MAURINO JÚNIOR – PAULO AFONSO-BA

Saudações, Papa Berto!!!

Lá em Arcoverde, tem um sujeito por apelido de Gildo Priquitinho!!!

Apôi o cabôco dirmantelado num fundou um bar com o nome de Priquitu´s Bar?

Tá duvidando??

Apôi arrepare!!!

Um abraço aqui do cardinalato Pauloafonsino!!!

R. Pois o dono desse bar que se prepare:

O ministro Gilmar Boca-de-Priquito, o soltador de corruptos, vai cobrar direitos pelo uso indevido de sua marca facial mais característica.

A sua boca abucetada.

Para os leitores fubânicos de outras paragens, informo que “priquito” é um dos milhares de sinônimos da dicionarizada e científica palavra “vagina”.

A palavra que, por conta do seu uso prazeroso, gostoso e incessante, mais tem sinônimos nesse mundo.

Meu caro amigo José Honório, grande poeta recifense, glosou (atenção: é “glosou”, e não “gozou”) com maestria um mote de sua autoria que diz assim:

Xiri, perereca, aranha,
Quanto nome a brecha tem

E veja como ficou lindo:

Vagina, papuda, greta,
Xanha, lasca, racha e fruta,
Tabaco, chibiu e gruta,
Fenda, bainha e buceta,
Desejada, cara-preta,
E bacurinha também
É vizinha do sedém
Talho, pipiu e xiranha,
Xiri, perereca, aranha,
Quanto nome a brecha tem

Na verdade, esta parte arretada e muito especial do bicho fêmeo merece todos os elogios e sinônimos do mundo.

No meu livro O Romance da Besta Fubana, a personagem Amara Brotinho, rapariga de profissão, numa determinada cena da história, relaciona alguns sinônimos de priquito.

Veja que coisa profunda:

Chibiu, pombo, perseguida, buceta, peladinha, gruta encantada, xoxota, cabeluda, carne mijada, perdição-de-homem, buraco-do-céu, vagina, aguenta-fumo, boca-troncha, casa-de-rola, leva-vara, beira-roxa, porteira do mundo, do-cu-pra-riba, ninho-de-rola, caranguejeira, mealheiro, bacorinha, pão crioulo, engole-pau, brecha, boca-de-baixo, lacraia, goelão, greta, chiranha, aranha, migué, lascadinha, inchu, forno, boca-sem-dente, carteira, engole-cobra, buraco-da-minhoca e bregueço.

Fora os outros!!!.

E quem quiser saber do resto da história que leia o livro.

1 pensou em “MAURINO JÚNIOR – PAULO AFONSO-BA

  1. Pois bem!!! Se Amara Brotinho falasse e esculambasse em Latim, seria assim: “Chibiu columbæ offeret, persecutionem patientur CATELLUS peladinha, cantata descenderat antro, CATELLUS morem pellis hispidus: urinam cibum:-ut-exitio vir foraminis, caelum naturale eius debent, pendet-fumigans, os-Troncha, home-a-rotulis, leva- lignum purpurati fines orbis porta et, cu ut- riba, nest-of- librorum cancri aranei porcellum ripam bacorinha, creole panem absorbet faex hiatum ore ut- humili centipedes goelão Greta , chiranha aranea Migne, lascadinha, inchu: clibano, os, non-dente: non peram, serpens dissipabit, et timere vermis eorum in semetipsos bregueço foraminis.”

Deixe uma resposta