CHEGADA

Quem acompanha os comentários das postagens do JBF já me conhece. Costumo dar meus pitacos com a alcunha de Ex-Microempresário, que é o que sou. Tendo recebido a generosa oferta do dono do pedaço para ter minha própria coluna, achei por bem começar me apresentando.

Sou formado em eletrônica e processamento de dados, e por obrigação profissional acompanhei o nascimento da internet no Brasil, em 1995. Logo descobri a infinita variedade de informação e de opiniões que ela comporta, e adquiri o hábito, quase vício, de vagar de site em site e de blog em blog (aliás o nome blog nem existia na época!) atrás de novidades. No início de 1996, deixei a área da informática para trabalhar com meu pai e minha irmã em um negócio da família, mas a ligação com a internet permaneceu.

Sempre fui tímido, e participava pouco dos debates. Certo dia, acompanhando uma conversa sobre política econômica, não resisti ao impulso de dar minha ideia, e assinei com o nome “Microempresário”, o que de certa forma explicava e embasava minha opinião. Gostei do nome e passei a usá-lo com regularidade.

Minha vida de empresário durou vinte anos, até que desavenças familiares somadas a um profundo desânimo com nossos governantes e com a forma como empreendedores são tratados neste país, me fizeram desistir. Em comum acordo com meus familiares, a empresa foi fechada, as instalações demolidas e o terreno vendido para uma construtora. E assim minha alcunha virou ex-microempresário.

Do que eu gosto? De aprender. Costumo dizer que para mim um dia feliz é o dia em que me deito à noite e, antes de dormir, me dou conta de que passei a saber algo que não sabia. Para citar uma amiga querida, uma pessoa que acha que não precisa aprender mais nada é alguém que já morreu e não sabe.

O que eu acho mais importante? A Liberdade. A liberdade é o que diferencia o ser humano dos demais animais, que só vivem de acordo com o que o instinto lhes dita. A força da humanidade depende da liberdade, ao permitir que cada pessoa seja única, com suas idéias, seus desejos, suas vontades, seus valores. Sempre fui admirador de todos que tem a coragem de pensar diferente da maioria, e sempre tive a certeza da necessidade de que pessoas tenham idéias diferentes umas das outras. Para citar de novo (faço citações uma atrás da outra, vão se acostumando), desta vez algo que li mas não sei quem escreveu: “Liberdade é liberdade. Não pode ser substituída por riqueza, conforto, paz, justiça ou consciência tranquila.”

Algo mais? Bem, para os curiosos, sou alto, gordo e tenho quatro graus de miopia. Estou com cinquenta e um anos, e casado há trinta e dois. Estudei em colégio Marista, o que não me impediu de ser ateu desde criancinha. Morei toda minha vida em Curitiba, onde nasci. E de hoje em diante, enquanto o dono do pedaço quiser, estarei aqui toda semana dando meus pitacos.

23 comentários em “CHEGADA

  1. Seja bem-vindo! Mas, vamos ao que interessa: gostas de sacanagens? Se gostas, o melhor lugar é este; gostas de jogar ou nunca ouvistes falar da Roleta do Cu-Trancado, lá nim Palmares? Então precisas sair desse mundo construído por Jaime Lerner e conhecer desde as benzeduras com galhos de arruda, ao sarapatel de bode e beber uma talagada da legítima Sanhaçu. EM TEMPO: não acredite muito no que você lê aqui. Aqui, o Lula vai ser solto todo dia e o Papa é o nosso favorito para ser o Presidente da República. Arre égua! Acho que quase dixe tudo, num foi?

  2. Bem-vindo, ex-Microempresário. Também estudei em colégio Marista e tenho uma estranha constatação: raramente um de nós se torna “carola” depois de adulto. Será coincidência ou eles nos fazem mesmo aprender o que é realmente necessário? Um grande abraço.

  3. Boas- vindas, Ex-Microempresário!

    É um prazer ter sua presença no nosso grupo. Aqui, temos liberdade de expressar nosso pensamento, e estamos sempre aprendendo uns com os outros. O prezado editor Luiz Berto exerce uma gestão democrática, então o Jornal da Besta Fubana agrada a todos.

    Bem-vindo a esse grupo
    Pra se confraternizar
    Os textos publicados
    Veem diversificar
    Feito saco de cego
    Tem tudo nesse lugar!

    Saudações fraternas,

    Aristeu

  4. Seja bem vindo Ex-microempresário sofredor, digo: Marcelo Bertoluci a essa confraria de desassombrado!

    É honrosa essa aquisição mediada pelo nosso Guru da Besta Fubana, Luiz Berto, nosso Papa!

    Não sou pai de santo, nem descendente de Mãe Dinah, nem amigo do catimbozeiro Ze Cosmes, de Carpina, PE, minha terra natal, mas sempre tive a intuição de que o nobre colunista serei contratado pelo editor Luiz Berto para dar PITACOS nessa biboca, como sempre digo, a obra-prima criada por esse “gordo engraçado”, nas palavras do colunista do Estadão José Nêumanne Pinto, homem por quem tenho uma admiração ímpar pela honestidade, seriedade, hombridade e firmeza de caráter!

    Parabéns Luiz Berto! Mais um desassombrado no nosso time!

  5. Seja bem-vindo à Comunidade Fubânica, prezado Ex-Microempresário! Seu pseudônimo já se tornou conhecido como bom comentarista, aqui nesta maravilhosa gazeta. Muito sucesso, como colunista!
    Parabéns ao nosso Editor Luiz Berto, pela excelente aquisição!.

  6. Sinta-se em casa nobre Ex-microempresário. Já recebi comentários seus em minha coluna e comecei assim no JBF: dando pitaco. Nosso editor tem essa benevolência digna de um Papa.

  7. Seja muito bem-vindo, Ex-Microempresário.

    Por aqui o editor nos poupa o trabalho de garimpar na grande mídia, as melhores noticias/fuxicos e posicionamentos políticos, jurídicos, ideológicos, econômicos, humorísticos, sociais e… sexuais.

    Não por acaso, a Gazeta, é escrota.

    Aproveito para afirmar, sem medo de errar, que aqui você se sentirá em casa e seremos como uma segunda família. Mas, de uma coisa fique certo, ao adentrar neste “clube de dança”, lapadas no lombo e afagos, por aqui, nunca irão faltar. Berto que o diga.

    Benvenuto nel club

  8. “Do que eu gosto? De aprender. Costumo dizer que para mim um dia feliz é o dia em que me deito à noite e, antes de dormir, me dou conta de que passei a saber algo que não sabia”

    Todos nós gostamos de aprender, por isso fico feliz de tê-lo de forma regular no Blog, porque poderá transmitir seu conhecimento via esse canal que diverte, informa e provoca.

    Bem vindo Ex-Microempresário, futuro Tycoon

  9. Grato a todos pela acolhida. Já me sinto em casa.

    E, como dizem os jogadores de futebol ao dar entrevista, “prometo dar o melhor de mim e contribuir para o grupo”.

  10. Como seu ex colega comentarista, sempre acompanhei seus sensatos e oportunos comentários. Sei que a sua coluna será um grande sucesso, pois o nosso editor Berto nunca se engana e sabe escolher os seus redatores. porisso mesmo a nossa Besta Fubana tem os melhores redatores da imprensa On Line.
    Um abraço e muito sucesso.

  11. Caro Marcelo, Luiz Berto tem mão de fada, descobre talentos, com talento. Sua descoberta e chegada foram salutares. Sabe, sabia por intuição, que sob o manto de Ex-microempesario vc. era tampa. Sabia das cosas. Falava com convicção. Entendimento. Vou aprender, já que sou eterno aprendiz,. Não me canso de analisar as opiniões dos outros. Vc tem gabarito, Pendor para me ensinar. .Tenho certeza, aliás, já tinha, qd lia seus positivos e corretos comentários sobre meus simples textos.Fora Cícero Tavares e outros bem aquinhoados de conhecimentos, vc vai enriquecer este grandioso jornal, tão bem comandado e coordenado pelo fantástico Berto Filho. Seja bem-vindo.

Deixe uma resposta