CORRUPÇÃO INCOMENSURÁVEL

Para Carlos Velloso, ex-presidente do STF, o que há por trás do vazamento de mensagens privadas de Sergio Moro com procuradores é uma tentativa de desacreditar a Lava Jato.

“A operação Lava-Jato esclareceu a ocorrência de monumental corrupção na administração pública, especialmente na Petrobras”, disse Velloso.

“Agentes públicos e do poder econômico em conluio se apropriaram de bilhões de reais de dinheiro público. Homens poderosos do poder econômico e do poder público estão presos ou estão sendo processados. Há acordos de delação premiada que escancaram essa corrupção. Muito dinheiro público roubado está sendo recuperado. Quem estaria por trás dessa articulação contra Sérgio Moro e a força-tarefa da Lava-Jato? É fácil responder. Sem dúvida existe campanha para desacreditar a operação Lava Jato, mediante meios ilegais, ilícitos, como ocorreu.”

Carlos Velloso, filósofo, advogado, professor, escritor, magistrado e jurista brasileiro.

* * *

Gostei da pergunta feita pelo ex-ministro:

“Quem estaria por trás dessa articulação contra Sérgio Moro e a força-tarefa da Lava-Jato?”

E do que ele disse em seguida:

“É fácil responder.”

Facílimo, sabemos todos nós que não somos ceguinhos e que não somos teimosos.

Bacana mesmo foi esta expressão usada pelo jurista Carlos Velloso, um caso raro nos tempos recente de ministro do Supremo digno, honesto e competente:

“Monumental corrupção”.

Em se tratando de roubalheiras do PT, os adjetivos devem ser mesmo nessa ordem:

Monumental, desmesurável, piramidal, fantástico, grandioso, imponente, gigantesco, magnificente, ilimitado, hercúleo, ciclópico, descomunal, mastodôntico, astronômico, assombroso, infinito.

E por aí vai.

Difícil é explicar isto pro curral de jegues lulo-petêlhos.

Explicar os adjetivos e explicar que Lula está preso por corrupção e lavagem de dinheiro.

Fora as outras condenações que estão por vir.

12 pensou em “CORRUPÇÃO INCOMENSURÁVEL

  1. É uma guerra desigual.

    De um lado pode-se usar de todos os meio mais sórdidos: mentir, pré julgar e usar da própria justiça para difamar pessoas. Estão deste lado os políticos que sempre se mantiveram a custa disso, parte da Justiça, onde o G. Mendes é a ponta mais evidente, a grande imprensa com raríssimas exceções, sindicatos, acadêmicos, artistas e empresários que se beneficiaram do esquema.

    Do outro lado está a população brasileira que luta com os meios possíveis (a internet é a principal) e sai às ruas quando quer dar seu recado. a Força tarefa da Lava-jato, o Ministro Moro e o Presidente Bolsonaro são os agentes políticos que ora representam os anseios populares.

    Há muitos interesses envolvidos. De nossa parte não podemos descansar um só instante. Esta guerra irá durar anos para ser vencida. A eles são permitidos os meios mais sórdidos de difamação.

    Dia 30 é nossa oportunidade de fazer sermos ouvidos nas ruas. A lava jato está diante de seu pior ataque e temos que defendê-la.

  2. Quem acredita nessas histórias mal contadas são os despejados. Os advogados já ficaram sem argumento para entulhar reclamações na Justiça e no desespero apelaram.

    Desta vez não está tão fácil tal-qual na época do Mensalão. Lá conseguiram engambelar o povo, agora a lama já subiu no pescoço e a sujeira está bem maior.

    Não dou a mínima importância pra essa conversa de cães sarnentos.

    • Parece que no desespero até a leitura ficou difícil.

      O texto mostra claramente que a lama está entranhada nos despejados.

      Colocar palavras no texto alheio é muito feio, demonstra que os argumentos já começam a minguar.

      Procuradores e Juízes são seres humanos passíveis de erros mas, até o momento aqueles que fizeram e continuam fazendo limpeza através da “Operação Lava Jato” não cometeram qualquer deslize e vão continuar a faxina com meu total apoio.

    • Putz !. a PF prendeu um delegado da PF . Estão desmontando o esquema de infiltrações criado pela corja do pt . Corre Goiano. O bicho vai pegar. Este negócio de ex presidente preso está perigoso, o molusco pode ter que ir a uma audiência , fingir que passou mal , fingir que morreu, e acabar enterrado , junto com parte do saque. Bom , o saque a polícia pode recuperar , mas a medicina não está tão avançada.

  3. No Brasil, a canalha vermelha prevaleceu porque existe uma grande quantidade de tolos é babaca que aceitam serem roubados, desde que o ladrão use uma camisa igual à deles.

  4. O nobre ex presidente da corte deixou de mencionar o JUDICIÁRIO. Ele sabe. A imprensa sabe. Analistas políticos sabem. Os políticos, claro que sabem. TODOS eles. Mas nós, os eleitores, leitores, e, vá lá, cidadãos brasileiros, não sabemos. Nem fazemos ideia. Para nós, o povo, essa coisa esquisita que serve para tudo, temos que crer que são todos ótimos brasileiros que “lutam” pela população. E que alguns muito iluminados sabem o que é melhor para todos! Tem alguns que até escrevem aqui, discordando dos 96% que são contra a escumalha, e afirmando que, coitados, são ignorantes. Daí publicam dados que só são creditados por iniciados para, bem, afirmar que tudo ia muito melhor quando eramos governados por ladrões e incapacitadas. E virá mais do mesmo. Não aprendem, não evoluem, não mudam. Querem ser o que são. É mesmo de dar dó.
    As vezes não.

Deixe uma resposta