CAMPANHA EM DILMÊS

Vídeo da campanha petista pela libertação de Lula dá a entender que Dilma é a nova responsável pela produção audiovisual do partido

“Pra quem tá lá em cima, no ar condicionado, até pode ser, mas pra quem carrega peso no chão de fábrica não dá. E as mulheres só poderão se aposentar aos 62 anos! Pra terminar, o benefício pra quem é pobre e não conseguiu contribuir vai cair de quase R$1.000 pra R$ 400,00. Agora você entende por que condenaram o Lula sem provas. Primeiro foi pra ele não poder ser candidato. E agora querem manter o Lula preso pra calar sua voz. Carteira assinada já era e agora vão atacar sua aposentadoria. Lula precisa da sua voz pra voltar a ser a voz de quem precisa. Participe da Jornada Lula Livre!” 

Texto do vídeo da campanha petista pela libertação de Lula, que mistura em 45 segundos reforma da Previdência, condenação do ex-presidente presidiário, eleições e desemprego, dando a entender que Dilma Rousseff é a nova responsável pela produção audiovisual do partido.

Dica da Editoria do JBF: Clique aqui para ver o vídeo

2 pensou em “CAMPANHA EM DILMÊS

  1. Por que será que todos petistas acreditam que o Lula é inocente, mas seu advogado não consegue provar esta inocência toda???
    Olha que este advogado trabalha muito já tentou de tudo para provar, foram mais de 80 testemunhas da defesa, mais de 100 recursos. Tudo isto e não conseguiu mostrar para a justiça que aquele apartamento que o Lula comprou em 2006 que está na declaração de renda, que aquela foto como o Leo Pinheiro no aprtamento, que as constantes visitas da dona Marisa para supervisonar a obra não são provas.

  2. Augusto.
    Juro que estou tetando, mas não entendi “niente” do que foi escrito nessa peça rocambolesca de propaganda, defesa de bandido e lorota. Aliás, como dizia uma amiga minha, esse é o tipo de lorota que “entra pelo pé do pinto e sai pelo pé do pato”, isto é fala muito e não diz nada com nada. Alguém pode traduzir isso para mim?

Deixe uma resposta