FAGNER INTERPRETA FLORBELA

Comentário sobre a postagem FANATISMO – Florbela Espanca

Julião:

“Não se fazem mais poesias como antigamente.

Florbela era demais.

Fagner cantou esse soneto.”

* * *

Deixe uma resposta