FALÊNCIA MORAL

Mauricio Assuero

O que tem acontecido neste país retrata a falência moral que envolve nossos dirigentes. Precisamos ter discernimento para isolar fatos de factoides, realidade e ficção. O recente caso envolvendo as contas pessoas do casal GG (Gilmar e Guiomar Mendes) escancarou o que há de mais esdrúxulo nesse país. Não é porque eu (e talvez 90% dos brasileiros) não suporte a figura asquerosa de Gilmar Mendes. Não é porque ele tem a capacidade de nos fazer palhaços com suas decisões particulares que beneficiaram Jacob Barata (do que ele foi padrinho do casamento da filha), Beto Richa ou Demóstenes Torres, mas é porque Gilmar Mendes “não vale o que o gato enterra”.

A suspeita de movimentação estranha nas contas de Guiomar teve como explicação uma sandice que apenas os imbecis acreditam. Ela disse que esperava ser chamada “como cidadã e contribuinte eventualmente com erros na declaração e não ser apresentada com alguém que cometeu fraude fiscal”. Guiomar crie vergonha nessa cara imunda. Erros na declaração são avaliados a partir do dia 02/05 de cada ano (a data final de entrega é 30/04) e a Receita comunica ao contribuinte os eventuais erros. Aconteceu comigo. Uma semana depois de entregar a declaração recebi uma correspondência informando que o CNPJ do meu plano de saúde estava errado. Eu tinha fornecido o CNPJ inexistente. Retifiquei imediatamente.

Quando o “erro” diz respeito a esconder renda ou patrimônio, não se trata de um simples equivoco, mas de fraude. A movimentação suspeita nas contas do casal indica isso, mas quem não se lembra da faculdade que Gilmar vendeu ao estado de Goiás por R$ 7,2 milhões causando grave prejuízo aos cofres públicos? Quem não se lembra da benevolência de empresas, algumas delas enroladas em problemas judiciais, em patrocinar os eventos do Instituto de Direito Público que tem Gilmar como principal acionista? Estas relações nunca foram devidamente examinadas porque as pessoas temem o corporativismo no judiciário e se sentem receosas em denunciar.

O que estamos vendo é a putrefação dos poderes públicos invadindo nossas narinas. A corrupção se alastrou durante anos e envolveu pessoas de diversos cargos. Lula está na cadeia; Temer está temeroso da visita indigesta da PF. Senadores e deputados, não importa o partido, com digitais em desvios de recursos públicos. Fernando Haddad disse essa semana que os feitos da família Bolsonaro em 30 dias superam os do PT em 40 anos. Então, ele está admitindo os “feitos” do PT. Ele, próprio, poderia falar dos dele na prefeitura de São Paulo. O PT criou um cargo para Haddad. Chefe do NAPP que deve significar Núcleo de Apoio a Políticos Presos. Diz-se que ele vai viajar pelo Brasil em caravana pregando o Lula livre.

O PSL foi envolvido esta semana com uma doação ilegal para uma candidata fantasma. Imediatamente envolveram Bolsonaro. Poucos se debruçam nos fatos para lembrar que Bolsonaro chegou a PSL como uma alternativa de candidatura. O PSL foi o único que lhe deu legenda, mas as mazelas já existiam. O que a sociedade deve cobrar é que se apure tudo doa a quem doer.

Decididamente, não tem como a população tirar corruptos do congresso e não fazer pressão pela saída dos canalhas togados. Sérgio Cabral vive prometendo delação premiada para citar os corruptos do judiciário. Não percamos a esperança. Ela tem nome: Sérgio Moro.

7 pensou em “FALÊNCIA MORAL

  1. Embora uma andorinha só não faça verão, como diz o velho e sábio ditado popular, mas na área jurídica a Esperança tem nome para varrer do mapa brasileiro todos os canalhas togados e não togados (agentes públicos e privados ladrões): Sérgio Moro!

  2. É exatamente por isso que o Tofoli tá indo atrás do Maia pra ESTREITAR as relações entre deputados e STF!!. “Vocês engavetam a lava toga e limpam nossa barra e faço a
    MINHA justiça ficar mais cega ainda pros deputados e senadores!”

    Isto, sim, é formação de quadrilha! São eles contra o país inteiro! Tamo junto Brasil! Tamo junto Moro!
    Tão querendo fazer com o pacote do Moro o mesmo que fizeram na surdina, na calada da noite , no dia em que o avião da Chapecoense caiu e o país chorava! Com o Maia na presidência da câmara DESTROÇARAM as 10 medidas anticorrução e de quebra queriam pegar os juízes, com pacote do Renan!
    Maia esquece porém , que este congresso é somente 45% parecido com aquele do ano passado! tomara que pelo menos metade desta jaca não esteja podre.

Deixe uma resposta