HÉLIO CRISANTO – SANTA CRUZ-RN

NÃO QUERO VER MICARETA, EM FESTA DE SÃO JOÃO

Vejo muito “forrozeiro”
Cantando num trio elétrico
Entoando um forró tétrico
Sem ter sequer sanfoneiro.
Só se escuta o batuqueiro
Zoando num paredão,
Deixando essa tradição
Pelas mãos de picareta;
Não quero ver micareta
Em festa de São João.

Não faça da nossa festa
Um armazém de despejo,
Contratando sertanejo
De forma tão desonesta.
O nosso povo contesta,
Quer ouvir xote e baião…
Muito forró no salão,
Com foguetão na vareta;
Não quero ver micareta
Em festa de São João.

Eu quero um trio pé de serra
Animando uma quadrilha,
Tendo o forró como trilha
No São João da minha terra.
Não quero aqui fazer guerra,
Nem provocar confusão.
Só quero o meu forrozão
Rodando em toda vinheta;
Não quero ver micareta
Em festa de São João.

É preciso consciência
Por parte dos produtores,
Reconhecendo os valores
Desse forró com essência.
Chega dessa negligencia,
De pagar caro ao ricão.
E ao povo do nosso chão
Querer pagar com gorjeta;
Não quero ver micareta
Em festa de São João.

Va chamar um zabumbeiro
Contrate um bom “trianguista”.
E completando essa lista
Leve também um pandeiro.
Jogue água no terreiro,
Apagando o poeirão.
E mostre que Gonzagão
Foi o maior do planeta;
Não quero ver micareta
Em festa de São João.

Deixe uma resposta