AS MORDOMIAS DO PRESIDENTE

Jair Bolsonaro candidatou-se a presidente e ganhou, só de onda. Só para mostrar ao PT que ele seria capaz de derrota-los. Queria colocar a Faixa Presidencial e garantir para si as mordomias que um Presidente da República tem durante o exercício e conserva muitas, depois de deixar o cargo. Se Lulla que está no xilindró tem um motorista a sua disposição, imagine o Mito cheio de mordomias. Leu um discurso maravilhoso no dia da vitória e parece que depois rasgou.

Viaja no avião da presidência. Visitou e tirou um retrato ao lado do Galegão Trump, seu ídolo. Já foi no Chile, em Israel para reencontrar seu parceiro Bibi Netanyahu. É isso! Essa é a vida glamourosa que ele via Lulla e Dilma curtindo e precisava se lambuzar nesse melado também. E o trabalho Bolsonaro? – Trabalho? Eu sou é presidente “taoquei”? Isso aí é coisa para ministro e a turma do segundo escalão.

Ele encontra tempo para: Matéria de “O Antagonista” – Jair Bolsonaro encerrou seu expediente no Planalto mais cedo hoje (29/03) para participar de um evento chamado Escola de Hombridade, informa o Valor. O evento é promovido por uma igreja evangélica, a Comunidade das Nações, e fechado para mulheres –em paralelo, há outro evento só para elas, chamado Modeladas. Segundo a igreja, a Escola de Hombridade é parte de “um movimento de avivamento e despertamento, (em que) os valores e princípios serão restabelecidos contra os modismos e histerias da pós-modernidade”. Bolsonaro já esteve no evento no ano passado, levado por sua mulher, Michelle, que é evangélica. Hoje, o presidente foi assistir à palestra do pastor Cláudio Duarte, seu amigo.

Pois é Presidente, trabalhar pela Reforma da Previdência não dá, mas prestigiar o Pastor Cláudio Duarte é essencial. O Brasil está sem comando, o piloto largou o timão. Enquanto o Presidente Encrenqueiro, reclama da mídia, a Rádio Jovem Pan faz uma campanha firme pela Reforma da Previdência. Quem houve o Jornal Da Manhã, sabe bem do que estou falando. Foi a Jovem Pan que adotou o lema da campanha e está colocando o Brasil acima de todos.

O Messias está acreditando que foi escolhido por Deus e está deixando nas mãos divinas o nosso destino. Vejam parte do discurso do Presidente em Israel: “Há dois anos estive em Israel. Visitei o Rio Jordão. Por coincidência, meu nome também é Messias. Senti-me emocionado naquele momento. Aceitei um chamamento de um pastor da nossa comitiva e desci as ruas do Rio Jordão, uma emoção, um compromisso, uma fé verdadeira que me acompanhará pelo resto da minha vida… Nós sabemos que Israel não é tão rico quanto o Brasil em recursos naturais entre outras coisas. Eu dizia: olha o que eles não tem e veja o que eles são. Como poderemos ser iguais a eles? Precisamos ter a mesma fé que eles têm. E com esse sentimento e usando também uma passagem bíblica, João 8:32, que diz: conhecereis a verdade e ela vos libertará, conseguimos vencer desafios no Brasil. Dois milagres aconteceram comigo. Um é estar vivo… pelas mãos de Deus, consegui sobreviver e também ser eleito presidente da República num clima completamente hostil a minha pessoa.”

Segundo o lema de Bolsonaro, Deus está acima de tudo, mas deixar todo trabalho a cargo dos ministros e nas mãos de Deus é muito feio. No seu discurso em Israel ele diz “conseguimos vencer desafios no Brasil”. Está completamente enganado, não venceu nenhum desafio e aparentemente nem conhece os verdadeiros desafios que tem pela frente. Não chegaremos ao nível de desenvolvimento desejado só com fé. É preciso muito trabalho e trabalho bem feito.

Aguinaldo Ribeiro, do PP da Paraíba, líder de um bloco de 15 partidos, com mais de 300 deputados, disse à Folha de S. Paulo que Jair Bolsonaro “tem que suar a camisa” para aprovar a reforma da Previdência. “Vir para cá o projeto sem articulação significa dizer que o autor não tem interesse na aprovação ou não está com pressa.” Está errado?

Capitão Bolsonaro, vamos trabalhar, marcar o ponto todo dia. Não interessa ao Brasil ficar discutindo se o Nazismo é uma ideologia de direita ou esquerda. Você não prometeu um governo livre de ideologias? É isso que esperamos, nada de radicalismos. Para o bem do Brasil tire o celular das mãos dos seus filhos. Chega de trapalhada.

Tá OK?

2 comentários em “AS MORDOMIAS DO PRESIDENTE

Deixe uma resposta