BANDO À SOLTA

Augusto Nunes

PT quer limitar as ações de Sergio Moro para que a companheirada continue agindo sem limites

“É preciso estabelecer limites para o Moro. Ele tem lado, não é imparcial nem neutro, como já ficou provado ao condenar o presidente Lula e divulgar delações premiadas para atingi-lo durante a campanha, quando já estava acertada sua indicação para o ministério”.

Patrus Ananias, deputado federal do PT de Minas Gerais, revelando numa entrevista ao Valor que pretende, com a ajuda de Gilmar Mendes, tirar o Coaf do controle de Sergio Moro para estabelecer limites ao ministro da Justiça e permitir que a companheirada continue sem a agir sem limites.

1 comentário em “BANDO À SOLTA

  1. Papa Berto.
    Lendo essa nota do GRANDE – isso mesmo com todos os xis e ipissilones em maiúsculas – Augusto Nunes, jornalista porreta e super inteligente, o PT faz lembrar aquela antiga piada portuguesa.. dizia mais ou menos assim:

    “No início da década de 1970, o governo de António Salazar já cambaleava em Portugal quando se resolveu fazer um plebiscito para saber se o povo queria, ou não a continuidade do ditador no governo. A cédula de votação saiu com duas afirmações:
    1 – Sim. Queremos que Salazar continue no Governo.
    2 – Não. Não queremos que Salazar deixe o Governo”.
    A quadrilha travestida em partido político está igual a essa piada. Moro, A Gabriela Hardt – que lindo pé de rabo ela tem – o TRF-4, ou o caralho com asas será sempre parcial se não reproduzir as mesmas palavras do suposto plebiscito português sobre Salazar.

Deixe uma resposta