CHÁ DE BOLDO DO CHILE

Sonia Regina

A semana foi recheada de notícias. Algumas ainda estão sendo degustadas e portanto, não sabemos qual o sabor. Aliás, não temos os mesmos gostos, mas, muitos de nós aceitam uma xicara de chá de Boldo do Chile para aliviar os males do fígado. O grande problema é saber se os remédios prescritos por órgãos governamentais são “Seletivos”.

Um divertido dialogo de Jô Soares e do saudoso Walter D’Ávila, é também um excelente remédio para desopilar nosso fígado.

A Cirurgia

4 pensou em “CHÁ DE BOLDO DO CHILE

  1. Antológico, genial, Sonia Regina!

    E saber que esse pequeno diálogo sátiro tem mais de trinta anos e o Brasil só fez piorar e MUITO na Era Petralha, é assustador!

    Parabéns pela captação das imagens do Gordo, cara colunista! A gente fica mais sabido e mais crente de que Lapa de Presidiário merece – E MUITO – pelo que está passando: Engaiolado e desmoralizado para sempre!!!

    • Sr. Cícero, esses gênios da comédia tinham uma criatividade nata e esbanjavam inteligência.

      Agradeço seu comentário.

      Uma semana de Saúde e Paz pra toda família Tavares.

  2. Sra. Sonia Regina. Como a sua coluna nos brinda quase sempre com Cenas e Joias memoráveis do cinema, peço licença para fazer o meu protesto com relação a péssima apresentação do OSCAR deste ano.
    Somente política , racismo e louvação de TRANS ou sei lá como chamar.
    Os apresentadores na maioria ridículos, como mudou o OSCAR , que no passado era uma glória com pessoas brilhantes, apresentado durante muitos anos pelo genial artista britânico BOB HOPE.
    Os números musicais uma tristeza, deu até vontade de vomitar em todas as apresentações. Lady Gaga como atriz e cantora é uma lástima.
    Os filmes concorrentes péssimos, com poucas exceções, como GREEN BOOK
    que por milagre merecidamente ganhou como melhor filme e melhor coadjuvante.
    O resto foi uma tristeza, não valeu a pena ficar até de madrugada para assistir esse
    triste espetáculo.

    O JBF mostrou há alguns dias duas cenas do genial filme CANTANDO NA CHUVA
    e eu digo com convicção , sem medo de errar, que somente a sequência do filme em que o genial Gene Kely , canta, dança e sapateia no filme em questão, vale muito mais que toda a produção cinematográfica deste ano, inclusive a festa do badalado OSCAR..

    Desculpe por ocupar o seu precioso espaço, mas como amante da sétima arte eu
    queria dar a minha opinião sobre essa baboseira apresentada este ano.

    Um grande abraço pela oportunidade. A sua coluna é sem dúvida uma das melhores coisas da BF. E olha que todos são ÓTIMOS. o AMIGO BERTO SABE ESCOLHER.

    • Sr. d.matt, excelente seu comentário sobre o Oscar. Faço uma comparação com os antigos concursos de misses, eram uma atração muito comentada, hoje, é um conjunto de mulheres mais ou menos parecidas, que nem ao menos conseguem “insinuar” aquele tão famoso “rebolado”. Aliás, nossas brasileiras nesse quesito, antigamente, faziam muito sucesso, afinal era um concurso pra mostrar inteligência e beleza num corpo escultural.

      Enfim, são outros tempos, achar que melhorou ou piorou é o gosto de cada um. Já gostei do Oscar, hoje não consigo assistir aquele amaranhado de sei lá o que.

      Sempre que quiser utilize este espaço, s comentários dos Amigos são sempre uma grande colaboração.

      Um grande abraço a toda família d.matt.

Deixe uma resposta