10 comentários em “ROUBANDO PROCESSO: É A CARA DO PT

  1. Mesmo nesta publicação estando o vídeo completo, onde Tófolhe começa dizendo que o Vladimir “roubou” um processo, continua a dúvida: Tófolli usou de um estratagema contando a história da subtração que ele fez como se o personagem fosse um tal de Vladimir?

  2. Meu pai, advogado competente, ético e honesto, contava a história de um “Recurso de Guarda Chuva” usado por um advogado em uma cidade do interior. Tratou-se de uma chicana. Ele, o tal advogado, estava com uma causa bem desfavorável ao seu cliente. Entrando no cartório do juízo, percebeu o processo na prateleira da estante. Despistadamente, ele empurrou o volume, bem gordo, com a ponta do guarda-chuva, de modo que ele caiu portrás do móvel e lá ficou perdido. Com isso, o advogado ganhou o tempo de que precisava para favorecer os interesses do cliente.
    Devo deixar uma observação, só para evitar interpretações disparatadas: – Não foi o meu pai que empurrou o processo, ele apenas contou o caso.

Deixe uma resposta para Paulo Ferreira da Silva Cancelar resposta