CONTATOS IMEDIATOS COM STEVEN SPIELBERG

Segundo a revista Forbes, um dos cineastas mais bem-sucedidos da história de Hollywood, o judeu ortodoxo Steven Spielberg(72 anos), soma um patrimônio estimado em 4 bilhões de dólares(há quem diga que seja a terceira maior fortuna de Hollywood). Em 40 anos de sua carreira, dirigindo, escrevendo e produzindo aproximadamente 100 filmes quando já recebeu 12 nomeações ao Oscar, das quais venceu três. Eis algumas películas cinematográficas das mais imperdíveis, da mais antiga a mais recente: Tubarão(1975) – Contatos Imediatos do Terceiro Grau(1977) – Os Caçadores da Arca Perdida (1981) – E.T. (1982) – A Cor Púrpura(1986) – A Lista de Schindler(1993) – Jurassic Park(1993) – O Resgate do Soldado Ryan(1998) – Lincoln (2013) e tantos outros filmes de temas abrangentes que vão desde ficção científica até debates históricos.

Seu primeiro filme de sucesso foi um longa-metragem feito para a televisão, em 1971, chamado Encurralado, com o ator Dennis Weaver no elenco e que fez com que ficasse conhecido (e disputado) entre os estúdios. O que lhe rendeu a oportunidade de produzir o seu primeiro grande sucesso para o cinema: o filme TUBARÃO, produzido em 1975, colocou o nome de Spielberg entre os mestres do cinema americano e a partir daí ele não parou mais, foi um sucesso atrás do outro incluindo o grande clássico de ficção científica “Contatos Imediatos de Terceiro Grau”, de 1977. Um grande sucesso de Steven Spielberg como diretor foi na série “Indiana Jones”, com produção de George Lucas e Harrison Ford no papel principal. Em seguida, passou a abordar temas humanísticos relacionados ao racismo, ao Holocausto, terrorismo, direitos civis e guerras.

Em 1993, dois filmes do diretor lotaram as salas de cinema em todo o mundo. O primeiro, JURASSIC PARK, voltou a quebrar recordes e se tornou o maior fenômeno de bilheteria do cinema até a data. Já o segundo era um projeto de valor pessoal, A LISTA DE SCHINDLER, sobre o martírio dos judeus na Segunda Guerra Mundial. Foi por este último que Spielberg finalmente conseguiu a sua primeira estatueta dourada de Melhor Diretor da Academia de Artes. Como curiosidade na belíssima e frutífera carreira do cineasta, Tubarão foi o primeiro filme a ultrapassar a arrecadação de US$ 100 milhões. Agora, uma curiosidade triste em sua vida quando criança, por ser descendente de judeus, na escola, o futuro cineasta deparou-se com o anti-semitismo. Havia épocas em que apanhava com frequência no recreio.

Durante quatro décadas, Spielberg construiu seu reconhecimento como um dos mais importantes diretores de todos os tempos, seja pela vocação empresarial, pelo espírito visionário ou, simplesmente, por sua habilidade artística. Conforme nos conta o cinéfilo do Blog Omelete, nesses 40 anos de altos e baixos, o diretor teve várias vezes o prestígio abalado, mas conseguiu dar a volta por cima, sempre em busca da perfeição cinematográfica. Unir entretenimento de massa com aprovação da crítica é uma das tarefas mais difíceis na sétima arte. E nesse quesito, Spielberg é insuperável.

Recentemente, a Walt Disney informou que o diretor Steven Spielberg e o ator Harrison Ford irão voltar às telas para um QUINTO FILME da série “INDIANA JONES”, que iria estrear nos cinemas em julho de 2019. Ford, de 76 anos, irá repetir seu papel como o famoso arqueologista e aventureiro que apareceu pela primeira vez em “Caçadores da Arca Perdida”, de 1981. As notícias nos dão conta que, INDIANA JONES 5 ganhou uma nova data de estreia… Mais uma vez… Depois de sucessivos atrasos na produção e alterações no calendário, a Disney, dona da Lucasfilm, definiu que o filme sobre o arqueólogo mais famoso da sétima arte chegará aos cinemas no dia 9 de julho de 2021.

Apesar de ser uma das poucas celebridades bilionárias do planeta, Steven Spielberg o cineasta mais famoso do mundo, não pensa em se aposentar tão cedo. Indicado ao Oscar em 2018 por “THE POST: A GUERRA SECRETA”, filme que dirigiu e é estrelado por Meryl Streep e Tom Hanks. Houve 2 indicações ao Oscar 2018: Melhor Filme e Melhor Atriz (Meryl Streep), mas o prêmio saiu para o filme A forma da água e atriz que arrebatou o Oscar foi Frances McDormand (“Três anúncios para um crime”). Quanto ao melhor diretor do ano passado quem ganhou foi Guillermo del Toro (“A forma da água”).

No tocante ao filme de Spielberg , talvez The Post – A Guerra Secreta jamais existisse se Donald Trump não fosse eleito Presidente dos Estados Unidos. Afinal de contas, foi a ojeriza do atual presidente norte-americano à imprensa que fez com que Steven Spielberg encampasse este projeto, ao ponto de realizá-lo a toque de caixa para que fosse lançado ainda em 2017 – e, naturalmente, concorresse às premiações. Se a defesa escancarada da imprensa já era algo esperado, chama a atenção que o diretor foi além do intuito original e trouxe, também, algumas boas lições sobre os bastidores e as pressões decorrentes de ser jornalista. Sem, é claro, deixar de enviar sua importante mensagem sobre a liberdade de imprensa.

Em se tratando da dupla Steven Spielberg e Harrison Ford, a produção do quinto episódio da franquia “INDIANA JONES”, uma das mais bem sucedidas de suas carreiras, mas na geladeira desde 2010 estava prevista para estrear em 2019, mas ficou para 2021. Assista ao vídeo abaixo, pois nele, fala-se em 2019 porque na época que foi gravado estava prevista para esta data, mas só ocorrerá em 2021.

2 pensou em “CONTATOS IMEDIATOS COM STEVEN SPIELBERG

  1. Permita-me uma pergunta marota, Altamir:

    Quem nasceu primeiro, a ojeriza de Trump pela imprensa ou a ojeriza da imprensa por Trump ?

Deixe uma resposta