CHUPICLEIDE ESTÁ RELINCHANDO DE ALEGRIA

Como vocês devem estar lembrados, eu inventei de extinguir o Jornal da Besta Fubana.

E de me ocupar apenas de um blog vagabundo, sem muitas exigências técnicas ou de hospedagem, que seria atualizado uma vez ou outra.

Isto pra me sobrar tempo pra terminar meu novo romance.

E assim, rompi o contrato que tinha com Bartolomeu, o nosso hospedeiro, e o custo de manutenção caiu de lá cima aqui pra baixo.

Ficou dez vezes menor!

E enviei esta mensagem pra nossa patota, no mês de janeiro passado:

Caros amigos, colunistas e leitores:

Com as modificações que serão introduzidas no nosso jornal, vocês colaboradores estão dispensados de fazer suas doações.

Agradeço do fundo do coração a generosidade de todos vocês.

Os depósitos não serão mais necessários para a manutenção do nosso JBF no novo formato que será implantado.

Brigadão mesmo!!!

Abraços

Acontece que as pressões foram tantas, as cacetadas foram tão pesadas, que eu chega se assustei-me.

Foram xingamentos, esculhambações, pedidos chorosos, pragas e súplicas dengosas.

“Faz isso, não! Volta com a Besta!” 

Minha caixa de mensagens ficou entupida.

E eu, homem sem palavra, cabra frouxo e que não consegue manter o compromisso firmado, voltei atrás.

Perdi completamente a vergonha,  acabei com o blog e trouxe de volta o Jornal da Besta Fubana, este que vocês estão lendo agora.

Atualizado todos os dias. E o dia todo. Com primoroso suporte técnico.

De modo que restabeleci o contrato com o hospedeiro Bartolomeu e o custo voltou a ficar dez vezes maior, como era antes.

Custo contido inteiramente no meu orçamento pessoal, já que esta gazeta escrota, como é do conhecimento de todos, não tem qualquer patrocínio, seja público ou privado.

Nem a Coca Cola, nem a Petrobras, nem a Ford, nem a Prefeitura de Palmares, nem o Magazine Luiza, nem a Presidência da República se alembram-se da gente…

Com isso, atendendo súplicas chorosas de Chupicleide, nossa secretária de redação,  voltamos a receber as generosas doações dos nossos leitores e colunistas.

Abram os corações e os bolsos e ajudem a pagar o décimo terceiro e os salários atrasados em vários meses desta incansável funcionária do JBF.

Aí do lado direito estão todos os dados necessários para concretização deste piedoso ato de caridade e humanitarismo.

Antecipadamente agradeço a generosidade e a participação da comunidade fubânica, a grande força que mantém nos ares este jornaleco safado.

Continuaremos sendo um espaço aberto, democrático, sem cortes, censura ou moderação, e acolhedor de todas as tendências e manifestações.

Chupicleide se rindo-se de alegria com a volta das doações

13 comentários em “CHUPICLEIDE ESTÁ RELINCHANDO DE ALEGRIA

  1. Apoiado, prezado Luiz Berto! A alegria da volta do JBF é nossa e o prazer de contribuir também! Amanhã, estarei enviando a doação mensal.
    Um abraço.

  2. Apois, Berto, ficamos todos regozijados com a volta do JBF ao formato anterior e sua completa completude.
    Na verdade, para voltar a ser o que era está ainda faltando que os comentários sejam comunicados pelo e-mail do interessado, o que ainda não foi recuperado, né Bartolomeu?

    • Meu prezado, fiz todos os testes aqui e está tudo funcionando que é uma beleza. Peço que veja se os comentários não estão indo para o SPAM ou se você não cancelou o recebimento dos comentários.

      Pesso para que se alguém mais também está tendo o mesmo problema, que me comunique diretamente pelo email: contato@bartolomeusilva.com ou por um do contatos que você pode encontrar no meu site: https://bartolomeusilva.com

      • Caro Bartolomeu,
        Puxando pela memória: Esse mesmo problema aconteceu em outra fase, quando Bartolomeu assumiu da primeira vez, e levou algum tempo para resolver. Daquela outra vez também houve a estranheza, parecendo que o problema era aqui, mas afinal algo foi feito por aí mesmo.e o problema foi solucionado. Não sei como, mas a minha memória está me contando essa história.
        (Não vai para spam – não chega aqui)

  3. Caro Berto, pode contar com a minha colaboração mensal.

    Algum tempo atraz, num comentário, dei a sugestão de uma assinatura
    para os leitores da Besta Fubana. É claro, seria uma assinatura livre sem
    restrições para aqueles que não podem ou não concordam com um
    pagamento programado.
    Um abraço do amigo e leitor assíduo.

  4. Papa Berto, bom dia.

    Que bom que a nossa gazeta escrota, em sua nobre missão de esculhambar o mundo e mostrar a safadeza dessa súcia de lobisomens que nos governam voltou. Aguarde novas doações para que ela nunca nos abandone…e nem pense em partir, porque nem que seja em uma sessão espírita você continuará nos brindando com sua argúcia e talento.

  5. Caro Berto, leitor diário desta gazeta escrota, fiquei feliz com o retorno nos velhos moldes. A partis de abril, pode contar com uma contribuição mensal, apesar do Imposto de Rendas. Um abraço

Deixe uma resposta