciso ter direito ao porte, cujas regras são mais rigorosas

* * *

A bandidagem já se autoconcedera, ilegalmente, o direito a posse e porte de armas.

A partir de agora, o cidadão decente terá o mesmo direito. Legalmente.

A proibição do comércio de armas de fogo foi rejeitada em plebiscito realizado no ano de 2005.

Bolsonaro está apenas atendendo à vontade da maioria da população brasileira, que foi expressa naquela consulta há mais de 13 anos.

“Não errem. Mirem no meio dos dois chifres do marginal”

5 pensou em “MUITO JUSTO

  1. É bem isso, Berto. Mas haja paciência para aguentar os descerebrados.

    Até outro dia, o mote era “quem fala mal do brasileiro é fascista reacionário coxinha com sindrome de vira-lata”.

    Agora, “o brasileiro não tem preparo nem maturidade nem cultura para ter arma”.

  2. Infelizmente, com R$ 998,00 por mês a única coisa que posso comprar é uma baladeira, ou, um liquidificador. Afinal, de acordo com o nobre ministro, faz o mesmo efeito. Né não?

    • Considerando que vc não conseguiu sequer entender o que o ministro falou, é melhor deixar essa idéia de ter arma para quem tem maior capacidade cognitiva.

  3. Nem vale a pena comentar as besteiras e safadezas de lula e dilma, ainda mais aquela que favoreceu a fuga de um criminoso, ou vários. Vão examinar as fitas e ver quem foi o petista ajudou.

Deixe uma resposta