UM EXEMPLO DE PAI

Maurício Assuero

Na visita que a doidivana Gleisi Amante Hoffmann fez a Lula, ele saiu com uma máxima interessante; “Bolsonaro não cuida dos filhos e quer cuidar do país alheio?”, numa nítida referência aos problemas envolvendo Flávio Bolsonaro. Analisando bem a questão, a gente vê que se trata de mais contribuição negativa do ex-presidente, atual presidiário. Primeiro, porque é preciso deixar claro que as questões de Flávio Bolsonaro não práticas do governo, ou seja, nestes 25 dias, o governo Bolsonaro não fez nada que denegrisse sua imagem. Em segundo lugar, Moro fez uma afirmativa de que o governo não iria interferir nas investigações, bem em consonância ao que Bolsonaro disse em entrevista: “Se Flávio errou, ele terá que pagar”.

Diferentemente dos governos do PT onde os erros foram dos governos, dos mandatários e dos aliados. O que se sabe, hoje, é que esse pessoal assaltou as empresas públicas brasileiras e propagou a corrupção por países da América Latina, a exemplo do que se tem visto no Peru, na Argentina, na Colômbia, etc.
Lula tem toda razão quando diz que Bolsonaro não soube cuidar dos filhos porque ele é um grande exemplo de um pai que fez tudo para que seus filhos não passassem um milímetro sequer de necessidades. Fábio Luís, o Lulinha, por exemplo, é dono da Gamecorp que se enrolou em negócios escusos com a Telemar Oi da qual recebeu R$ 5 milhões. Tem ainda o Taigura, que era filho de Marisa, que de uma simples oficina em Santos passou a ser empresário do ramo da construção civil prestando serviços para as empresas enroladas na Lava Jato em países que receberam dinheiro do BNDES.

Seguramente: o pai exemplar. Um pai muito mais dedicado do que aquele que “vai brincar de vovô com meu filho”. Esse pai, agora Palocci deixou claro, tinha toda preocupação em conseguir recursos ilícitos para que, através de Bumlai, chegassem aos seus familiares. Lula, realmente, sabe o que é ser pai. Esperamos que Bolsonaro aja como um pai nesse caso de Flávio, mas como o pai que apoia, que ajuda a se reerguer, quando o filho erra. São muitos os pais que num esforço supremo denunciam filhos por erros cometidos, mas com o objetivo de salvar-lhes de mal maior. Lula chamou Fábio Luís de “Ronaldinho dos negócios” diante de toda divulgação que teve a criação da Gamecorp.

3 ideias sobre “UM EXEMPLO DE PAI

  1. meus pais eram desses pais iguais ao capitão.
    quando comecei a tocar numa bateria de escola de samba,eles conversaram com um sargento da PM amigo deles.
    eles pediram para serem avisados se eu fizesse alguma coisa errada,de acordo com a conversa o PM os avisaria e eles mesmo me levariam para cadeia.
    para não ir para a cadeia nunca sai da linha,graças aos meus pais.

  2. A propósito , após acusarem o filho do homem , precisam e devem provar. E veja como é a maioria das câmaras : Uma do Tocantins teve 10 dos 11 vereadores presos sendo 3 ainda foragidos. apenas o presidente da câmara escapou do mandado de prisão, segundo a imprensa. O problema deve ser borracha, ou borrachadas nestes fdp. Cobravam propina para aprovar projetos. Câmaras são assim, furam e esvaziam com facilidade. Nas municipais tem muito ar, muitos vereadores tem problemas de flatulência.

Deixe uma resposta