JESSIER QUIRINO – ITABAIANA-PB

*Sertaneja de azul e rosa.*

E os urbanitas (no bem bom das “redes” climatizadas), discutindo asneirices da mesma cor.

Foto: Jessier Quirino

Próximo a Ibimirim – sertão de Pernambuco, no pino do meio dia.

Ver o prumo da sombra.

2 comentários em “JESSIER QUIRINO – ITABAIANA-PB

  1. Sim, discute-se asneiras mesmo. A ministra falou algo de maneira figurada , para bom entendedor a conversa morreria ali. Não importa de que cor se vista a criança , o importante é ter algo para cobri-la , agasalha-la do frio, e educação para agasalhar-lhe a alma e dar-lhe uma vida mais digna. Amor , educação , não tem cor. Tudo o que é natural tem uma cor e é bela dependendo da condição de quem a olha. Até a poesia tem uma cor subjetiva dependendo da ideia e do momento do poeta. Não se deve ,mas estamos sempre misturando as coisas, e isto também é natural do ser. A humanidade sempre caminhou assim. Daria para escrever muita coisa sobre o nordeste. Nasci e vivi em Santos S.P. por alguns anos. Depois mudei para uma região serrana próxima , a chuva me acompanhou. A 30 anos atrás passei alguns meses no sudeste da região nordeste. Por amostragem, temos ideia do restante , e por ser amostragem tem suas falhas. Mesmo assim acho o lugar maravilhoso. Tão bonito quanto o céu da foto ai acima, que retrata a beleza e o sofrimento comum ao local. Tomara Deus que a beleza continue , e o sofrimento ao menos se amenize, com ações certas dos homens que com estudo conhecimento pratico as tornem viáveis. Menos politicagem e mais ações. Poética e belíssima foto!. Esperando por outros como Francisco Itaerço, Dalinha, e o poeta das fotos do serão.

  2. meu pai era Pernambucano de Garanhuns,ainda não tive oportunidade de conhecer essa cidade,muito menos o Nordeste que ele gostava tanto.
    essa foto é linda,é a cara do Brasil que conheço só pela narração do meu pai.
    sobre o comentário,o que tem de babaca falando asneirices é impressionante,o tal politicamente correto esta criando uma sociedade de bestas que sinceramente não sei onde vai dar.
    dia desses,gentilmente falei um boa tarde para um senhora que passava ao meu lado na calçada e ela me olhou com tanto espanto que por pouco não pedi desculpas pelo atrevimento,até desisti de ir ao banco para não dar chance dela chamar a policia e me denunciar por qualquer coisa.

Deixe uma resposta para Joaquimfrancisco Cancelar resposta