FALA, BÁRBARA !

DEU NO TWITTER

INFAMES PROTETORES DE BANDIDOS

* * *

Essa canalha togada que tem a bunda assentada no atual STF é de dar nojo.

Sempre tenho ânsias de vômito quando me lembro dessa corja.

Uma coisa repugnante e que só é possível existir num país surrealista e irreal como o nosso.

Puta que pariu!!!!!!!!!!!!!!!

 

CARLOS AIRES - PROSEANDO NA SOMBRA DO JUAZEIRO

O BANQUEIRO E O MATUTO

Na cidade eu vou pra feira,
Pra missa ou pra passear,
Ou mesmo pagar as contas,
Pra o médico me receitar!
Mas o campo me fascina
Pois a vida campesina
Traz-me encanto com certeza,
De nada tenho receio
Adoro habitar no seio
Da sagrada natureza.

Ali sou muito feliz
Vivendo por entre os montes,
Comendo os frutos da mata,
Bebendo água nas fontes,
Tomando banho nos rios.
As belas noites de estios
Induzindo a inspiração,
E sob o luar de prata
Faço a minha serenata
Ao som do meu violão.

Nada tenho a censurar
Do que mora na cidade,
Que leva um viver moderno
Com bem mais comodidade,
Praia, shopping, bons colégios,
Além de outros privilégios
Que na brenha não contém!
Podem me chamar de rudo
Porque dispenso isso tudo
Mas aqui me sinto bem.

Nos passeios matinais
Aprecio a alvorada,
Sinto meus pés encharcados
Pela campina orvalhada.
O ar chega com a pureza!
E o aroma que a devesa
Vem oferecer de graça,
Que seja inverno ou verão,
Sem conter poluição
Sem sujeira e sem fumaça.

Continue lendo

ALEXANDRE GARCIA

CÍCERO TAVARES - CRÔNICA E COMENTÁRIOS

PARA QUE SERVE O VEREADOR?

Câmara de vereadores do Recife, o puteiro de José Mariano

“O vereador é um agente político, eleito para sua função pelo voto direto e secreto da população municipal de quatro em quatro anos.” Portanto, ele é eleito por vós, eleitores idiotas, para roubar vosso dinheiro na esfera municipal, dinheiro esse roubado dos impostos dos contribuintes que seria destinado à saúde, à educação, à segurança, ao transporte coletivo, ao desenvolvimento econômico…

O vereador tem o dever de fiscalizar a administração municipal, examinar atentamente a aplicação dos recursos e observar o destino do orçamento. Tem a obrigação de acompanhar as ações do Poder Executivo, principalmente em relação ao cumprimento das leis e da boa aplicação e a gestão do dinheiro público.

Assim está escrito na Constituição Frankenstein de 1988 e nas leis Orgânicas Municipais, por opção do legislador originário, que imaginou o Brasil um paraíso de boas intenções, onde existe harmonia, transparência e honestidade entre os representantes dos três poderes, principalmente o Legislativo: O Refúgio dos Ladrões!

Como integrante do poder legislativo municipal, o vereador tem como função primordial: representar os interesses da população perante o Poder Público. Esse é, ou pelo menos em tese o objetivo final de uma pessoa escolhida como representante do povo, mas na prática a teoria é diferente. O vereador é mais um ladrão do dinheiro do povo, juntando-se a mesma corja de deputado estadual, federal e senador.

O Brasil tem como tradição fazer a regulação de assuntos importantes para a vida em sociedade por meio de leis escritas, seguindo princípios que remontam ao Direito Romano. Por isso é que temos uma constituição utópica, com característica formal, escrita, rígida, analítica e dogmática, com centenas de artigos, parágrafos, incisos e alíneas inúteis e senis.

A Constituição Frankenstein de 1988 outorga competência às câmaras municipais para fixarem o subsídio de seus vereadores. O mandato não pode ser gratuito e a fixação de remuneração deve obedecer aos limites da Constituição e da LRF. O subsídio não pode ser vinculado à receita de impostos e a despesa com vereadores não pode ultrapassar 5% da receita do município.

Mais uma vez é preciso repetir: na prática a teoria é diferente. Os prefeitos e os vereadores são eleitos por nós, eleitores idiotas, para roubarem e enriquecerem a custas da nossa boa intenção! Será que um dia nós vamos mudar essa realidade nefasta ou só em outra reencarnação?

DOIS MIL E VINTE ESTÁ CHEGANDO! OLHOS BEM ABERTOS É PRECISO!

COMENTÁRIO SELECIONADO

FAZER FILHO É INVESTIMENTO

Comentário sobre a postagem CRIANÇAS – SIMPLESMENTE CRIANÇAS!

Marcelo Bertoluci:

Quando tinha empresa, recebi currículos de mulheres de 18-19 anos com três ou quatro filhos de pais diferentes.

Para essa geração, fazer filho é investimento: rende bolsa-família, salário-família, auxílio-maternidade e garante um ano de estabilidade no emprego e quatro meses sem trabalhar.

Já criar o filho, isso nem passa pela cabeça.

É obrigação da vó, da tia, do governo e da escola pública.

Enquanto isso, metade dos funcionários que as prefeituras e governos estaduais colocam na rubrica “educação”, ao invés de dar aula, fica pulando entre congressos, workshops, cursos e debates onde só se repete uma frase: “O governo precisa aumentar o investimento em educação”.

Investimento este que vai justamente bancar os congressos, workshops, cursos e debates.

Conheço um hotel aqui em Curitiba que não fica um mês sem um “evento” da secretaria municipal ou da secretaria estadual de educação, e em todos os eventos a única coisa útil é o coffee-break (leia-se boca livre).

* * *

XICO COM X, BIZERRA COM I

UMA VALSA E UM SORVETE

Ele chegou na estação muito antes da chegada do trem que o levaria. Nem seu barulho nos trilhos se ouvia. Além de sempre apressado, a vontade de chegar era maior que o tempo que lhe sobrava naquele lugar distante e sem flor. Queria chegar logo no País dos Duendes cor do Céu. Um deles o aguarda para levar-lhe à praça central, onde também ela estará a espera-lo, com seu vestido decotado cheirando a guardado de tanto esperar e um sorvete de umbu cajá. Daqueles de casquinha. Nem importa ter ou não açúcar. Irrelevante para ele: às favas a glicose. De mãos dadas e corações alegres, seguirão até o coreto onde anjos entoarão a Valsinha de Chico. Suas mãos desconhecem o verbo se soltar. Seus pés se entrelaçarão num dançar alegre e feliz, bem-dizendo a vida. Marcarão para o dia seguinte. Mesmo local, mesma hora, mesmo tudo. Menos o sorvete: amanhã o sorvete será de felicidade plena com cobertura de alegria e paz. Muito melhor que o de mangaba. Tão bom quanto o de umbu cajá.

Toda a série FORROBOXOTE, Livros e Discos, disponível para compra no site Forroboxote. – Link BODEGA. Entregas para todo o Brasil.

DEU NO JORNAL

UMA COISA EXCLUI A OUTRA

Após “aparelhar” em governos do PT os cargos de direção e assessoria da Ancine, a “agência reguladora” do cinema nacional, o PCdoB não larga o osso. ´

Alguns saíram com o ex-presidente da entidade Manoel Rangel, que se agarrou ao cargo por dez anos, caso inédito entre agências reguladoras, mas vários deles, ligados ao partido, não tiveram a dignidade de pedir demissão após a vitória do “inimigo” mais temido e odiado, Jair Bolsonaro, em 2018.

Atualmente se fingem de mortos.

Quando o PCdoB manteve controle total, os cargos na Ancine viraram prêmio para militantes que saíam da UNE ou de sindicatos.

* * *

Zisquerdóides e cumunistas banânicos trabalhando e derramando suor pra ganhar o pão de cada dia é uma coisa impossível de acontecer.

Quer ver essa turminha sair correndo, é só cair uma chuva de carteiras de trabalho.

Os parasitas vermêios que ainda aparelham a Ancine ficaram quietinhos após a eleição de Bolsonaro pra não perderem as boquinhas, as fartas tetas por onde jorra o dinheiro público.

Trabalho e militância zisquerdista são dois fatos mutuamente excludentes.

Enfie uma pajaraca de 17 polegadas no olho-do-furico desses parasitas, Capitão!!!

ARISTEU BEZERRA - CULTURA POPULAR

ALGUMAS DAS MELHORES FRASES DE LUÍS FERNANDO VERÍSSIMO

“A evolução determinou que o homem andasse ereto, sobre os dois pés, mas não adaptou sua coluna para as novas funções. O resultado é que somos bípedes com uma estrutura de quadrúpedes, e como dói.”

“O mundo nunca mais foi o mesmo depois que o primeiro macaco descascou sua primeira banana. Era o despertar da técnica. A descoberta da banana foi a primeira aventura intelectual do pré-homem. “

“Um esporte civilizado é o boxe. Não há notícias de jogadores de xadrez ou de tênis se abraçando efusivamente depois de uma partida como acontece com os lutadores de boxe, que continuam amigos depois da luta, mesmo porque passaram a maior parte do tempo abraçados.”

“A morte do livro vem sendo preconizada há tempos, e nunca acontece. É uma das mais longas agonias de que se tem notícia. Só vou aceitar os e-books quando tiverem cheiro de livro.”

“Já disse que não aceito minha indicação para presidente da República, se convocado não concorrerei, se concorrer não farei campanha, se ganhar não tomarei posse e se tomar posse farei um festão.”

“Tudo que atribuem ao coração, do mais romântico ao mais calhorda, é falso. Trata-se de um mero músculo, e de um músculo egoísta, que só quer saber de sua própria sobrevivência. Da qual, por uma cruel coincidência, depende a nossa.”

“Alguém já disse que o gourmet é o cara que se preocupa mais com a pronúncia certa que com o gosto do que come, e não é o meu caso.”

“As crises brasileiras são sempre crises de frustração. São paródias de parto: parece que vem algo novo, pelo menos com outra cara ou de outra raça, o que nos leva até a tolerar o sofrimento e as privações, e nascem sempre as mesmas crianças.”

“Sou pela liberação da maconha, porque não há como controlar. Como dizem na minha terra, para besteira e financiamento do Banco do Brasil, sempre se arranja um jeito.”

“Toda liberdade é condicional. Você não pode dizer que é absolutamente livre – a não ser que tenha asas, um cartão de crédito internacional sem limite e saúde para usá-los. E nenhum escrúpulo.”

“Não se sabe ao certo que fruta caiu na cabeça de Isaac Newton para que ele descobrisse a gravidade, mas na história ficou que era uma maçã. A maçã parece que está sempre querendo nos dizer alguma coisa.”

“Só alguém que se acha muito superior procura o analista para tratar um complexo de inferioridade, porque só ele acha que se sentir inferior é doença.”

“Dizem que no futuro as pessoas se conhecerão e se casarão pela internet, mandarão suas células para um laboratório para fazer filhos que nunca verão e jamais precisarão estar juntos – finalmente o casamento perfeito.”

“A meteorologia, como se sabe, é a ciência que estuda meteoros e, na falta destes, dá uma olhadinha para ver como está o tempo.”

“Jovem nunca se apalpa. A gente passa o tempo todo se apalpando, para ver se a gente ainda está todo ali. Jovem não. Os jovens só se apalpam uns aos outros”

“A ironia é sempre perigosa, pois só funciona se também for lida com ironia. Quando a pessoa não entende, é mortal.”

“É sabido que os velhos elefantes, quando sentem que a morte se aproxima, afastam-se da manada para morrer sozinhos. Não querem sentimentalismo nem cerimônia. Morrer é coisa privada que requer um certo pudor.”

“Não foi fácil aceitar macacos na nossa árvore genealógica. Eu, por exemplo, ainda digo que meus antepassados não descenderam de chimpanzés, foram adotados.”

“Muitos dos astronautas americanos que andaram no espaço depois tornaram-se místicos. Sentiram o desencontro entre a imensidão da sua experiência e a sua pequena capacidade para verbalizar seu deslumbramento. O misticismo é o deslumbramento mal resolvido.”

“Generalizar é humano, mas quem parte de uma amostra limitada para chegar a uma conclusão categórica pode acabar imitando aquele extraterreno que desceu no meio de uma colônia de pinguins e depois informou ao seu planeta que os habitantes da Terra não tiram o fraque nem para nadar.”

Luís Fernando Veríssimo nasceu em 26 de setembro de 1936, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. É o escritor que mais vende livros no Brasil. Famoso por suas crônicas e contos de humor. É também jornalista, tradutor, roteirista de programas para televisão e músico. Ele adaptou para minissérie o seu livro Comédias da Vida Privada. O programa recebeu prêmio de crítica como o melhor da TV brasileira. É filho do escritor Érico Veríssimo.

DEU NO JORNAL

VAI TER CEM ANOS DE PERDÃO

Uma eleição do PT em Cariacica (ES) no último domingo (8) causou confusão entre os filiados do partido.

Em uma das três urnas do município, foram contabilizados 29 votos a mais do que o total de presentes.

O episódio acarretou o adiamento dos resultados das votações gerais da legenda no Espírito Santo.

– Foi detectada uma quantidade de votos a mais do que constava na lista de presença. Tinha mais voto do que assinatura. Foram 29 a mais, quase 10% dos 320 votos da urna. A urna tem que ser impugnada. Tem indício de fraude nessa urna. Se fossem um, dois ou três, talvez a pessoa que votou esqueceu de assinar, mas 10% é no mínimo suspeito – disse José Carlos Nunes, candidato à presidência do PT em Cariacica.

Os filiados da legenda escolheram os diretórios de 52 cidades e as chapas estaduais.

* * *

Eita quadrilha da porra!

Roubam até uns dos outros.

Eu gostei mesmo foi do que o petralha enrabado pelos cumpanheros falou: “Se fossem um, dois ou três…” votos roubados, ainda dava pra aceitar a ladroagem.

Ou seja, conforme a quantidade da rapina, o petralha roubado perdoa o petralha ladrão.

Cachorrada da porra!!!