MACAQUICE JORNALÍSTICA

Há alguns dias um grande jornal aqui do Recife, a Folha PE, fez uma matéria sobre uma localidade chamada Planeta dos Macacos.

Matéria que foi reproduzida no Twitter.

Nos mapas do Google, este tal planeta recifense é facilmente encontrado:

Pois é: lá tem até a Igreja Católica do Planeta dos Macacos!

Deve ser uma barulheira arretada na hora da missa.

Bom, o que eu queria contar é que a tal matéria sobre o Planeta dos Macacos era ilustrada com uma foto de uma moça negra.

Uma neguinha bem bonita, botando roupas pra secar num varal do quintal.

Quando vi a reportagem, não resisti e botei lá o seguinte comentário:

Onde estão os ativistas??? Uma matéria intitulada “Sitio dos Macacos” é ilustrada com a foto de uma garota negra. Vôte!!!

Pura gozação, pois não levo a sério esta baitolagem de ficar puto com este tipo de coisa. Acho uma bosta a militância nesta idiotice conhecida por “politicamente correto”.

Em poucos instantes, a redação da FolhaPE fez esta postagem:

Gostei da presteza e das providências do jornal, embora achasse totalmente desnecessária a modificação da matéria por conta da minha gozação.

Tiraram a foto da neguinha e eu lamentei não ter feito uma cópia.

E respondi ao jornal de imediato:

Eu mesmo, que sou branco, ariano dos zoios zazuis, nunca fico chateado quando me chamam de Urso.

5 comentários em “MACAQUICE JORNALÍSTICA

  1. Pois é caro Berto,urso aqui nas alagoas de Fernando Collor e Renan Calheiros,é o cara que trepa com a mulher do vizinho.Abra do olho cabra.

Deixe uma resposta