EUFORIA BANDIDA

O ministro Luiz Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), criticou a “euforia que tomou os corruptos e seus parceiros” com a publicação pelo site The Intercept de reportagens produzidas com com base no vazamento de trocas de mensagens – extraídas de um aplicativo – entre o ex-juiz federal Sérgio Moro e o coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato no Paraná, Deltan Dallagnol.

“A corrupção existiu e precisa continuar a ser enfrentada, como vinha sendo. De modo que tenho dificuldade em entender a euforia que tomou os corruptos e seus parceiros”, declarou.

* * *

Arretada esta expressão do Ministro Barroso: “euforia dos corruptos“.

De fato, a alegria da quadrilhagem zisquerdo-petralhal foi enorme com o crime de vazamento vergonhoso que foi cometido por um pirata baitola.

Na foto abaixo, “um corrupto e seu parceiro” tomados pela euforia.

Deixe uma resposta